Fórum Inativo!

Atualmente Lodoss se encontra inativo. Saiba mais clicando aqui.










Vagas Ocupadas / Vagas Totais
-- / 25

Fórum Inativo!

Saiba Mais
Quadro de Avisos

>Dizem as más línguas que o anão Rookar, que fica no Porto Rangestaca, está procurando por mercenários corajosos - ou loucos - que estejam afim de sujar as mãos com trabalhos "irregulares". Paga-se bem.

> Há rumores sobre movimentações estranhas próximas aos Rochedos Tempestuosos. Alguns dizem que lá fica a Gruta dos Ladrões, lar de uma ordem secreta. Palavra de goblin!

> Se quer dinheiro rápido, precisa ser rápido também! O Corcel Expresso está contratando aventureiros corajosos para fazer entregas perigosas. Por conta da demanda, os pagamentos aumentaram!

> Honra e glória! Abre-se a nova temporada da Arena de Calm! Guerreiros e bravos de toda a ilha reúnem-se para este evento acirrado. Façam suas apostas ou tente sua sorte em um dos eventos mais intensos de toda ilha!




Quer continuar ouvindo as trilhas enquanto navega pelo fórum? Clique no botão acima!

[Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Página 1 de 17 1, 2, 3 ... 9 ... 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sex Abr 12, 2013 5:54 pm

Como este post será sempre "relembrado" usarei seu começo para registrar o status dos personagens.

Jogadores:

Sassa
PV: -10%
EN: 65%
Status:
Sangramento abundante -10%
Atordoamento pela dor.

Silméria
PV: 20%
EN:
XP Adquirido:
Status: Queimaduras horríveis no abdômen.


Hayate
PV: 50%
EN: 00%
Status:
Espancado. Redutor de -80% em todos os atributos físicos e incapacidade de correr.


Lywan
PV: 90%
EN: 75%
Status:
Envenenado, -20 em Força, -10 em Agilidade e Destreza


Última edição por NR Nayruni em Ter Dez 23, 2014 11:44 pm, editado 33 vez(es)
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sex Abr 12, 2013 6:44 pm

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Uma Ameaça de Outro Mundo

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Prólogo - A Expedição

Não faz muito tempo que os quatro cantos da ilha de Lodoss foram agitados pela notícia de uma grande expedição, uma expedição para mapear e explorar a misteriosa floresta Endless. Essa expedição era patrocinada pelo mago Zaran, um homem miesterioso de pouca fama porém, grande fortuna.

Muitos questionaram os motivos da expedição, uns diziam que o mago buscava poder com os possíveis tesouros escondidos na floresta, outros diziam que a causa dele era nobre e que ele realmente buscava o conhecimento, tinham outros ainda que alegavam acreditar que o mago queria apenas uma coisa: a fama. Quando confrontado com estes questionamentos, Zaran alegava desejar o conhecimento para si e para toda a Media Lodoss, apesar disso nunca se soube ao certo o que o mago realmente queria.

De qualquer forma sabia-se que ele era de fato muito rico e não mediu esforços para divulgar sua expedição, anúncios foram espalhados por toda a ilha através de cartazes em tavernas e pelos gritos de mensageiros. Bardos gritavam aos quatro ventos em toda parte, em cada cidade, em cada vilarejo. O local de encontro para selecionar e recrutar os integrantes dessa expedição era nada mais nada menos do que a praça central de Hylidrus.

Dois meses haviam se passado desde o início dos anúncios até a data marcada para o grande encontro em Hylidrus, inúmeros viajantes e aventureiros viajaram para a cidade afim de garantirem seu lugar na famosa expedição enquanto que os nativos se preparavam para testemunhar os preparativos da grande empreitada.

Como prometido, no dia marcado lá estava Zaran acompanhado por uma pequena comitiva de ajudantes e guarda-costas, a praça central de Hylidrus parecia um formigueiro, haviam pessoas por todas as partes vindas de todos os lugares até mesmo de Takaras. Exploradores, rangers, magos, guerreiros, ladinos e muitos outros tipos de aventureiros misturavam-se aos curiosos em uma enorme multidão. Logo que os sinos da grande Catedral de Zaltar tocaram anunciando o meio-dia, Zaran e seus ajudantes trataram de organizar os candidatos. A expedição teria 30 vagas, haviam mais de 300 candidatos, a recompensa era boa, L$ 15000 por pessoa, isso sem contar os méritos da fama de se explorar o lugar mais perigoso de Lodoss.

A primeira etapa de seleção dos candidatos foram as entrevistas, 3 filas foram organizadas por toda a praça, todas levavam para uma grande tenda com 3 entradas, dentro desta tenda Zaran e 2 dos seus mais leais ajudantes ficavam sentados em 3 mesas, entrevistando um por um todos os candidatos enquanto vários outros ajudantes mantinham a multidão em ordem ao mesmo tempo em que o próprio corpo de guardas da cidade se ocupava de evitar grandes tumultos. Cerca de um terço dos candidatos foi eliminado nessa primeira etapa de entrevistas e a segunda etapa ficara marcada para o dia seguinte.

No dia seguinte novamente a praça de Hylidrus se encontrava lotada e barulhenta, um pouco menos do que o dia anterior por consequência dos candidatos rejeitados, mas ainda assim muito mais movimentada que o normal. A segunda etapa dos testes envolviam demonstrações práticas de habilidade, para organizar tudo foram montadas várias tendas enormes em diversos pontos da praça, cada uma dessas tendas era destinada à um grupo específico de aventureiros, na tenda dos arqueiros eram organizadas competições de tiro ao alvo, na tenda dos magos foram feitos exames mágicos e provas, e assim por diante, cada candidato era minuciosamente analisado e testado. Nessa estapa mais um terço dos candidatos foi eliminado, ainda faltava mais uma etapa de testes que assim como a anterior, ficara marcada para o dia seguinte.

No ultimo dia, apesar das dispensas no número de candidatos, a multidão que outrora ocupava a praça estava muito maior do que no primeiro dia de testes. Como era de se esperar, os ultimos testes eram os mais difíceis e decisivos de todos, para esta etapa Zaran havia preparado algo especial: duelos. Os candidatos teriam que duelar entre si e os vencedores seriam nomeados como integrantes da grande expedição. Era justamente a notícia desses duelos que atraia tantas pessoas, todos queriam se divertir e ver o espetáculo acontecer.

Duelos de magia, competições de arqueiria, lutas de espada e muitas outras atividades fizeram a tarde dos habitantes de Hylidrus bastante recreativa, enquanto toda a ação acontecia vários médicos e curandeiros ficavam atentos para curar os feridos e evitar tragédias, mas infelizmente nem toda essa segurança foi suficiente e duas pessoas morreram durante o evento, dois dos participantes, um guerreiro morto em um duelo de espadas e um mago atingido por uma magia ofensiva.

Essas mortes quase causaram o fim da expedição mas por sorte Zaran já estava preparado e havia feito todos os competidores assinarem contratos isentando os organizadores do evento por quaisquer tragédias que ocorresem com eles, mesmo assim o mago tratou de pagar o transporte dos corpos até suas famílias e garantir seus enterros, em adição a isso ele ainda ofereceu um valor simbólico de L$ 5000 aos parentes. Isso não era nada comparado a dor da perda de um ente querido, mas eles haviam assinado o contrato, e negócios são negócios.

Com as etapas de seleção concluídas, restavam apenas 30 expedicionários dos mais de 300 candidatos que haviam se inscrito, tudo estava pronto para a grande expedição. No dia seguinte, o sol da manhã surgia no horizonte dissipando a neblina que se formara na noite, e enquanto os corpos dos dois candidatos mortos partiam em carroças para suas respectivas famílias, Zaran e sua expedição rumavam a cavalo para seu objetivo: a Floresta Endless. A expedição possuia ao todo 35 integrantes, Zaran e outros magos, ranges, guerreiros, arqueiros, sacerdotes do deus Zaltar, curandeiros entre outros aventureiros profissionais.

Quando os destemidos integrantes da expedição sumiram no horizonte de Hylidrus a caminho de Endless, levaram consigo as esperanças de todos que testemunhavam o evento, todos esperavam vê-los no futuro, retornando sãos e salvos com suas mochilas lotadas de tesouros e cheios de histórias fantásticas na ponta da lingua. Ninguém imaginava o que estava para acontecer, ninguém seria capaz de prever o desastre que estava por vir. Endless mostraria a todos que nem um e nem mil seriam capazes de desvendar seus mistérios.

Fim do prólogo.
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sex Abr 12, 2013 7:31 pm

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Uma Ameaça de Outro Mundo

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



CAPÍTULO 1 - O Sobrevivente

Até agora...

A expedição promovida pelo mago Zaran as profundezas de Endless partiu a exatos três meses. Até agora nenhuma notícia foi obtida o que deixa os mais astutos preocupados. Embora a organização da empreitada tenha chamado muita atenção, com o passar de tanto tempo muitas pessoas se esqueceram do evento com exceção é claro daqueles que tinham parentesco ou laços efetivos com alguns integrantes da caravana.

De qualquer forma, dois meses após o a partida da expedição, alguns batedores foram enviados para a floresta afim de ver se encontravam algo. Infelizmente ninguém se arriscava a seguir além da orla da floresta e nem mesmo quem morava na região se atrevia a ir muito fundo. Ninguém sabia o que havia acontecido, ninguém tinha notícias e quem ainda se lembrava de Zaran e seus seguidores torcia para que tudo estivesse dando certo.

Infelizmente a verdade estava prestes a vir a tona...
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sex Abr 12, 2013 8:04 pm

@ Bluesday

Era uma manhã tranquila em Endless, o Sol se erguia majestoso no firmamento derramando sua luz e o calor que traz a vida. Uma brisa suave soprava constantemente balançando as copas das árvores e fazendo as folhas no chão dançarem em pequenos redemoinhos. Tenkai vagava solitário pelos arredores da floresta enquanto apreciava aquela bela manhã, não fazia mais de uma lua que o viajante havia partido da vila dos centauros. Depois de muita calmaria e uma vida tranquila vivendo um ano ao lado de seus amigos equinos, o elfo sentia que estava na hora de partir, precisava saber o que acontecia no mundo fora da floresta e achou que Hilydrus seria um bom começo.

Tenkai andava furtivamente, mesmo estando uma manhã ensolarada ele se mantinha sempre coberto por um manto verde escuro, procurando camuflar-se com o ambiente, o elfo caminhava esgueirando-se por entre árvores e arbustos, de tempos em tempos ele parava, e observava a região apenas para se certificar de que nada o estava observando. Não que ele temesse alguém mas em um lugar como aquele era bom ser furtivo, lição que aprendera as duras penas ensinada pela própria floresta.

O meio dia se aproximava e junto com ele a fome, era hora de comer. Tenkai escolheu uma clareira discreta para cessar sua caminha, ali ele ascendeu uma pequena fogueira para cozinhar seu almoço. Enquanto cuidava do fogo e mexia sua comida dentro de uma pequena panela de ferro, começou a ouvir ruidos no meio do mato que se distinguiam dos sons típicos produzidos pelo estalar da madeira ao ser queimada pelo fogo. Eram sons de um galopar vagaroso que alertaram o elfo.

Apesar do som muito familiar de cascos galopando, Tenkai não baixou a guarda ficando em alerta, rapidamente pegou uma caneca de água que estava a seu lado e apagou a fogueira, depois começou a andar furtivamente em direção aos ruídos para ver o que os produzia. Dado alguns passos, ele logo pode ver o que fazia aqueles ruídos, eram um cavalo e seu cavaleiro. O animal parecia muito cançado, como se tivesse percorrido uma grande distância sem pausa, seu galopar era lento e vacilante, o cavaleiro usava um manto longo de cor verde escuro parecido com o do próprio Tenkai, ele estava deitado por sobre seu dorso, aparentemente desacordado e sem ação.
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Bluesday em Sex Abr 12, 2013 8:25 pm

Um bom ano havia se passado e era a hora de partir. Tenkai vagava pela floresta em direção a grande cidade de Hilyndrus. Parou por um momento para fazer um breve descanso e forrar o estomago para assim continuar seu trajeto.

No entanto, antes mesmo que pode-se começar a esquentar alguma coisa, o elfo fora obrigado a apagar o fogo recém acesso. Ouvia um ruído vindo da mata que logo ia aumentando o volume do som emitido, mostrando ser galopes.

Tenkai preparado, foi verificar o que era, Poderia ser apenas um animal andando pela floresta, mas seu ritmo de galopar era desigual ao que considerava ser normal, afinal estar um ano com os centauros era uma lição mais que bem reforçada para distinguir esse tipo de som.

Cuidadosamente foi olhando entre as folhas e galhos das árvores e finalmente vendo que era apenas um cavalo perdido com seu dono montado e aparentemente desacordado.

Vendo que parecia ser segura, o elfo se aproximou do animal cuidadosamente.

Ohh Ohh.... Calma amigo, calma, não precisa mais ter medo. — Tenkai acariciava seu rosto próximo aos olhos — Parece que passou por alguns apuros, hu? Descanse. Deite-se aqui, que verei como está sue cavaleiro.

Tenkai acalmava o cavalo como podia e o fazia se deitar depois que puxava como podia o corpo do cavaleiro desmaiado. Logo pegava um pouco de sua água e colocava dentro de um recipiente e deixava de frente para o cavalo beber, pois parecia está exausto.

Então pegou o que restou da água e a jogava um pouco no rosto do sujeito.

Hey. Abra os olhos... Não tema, não farei mal. — Tenkai tentava desperta o homem que parecia estar muito mal. E quando finalmente o sujeito estivesse consciente, voltaria a falar — O que aconteceu? Você parece está muito mal.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
avatar
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 28
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sex Abr 12, 2013 9:59 pm

@ Bluesday

Quando Tenkai percebeu o estado cansado e abatido da montaria, imediatamente abandonou sua postura furtiva chegando a baixar sua guarda aproximando-se do animal. Já perto o suficiente, levantou sua mão e o acariciou no rosto, entre os olhos, fazendo o animal cessar seu movimento. Em seguida o elfo pode perceber que o cavaleiro continuava deitado parecendo desacordado. Curioso, o elfo verificou o homem apenas para notar o que não poderia ser visto antes.

Ele não estava adormecido, mas sim acordado, seu rosto se encontrava com uma expressão abatida como se não houvesse descansado por dias, mas o pior não era isso, o pior eram as manchas de sangue que estavam espalhadas por toda a sua vestimenta. Um pequeno ferimento, aparentemente feito pelas garras de um animal, podia ser visto em seu toráx, mas para a sorte do ferido ele não parecia ser profundo. Foi então que o homem falou com uma voz pesada e arrastada, quase como que murmurando.

- Me... ajude. Me ajuuudee... todos eles, todos! Estão todos perdidos!!! - Murmurou com a voz rouca.

- Leve-me para a cidade, eu preciso de ajuda, estou cansado, ferido, fiquei dias sem dormir ou comer. Por favor, eu imploro, ajude-me! - Implorava o homem enquanto Tenkai o colocava sentado ao pé de uma árvore procurando acomodar tanto ele quanto o cavalo.

O olhar do homem era assustador, eram olhos de alguém que vira algo horripilante e sobreviveu para contar a história, esses olhos penetravam Tenkai assustadoramente de uma forma que ele podia sentir parte do pavor que haviam testemunhado. Quando o elfo lhe ofereceu água, ele a aceitou e bebeu como se não fizesse isso a dias. Depois largou o cantil vazio e levou sua mão ao ombro de Tenkai segurando-o com firmeza.

- Temos que ser... rápidos. Eles estão vindo. - Falou com a voz já um pouco mais forte.
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Bluesday em Sex Abr 12, 2013 10:45 pm

O sujeito realmente parecia desesperado, mal conseguia falar, mas ainda sim forçava sua voz para que o elfo o ajuda-se.

Sim, percebo que você está muito mal. Mas precisa se acalmar um pouco.

" Afinal o que aconteceu com esse homem. Parece que mais uma vez Endless apresenta suas raízes para seus visitantes. "

Tenkai começava a sentir seus instintos falarem mais alto ao ver aquele homem daquele jeito. E sua última frase também reforçou sua desconfiança.

Certo, vamos sair daqui. Estava indo mesmo para Hilyndrus. irei te levar até lá.

Tenkai antes de mais nada pegava suas coisas e as organizava em sua mochila de viajem. Logo após ter feito isso, seguia até o cavalo e dava sinal para o animal se levantar puxando de leve suas rédeas. Assim que levantou o cavalo, ajudava o sujeito a subir no animal para seguir em viajem.

Vamos. Não precisa se preocupar comigo. E se precisar, dispare com o cavalo e não olhe para trás. Estarei logo atrás de você se for necessário mesmo acelerar nossa viajem. Caso contrario vamos caminhando apenas depressa. E não se assuste com tudo que ouvir, ah muitas criaturas na floresta. Mas eu conheço ela bem até, essa região em especial pelo menos. — Tenkai dava uma olhada profunda para trás, tentando ver se encontrar qualquer coisa suspeita. Depois de alguns segundos o elfo voltava olhar para frente, guiando o cavalo a pé mesmo e acompanhando o ritmo do animal. — Não precisa força muito sua atenção aqui, estarei atento a qualquer coisa e nada irá se aproximar sem que eu perceba.

Dessa forma o elfo guiava o homem para fora da floresta o mais rápido possível sem chamar muita atenção. Afinal chamar atenção naquela floresta era algo que ele aprendeu a sempre evitar.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
avatar
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 28
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sab Abr 13, 2013 4:41 am

@Bluesday

Ao ouvir as palavras de Tenkai, o homem mudou sua expressão por um momento parecendo mais calmo, depois respirou fundo e se recompos. Com a ajuda de Tenkai ele se levantou com dificuldade, agora que estava de pé, dava para ver que por baixo de seu manto verde escuro ele usava um corselete de couro batido, em suas costas uma aljava vazia podia ser vista e em sua cintura uma espada curta.

Ele aparentava ter por volta de 25 anos, possuia olhos verdes, cabelos castanhos e uma barba rala da mesma cor. Pela maneira como se vestia e pela sua armadura era evidente a profissão daquele homem, ele era um ranger, um guerreiro da natureza.

Raigor O Ranger

- Muito obrigado pela sua ajuda. Mas não precisa se preocupar tanto. Essa floresta é meu lar e o que vive aqui não me ameaça. - Falou o ranger enquanto subia no cavalo sendo ajudado pelo elfo.

- O que me amedronta não é a floresta ou o que vive aqui, mas sim as criaturas estranhas que eu e meu grupo encontramos... - Aos poucos o homem parecia voltar a sentir o pavor que demonstrara quando Tenkai o encontrou.

- Meu grupo... a maioria deles estão mortos, e os que ainda estão vivos neste momento são cativos, prisioneiros de criaturas estranhas e assustadoras que mais parecem ter saido de um pesadelo. - Ele falava, agora com os olhos vidrados no vazio.


- Eram monstros horríveis, que no lugar de suas bocas possuiam tentáculos de polvo! Pelos deuses! Eu ainda me lembro de ver um deles agarrando a cabeça de um de meus amigos, com aqueles tentáculos asquerosos e... - O viajante não conseguiu completar suas divagações tamanho era o horror que as lembranças lhe traziam.

A expressão de horro voltou a tomar conta do rosto do homem, mas ele não se deteve e tornou a falar.

- Temos que ir para a cidade, preciso me recuperar, mas no momento estou muito ferido para conduzir minha montaria. Você me parece uma boa pessoa, talvez se não for muito abusar de sua ajuda gostaria que você guiasse meu cavalo. - O homem deu uma pausa entregando as rédeas para o elfo. - Vamos, não a tempo a perde, assim que eu estiver curado irei partir para resgatar meu irmão e meus amigos. Além disso, com um pouco de sorte poderei encontrar mais ajuda na cidade. - Terminou de falar levando sua mão ao ferimento, parecia que ele ainda estava com problemas.

- Por Zaltar, não importa o quão assustadoras sejam aquelas criaturas, eu vou salvar meus companheiros, custe o que custar, nem que eu tenha que enfrentar os perigos de Endless sozinho! - Terminou de falar voltando a deitar-se sobre o próprio dorso. - Mas antes preciso me curar. Ha! E antes que eu me esqueça, me chamo Raigor Woodgreen, sou um ranger.


Última edição por Nayruni em Sab Abr 13, 2013 1:33 pm, editado 1 vez(es)
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Bluesday em Sab Abr 13, 2013 1:27 pm

Raigo? Bom, de onde eu venho eles me chamam de Tenkai. E bem... Sou o que chamam de guerreiro ou coisa parecida. Mas prefiro ser visto como um mestre das armas.

Se o ranger nota-se, perceberia que o elfo tinha uma boa variação de armas, tendo uma espada de uma mão em sua cintura no lado esquerdo, uma especie de bastão feito de um metal dourado, sendo ele um pouco pesado, e nas costas o elfo também tinha um belo arco. Sua armadura era vermelha e parecia não ser 100% aço.

Mas o motivo do elfo tentar ser um mestre das armas não era pelo que tinha, e sim pela habilidade que possuía e o interesse nas diversas armas que existia, mesmo tendo como preferencia a espada, afinal era a sua melhor arma.

Em seguida os dois aventureiros saiam de onde estavam e rumavam para Hilyndrus.

Se tiver força suficiente, posso deixar você tentar usar meu arco um dia. Gostaria de ver como sairia um tiro desse meu arco, afinal ainda não consegui desenvolver alguma forma para atirar com ele.

Tenkai mencionava isso, pois seu arco era feito para se ter uma absurda pressão ao ser atirada, afinal sua corda era extremamente firme, então era preciso bastante força. E o elfo gostaria de ver seu arco em ação alguma forma, pois afinal ele não tinha um braço e o uso do mesmo era praticamente impossível. E se não fosse um presente, talvez o elfo nem estivesse com algum tipo de arco agora.

Se seguro, irei puxar as rédeas com força agora. Vamos aumentar nosso ritmo, não estou interessado em dar de caras com esses seres de tentáculos.

Não que o elfo tivesse medo das criaturas, mas seu passado batia de cara quando se ouvia sobre tentáculos e coisas semelhantes, afinal Mormont foi inimigo mais poderoso que o elfo enfrentou até hoje, e de certa forma ele era um bicho do mar. Então não seria bom subestimar essas coisas.

Sem demorar o elfo apanhou as rédeas e começou a acelerar e puxar o cavalo, que também obrigadamente começava a agilizar suas galopadas.

Vamos amigo, sei que esta cansado, mas é melhor do que virar refeição de lula.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
avatar
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 28
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sab Abr 13, 2013 2:35 pm

@Bluesday

Tenkai ajudava o estranho guiando sua montaria, durante a caminhava conversava tentando puxar algum assunto. Durante uma parte do trajeto decidiu acelerar o passo e então percebeu que o animal não aceitava. Quando olhou para o cavalo notou que estava o tempo inteiro falando sozinho, pois Raigor em sua exaustão desmaiara.

O resto da viajem fora tranquila e sem impedimentos, apesar dos mistérios e perigos, Endless em sua orla era tranquila e pacífica. Ao entardecer, Raigor despertou novamente, mas assim que o fez não se levantou, em lugar disso levou sua mão para dentro do alforge do cavalo e dali tirou um fruto. O fruto era avermelhado, do tamanho de uma noz e com a ponta amarelada, porém ao contrário de uma noz ele era macio. Depois ele estendeu a mão com o fruto até a boca do cavalo que rapidamente comeu o que lhe era oferecido.

- Essa foi uma das poucas coisas boas que encontrei no interior da floresta, esses frutos possuem propriedades mágicas poderosas, graças a eles eu consegui voltar para cá. Esse é o ultimo que restou. - Falou agora se levantando na cela. - Eles possuem o poder de restaurar a fadiga. Agora venha, suba no cavalo que vou levar nos dois. - Falou tomando as rédeas da mão de Tenkai e oferecendo o outro braço para o elfo subir na montaria.


Última edição por Nayruni em Dom Abr 14, 2013 2:58 pm, editado 1 vez(es)
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Bluesday em Sab Abr 13, 2013 6:47 pm

O sujeito parecia estar realmente acabado, pois em questão de segundos o rapaz adormecia sem aviso prévio e deixando Tenkai falar com o vento e seu cavalo teimoso.

O elfo não quis forçar o animal e continuou no ritmo que estava. Algum tempo depois Raigor acordava.

Acordou bela adormecida? — Certamente o elfo aprendeu isso com os centauros ou com um antigo companheiro — Já viajamos um bom caminho.

O ranger alimentava seu cavalo e logo estendia a mão para Tenkai a fim de irem mais depressa, algo que deixou o elfo com uma dúvida.

Tem certeza disso? Seu cavalo não parece disposto a andar mais rápido, ainda mais com duas pessoas montadas nele.

Falava enquanto apanhava o braço oferecido por Raigar e subia na montaria. iria descobrir agora se aquele cavalo era um manhoso que só obedecia seu dono.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
avatar
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 28
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Dom Abr 14, 2013 5:11 pm

@Bluesday

Raigor sorriu com as palavras de Tenai.

- Não prestou atenção? Essa fruta mágica restaura a fadiga. Agora segure-se! - Com um grito ele atiçou sua montaria que acelerou seu galope.

A viagem fora rápida, a estrada que Raigor usou era muito mais discreta e rápida do que as estradas normais, Tenkai ficou impressionado com a astúcia de seu novo companheiro. Graças ao caminho secreto do ranger, os dois viajantes completaram em um dia o que normalmente se levaria um pouco mais de tempo e ao cair da noite eles já se encontravam nos arredores de Hylidrus. Raigor sabia que agora eles teriam que ser furtivos se quisesem entrar na cidade sem chamar a atenção, ele estava ferido e provavelmente a guarda local iria questioná-lo se o visse. Porém, por mais segura e vigiada que Hylidrus fosse, Riagor conhecia bem suas entradas e sabia quais poderia usar sem ser visto, não que ele fosse um criminoso, mas ele era um cara bem discreto e odiava chamar a atenção.

Guiando o cavalo, Raigor adentrou a cidade pelo portão oeste levando Tenkai junto com ele. Aquela era a entrada menos vigiada, talvez por ser aquela que dava acesso a área pobre da cidade habitada pela maioria da peble. Os dois passaram sem problemas pelo portão, dois guardas preguiçosos e sonolentos montavam guarda e não prestaram atenção na dupla, na verdade nem se importavam, ninguém dava importância para o que acontecia naquela parte da cidade a não ser os cobradores de impostos que apareciam por lá apenas para coletar os tributos ao rei. Uma vez dentro, eles desceram do cavalo e passaram a caminhar pelas ruas estreitas da cidade medieval. Hylidrus era uma cidade enorme e muito bonita, mas aquela região era deixava um pouco a desejar. Como em toda cidade, as ruas eram estreitas e as paredes dos edifícios eram altas. A maioria do lugar tinha ruas pavimentadas mas em algumas partes o pavimento se perdia dando lugar a um chão de terra batida. Muitas dessas ruas estavam apinhadas de lixo e em algumas um filete de água suja e malcheirosa, corria no centro.

- Desde que o novo rei assumiu o trono muita coisa melhorou, mas a parte pobre da cidade continua precisando de grandes mudanças. - Explicava Raigor. - Tome cuidado para não meter seu pé nessa água, isso dai não passa de urina e merda. Algumas pessoas não têm acesso a rede de esgostos então despejam suas fezes nas ruas mesmo. - A maneira de falar do ranger deixava claro sua tristeza a respeito daquela situação.

As ruas da parte pobre.
(Por favor ignore a bandeira na foto, pois não consegui achar uma imagem melhor que esta.).

Spoiler:

Enquanto vagavam pelas ruas sombrias e estreitas, a noite parecia se tornar ainda mais densa e sombria. Tudo o que agora iluminavam as ruas da zona pobre de Hylidrus eram a tocha de Raigor e alguns braseiros esparços. Volte e meia uma ou outra tocha podia ser vista desfilando na escuridão. Tenkai com seus olhos aguçados conseguia ver melhor do que Raigor e as vezes enchergava vultos furtivos movendo-se pelas sombras. Provavelmente mendigos, assassinos e ladinos esperando por uma chance de conquistar algum ganho. O elfo levou sua mão ao cabo da espada e ali a deixou repousando apreensivo com o que via, mas por sorte ninguém ousava se meter com a dupla o que o deixou aliviado, mas ao mesmo tempo em dúvida sobre as razões deste fato.

Foi então que um fenômeno estranho começou a ocorrer. Sem aviso nenhum uma neblina surgiu sobre a cidade tornando a visibilidade ainda mais limitada, até mesmo Tenkai não conseguia enchergar mais nada que estivesse a mais de 3 metros de distância tamanha era a densidade da névoa.




@Sassa

A belíssima garota andava pelas ruas da grande cidade estado impressionada com a arquitetura local, havia vindo para cá por indução de Alice, não sabia os motivos certos mas segundo a bruxa, uma forte força mágica estava sendo emitida deste lugar e ela de alguma forma desejava saber o que é. Estava claro que Alice não queria apenas conhecer a fonte deste poder mas também usurpá-lo para ela. Sabrina por sua vez, acostumada a atender os desejos de Alice não ofereceu resistência e viajou para a cidade chegando aqui ao cair desta noite. A garota caminhava procurando um local para pernoitar, mas por causa das ruas estreitas acabou se perdendo indo parar na parte pobre da cidade. Enquanto andava foi surpriendida por uma conversa estranha que parecia vir de uma janela fechada dentro de um beco. Curiosa, Sabrina com cuidado se aproximou furtivamente até conseguir ouvir com clareza o que era conversado.

- ...quero que você o ache e acabe com ele. Ele não pode revelar a localização do nosso templo secreto a ninguém. A expedição daquele mago tolo nos trouxe ótimos escravos, mas vamos precisar de mais, não podemos ter nossos planos ameaçados por um maldito rangerzinho. - Falava a primeira voz que parecia inumana e soava em um tom gutural como um sussurro ecoando nas profundezas de uma caverna.

- Sim mestre eu entendo, faremos o possível para encontrá-lo, eu e meus companheiros. - Respondeu uma segunda voz, humana ao que parecia e de tom masculino, porém cheia de medo.

- Excelente, ficaremos no aguardo, da próxima vez que eu vier até a superfície espero receber boas notícias de você, não falhe.

- Não falharei mestre.

- Ótimo, para o seu bem é melhor não falhar, pois se o fizer seu cérebro me servirá de refeição.

- Si-si-sim mestre. - Respondeu a segunda voz, desta vez mais trêmula que antes.

- E mais uma coisa, espalhe o boato de que existe um grande tesouro nas profundezas de Endless, precisamos de mais escravos e os boatos de um tesouro deverão atrair muitos viajantes tolos para lá. - Falou a voz inumada esboçando no fim o que parecia ser uma risada. - Tome, pegue estes diamantes, diga que você os achou em Endless, use sua imaginação e invente sua história. - Continuou. - Se me servir bem, te garantirei proteção quando nossa raça reinar sobre a superfície. - Completou.

- Estou partindo agora. Lembre-se, não falhe em sua missão, quero todos os alvos eliminados ainda hoje.

- Como ordenou mestre. Nossos magos estão prontos para iniciar o ataque e nossos assassinos estão a postos.

- Excelente!

A conversa acabou e as duas vozes cessaram, Sabrina conseguiu ouvir passos dentro do recinto por um breve momento, mas até mesmo esses ruídos cessaram dando lugar ao silêncio esmagador da noite. E agora o que a bela garota faria a respeito do que ouviu? Enquanto ponderava sobre o que fazer, um estranho nevoeiro cobriu a noite tornando as trevas ainda mais densas e sinistras.

Fim do Capítulo 1


Última edição por Nayruni em Dom Abr 14, 2013 5:48 pm, editado 1 vez(es)
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Dom Abr 14, 2013 5:44 pm

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Uma Ameaça de Outro Mundo

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



CAPÍTULO 2 - A Dança das Sombras

Até agora...

A expedição promovida pelo mago Zaran as profundezas de Endless partiu a exatos três meses. Até pouco tempo não se tinha nenhuma notícia a respeito do que acontecerá aos integrantes desta empreitada, mas a verdade acabou vindo a tona quando um homem de nome Raigor surgiu nos arredores de Endless. Segundo ele, a expedição fora atacada por criaturas terríveis e a maioria de seus integrantes foram mortos, os poucos que sobreviveram agora se encontram cativos.

Com a ajuda de Tenkai, o ranger adentrou Hylidrus e agora procura por ajuda para voltar a floresta e libertar aqueles que ainda estão vivos. Enquanto isso a bela Sabrina e sua segunda consciência, Alice, chegaram na cidade ao mesmo tempo, atraídas por uma estranha fonte de poder mágico que está sendo emanado da região. Enquanto vagavam pelas ruas cobertas pela escuridão da noite, foram surpriendidas por uma estranha conversa. Ao que tudo indica, as criaturas que se escondem no interior de Endless não estão apenas por lá mas também em Hylidrus, mas Sabrina ainda não sabe disso por desconhecer a história de Raigor assim como Tenkai por não ter ouvido a conversa. As primeiras pistas do mistério a cerca dos horrores que atacaram Zaran e seus seguidores já foram descobertas, mas a verdade ainda parece muito longe de ser desvendada.

Enquanto as dúvidas vão surgindo sem respostas, um estranho nevoeiro engole Hylidrus. Esta noite as sombras irão dançar.

Será que Zaran está vivo?
Que criaturas atacaram a expedição do mago?
O que Raigor pretende fazer?
Será que Sabrina conseguirá mais pistas?

Todas essas perguntas e muito mais serão respondidas na conclusão deste capítulo.
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Bluesday em Dom Abr 14, 2013 6:54 pm

" Uma fruta mágica. Realmente algo útil "

Assim o elfo pensava sobre aquele fruto enquanto o cavalo finalmente se movia com mais velocidade, passando por lugares da floresta que Tenkai não havia visto antes ou deu pouca atenção se um dia chegou a ver.

Depois de um bom tempo os dois aventureiros finalmente chegavam a cidade. Raigor por ter uma preferencia em discrição, quis ir pelo lado mais esquecido da cidade, algo que o elfo concordava em fazer, afinal ele também era o tipo que preferia discrição.

Passando pelos becos da parte pobre da cidade, Tenkai observava tudo atentamente ao ouvir de Raigor sobre alguns acontecimentos da cidade e sobre o rei.

Civilizações são realmente complicadas...

Tenkai não entendia muito sobre esses assuntos, portanto ele apenas permaneceu mais observador do que ser crítico.

Logo mais adentravam pelas ruas mais estreitas da cidade. O clima ali parecia ameaçador, tanto que o elfo já preparava sua espada para qualquer eventualidade. Porém nada aconteceu, apenas a visão que ia ficando de ruim para quase nula. Tenkai agora dependeria de sua audição para perceber qualquer aproximação hostil.

Raigor, como pretende conseguir ajuda? Tem algum lugar em mente para ir? Sinto como se o vento sopra-se contra nós

Seu breve comentário sobre o que poderia estar por vir, parecia já ter chegado realmente.

Espere Raigor.

O elfo sentia que aquela sombra estranha que cobria toda a sua visão não poderia ser algo bom. Com isso em mente, o elfo deixava seu braço direito dobrado com a mão em sua espada élfica e com sua capa de viajante cobrindo a visão que alguém teria sobre seu corpo. Queria esconder que estava preparado para o que viesse. Isso se viesse.

Fique atento Raigor.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
avatar
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 28
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Sassa em Qua Abr 17, 2013 3:08 pm

Sabrina caminhava pelas ruas de Hylidrus em busca da tal fonte de magia que ela havia sentido, mas não podia deixar de se impressionar com a cidade em si. Desde que chegaram até Lodoss, havia passado a maior parte de seu tempo na academia treinando, mas agora que se achava pronta para seguir seu objetivo, Sabrina seguia os caprichos da bruxa que falava a sua mente. Era inicio da noite quando ela chegou a cidade, e por isso a primeira coisa que decidiu foi procurar por algum lugar para hospedar-se, mas seu conhecimento minimo daquela cidade acabou por leva-la em caminhos mais tortuosos, chegado a parte mais pobre da cidade, onde acabou por ficar perdida. Numa de suas andanças pelos becos escuros e úmidos, ela escutou vozes vindas de uma janela próxima, curiosa a garota decidiu esgueirar-se mais pra perto e escutar o que falavam.

"Mas que raio de conversa foi essa? Templo secreto? Expedição e escravos? Tem algo muito errado ai." Sabrina começava a suspeitar do conteúdo daquela conversa, mas Alice foi quem mais se interessou por isso. "Precisamos reunir mais informações, segundo a voz horripilante, tudo isso começou com uma expedição até Endless, vamos ver o que conseguimos descobrir sobre isso." Determinadas a descobrir mais sobre esse assunto, as duas saíram dali rapidamente, tomando cuidado para não serem vistas, a noite ficava cada vez mais densa e agora uma nevoa estranha começava a cobrir a visão das duas. Elas rumaram para a taverna ou estalagem mais próxima afim de pedir um quarto para se hospedarem, mas não sem antes perguntar ao estalajadeiro algo sobre a tal expedição.

- Com licensa, o senhor por acaso saberia alguma coisa sobre uma expedição rumo a Endless? - Perguntou em um tom demonstrando um pouco de interesse no assunto, tentando ser o mais educada possível com seu interlocutor.

_________________

Sabrina | Narração | Alice | "Pensamentos"
My invincible champion.

For.: E En.: S Agi.: D Dex.: D Vig.: D
L$: 1975
avatar
Sassa

Pontos de Medalhas : 200
Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : Ao lado do meu biscoitão *-*

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Qui Abr 18, 2013 5:02 am

@Bluesday

As sombras dançavam ameaçadoramente ao redor da dupla, Raigor mal conseguia acompanhar seus movimentos, até mesmo Tenkai tinha grandes dificuldades graças ao denço nevoeiro. Sem outra alternativa, ambos os guerreiros puxaram suas espadas e se posicionaram estrategicamente. Até que subitamente um punhal de lâmina negra voou da neblina até a cabeça de Tenkai.

O elfo de sentidos aguçados e reflexos mais aguçados ainda, conseguiu se agachar a tempo de evitar ser atingido. O projétil continuou sua trajetória indo terminar cravado na lateral da traseira do cavalo de Raigor. Ferido e já domado pelo medo, a montaria relinchou de dor enquanto empinava suas patas dianterias em fúria, em seguida o animal partiu em disparada completamente fora de controle desaparecendo na neblina.

Foi então que três vultos femininos negros saltaram ao mesmo tempo atacando, dois contra Tenkai e um contra Raigor. O Ranger se viu sendo atacado por um golpe de ponta que perfuraria seu estômago, decidiu defender o ataque aparando conseguindo com sucesso se proteger. Enquanto isso Tenkai percebeu que uma das assassinas saltava em sua direção desferindo um poderoso golpe contra sua cabeça, sem nenhuma alternativa o elfo fez o mai sensato para se proteger, ergueu seu braço e aparou o ataque. Infelizmente essa atitude deixou o restante de seu corpo desprotegido e enquanto se defendia do primeiro ataque viu a segunda assassina vir correndo em sua direção atacando-o na altura do abdómen. Sem poder se proteger com sua espada, Tenkai girou seu corpo na esparança de poder esquivar do ataque, infelizmente a defesa não fora bem sucedida e o elfo não conseguiu evitar a investida completamente. A lâmina da agressora resvalou ameaçadoramente em sua barriga, por sorte sua nova armadura provou ser de boa qualidade e o ataque não causou dano algum.

Depois dos ataques iniciais, as 3 assassinas tomaram um pouco de distância e se posicionaram em forma de triângulo cercando a dupla, agora elas não estavam mais cobertas pela neblina e tanto Tenkai quanto Raigor podiam ver quem eram. Tratava-se de três mulheres, elas usavam roupas completamente negras e capuz, eram esguias e carregavam nas mãos um punhal e um sabre curvado ambos de lâminas negras, nas duas pernas as assassinas tinham fileiras de adagas de arremesso prontas para o uso assim como nas laterais do busto.

As Assassinas Sombrias




@Sassa

Depois de ouvirem a conversa sinistra, Sabrina e Alice decidiram investigar aquilo mais profundamente, mas antes precisavam de um lugar para pernoitar por isso pensaram em continuar sua busca por uma estalagem. Infelizmente o nevoeiro sinistro que pairava sobre a cidade era denso demais impedindo que Sabrina conseguise ver muitos metros adiante, se antes ela estava apenas desorientada, agora estava completamente perdida.

Vagando pelos becos estreitos e escuros, tomados pela neblina, Sabrina repentinamente ouviu o som de um relinchar, em seguida ouviu o barulho de cascos apressados chocando-se contra o chão de pedra, o barulho estava bem perto e aproximava-se ainda mais. Quando olhou em direção dos sons viu um vulto grande surgir na neblina, assustada saltou para o lado caindo no chão bem a tempo de ver um cavalo passar a toda velocidade pelo meio da rua sumindo no instante seguinte.

Enquanto se levantava a garota podia ouvir os sons de lâminas chocando-se contra lâminas vindo da direção da onde o cavalo viera. Seja o que quer que esteja acontecendo uma batalha estava sendo travada nas ruas de Hilydrus, a cidade mais segura de toda Lodoss. O que Sabrina faria agora? Fugiria apavorada ou verificaria a causa dos barulhos?




@Phyress

Silméria, assim como Sabrina, havia chego em Hilydrus a pouco tempo e também estava perdida. A meio-elfa vagava confusa por aquelas ruas estreitas e escuras que agora encontravam-se tomadas por uma neblina extremamente densa e ameaçadora a tal ponto que só era possível enchergar até 3 metros de distância. Sentindo um frio na espinha, a arqueira seguia pela noite carregando sua tocha procurando um lugar para pernoitar. Enquanto andava, Silméria ouviu sons abafados, parecia os sons de metal chocando-se contra metal, o barulho era muito similar ao de espadas se cruzando.

Os barulhos vinham de uma esquina que dava pra uma rua mais larga, e agora o que faria? Seguiria por esta rua ou tomaria outro caminho?
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Phyress em Qui Abr 18, 2013 5:45 pm

Silmeria caminhava em passos largos pelas ruas de Hilydrus. A neblina densa a deixava um pouco tensa, ela era uma combatente à distância e se algo acontecesse, teria dificuldades. Ao menos era esguia e ágil, provavelmente seria fácil desaparecer na neblina ou lidar com a situação usando lábia, mas era bom nunca subestimar as situações que poderiam acontecer. Queria apenas poder achar um local seguro para dormir e aguardar pelo dia seguinte.

Os sons abafados que podiam ser ouvidos em direção ao caminho que seguia lhe chamaram a atenção. Silmeria cessou os passos. Será que alguém lutava com bandidos a frente? Nesse momento, foi a curiosidade que moveu a meia-elfa. Com aquela neblina, ela teria que se aproximar muito para ver o que acontecia... Mas, talvez palavras esclarecedoras pudessem ser escutadas caso se aproximasse o suficiente. Também, naquele ambiente de neblina forte sua tocha provavelmente não revelaria sua localização tão facilmente.

Com passos lentos e leves, Silmeria continuou seguindo pela rua para descobrir o que estava acontecendo.
avatar
Phyress

Mensagens : 208

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 11
Raça: Meio-Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Bluesday em Sex Abr 19, 2013 3:44 pm

" Um ataque surpresa? Não esperaria menos de qualquer confronto em baixa visibilidade. "

Agora o elfo encarava suas adversárias, enquanto esperava por qualquer nova reação delas ou um contra ataque de Raigor. Pretendia correr na frente enquanto o ranger ataca-se de longe com seu arco, mas isso poderia ser o fim para os dois, portanto o elfo permaneceu aonde estava e ficou analisando bem a situação;

Via que as assassinas formavam uma posição triangular e que parecia que iria vir um ataque mais efetivo agora. Com isso em mente, acreditava que apenas sua espada não poderia ajudar tanto, pois agora o inimigo sabia de suas defesas e possíveis aberturas na armadura.

Parece que duas viram ao mesmo tempo e a última irá aproveitar uma brecha. Fique atento Raigor.

Embora Tenkai não tivesse certeza disso, já prepararia uma investida antes das assassinas chegarem muito perto. Quando elas se movimenta-se contra eles, o elfo rapidamente guardaria sua espada na bainha e puxaria seu bastão dourado das costas com muita força e velocidade, em um movimento diagonal que acertaria pelo menos duas das oponentes antes mesmo delas alcançarem os dois.

Já a terceira assassina o ranger teria que dar um jeito, pois assim que o elfo consegui-se acertar as assassinas com o bastão, após ela serem derrubadas, o elfo imediatamente avançaria com toda velocidade com sua espada élfica em mãos e não mediria esforços e cautela para acertar um golpe efetivo em uma delas. Tinha em mente uma espadada no pescoço, pois certamente o inimigo estaria no chão tentando se levantar ou já estaria em movimento, fosse qual a reação do inimigo, o segundo ataque do elfo seria assustadoramente rápido e tinha grandes chances de acertar uma delas ou se não as duas.

Mas Tenkai sempre estaria precavido de qualquer contra ataque vindo do oponente, e teria uma reação rápida para esquivar ou bloquear de alguma forma.

As cartas foram lançadas e estavam na mesa. Restava agora saber quem tiraria a melhor delas.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
avatar
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 28
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Sassa em Sab Abr 20, 2013 2:25 am

Sabrina fora surpreendida novamente, mas desta vez pelo barulho de um cavalo vindo em sua direção, a garota não sabia em que ponto da rua estava e muito menos a que distancia da parede, mas sabia que não podia ficar ali no meio, pois o que quer que fosse estava se aproximando. Mas antes que ela pensasse em algo, não houve tempo para tal, sem muita cerimonia a garota se jogou para o lado, caindo sentada ao chão assim que o cavalo brotou a sua frente. A unica coisa que pode notar era que estava sozinho, não havia ninguém o guiando, o que significava que o dono daquele animal ainda estava a frente. Cautelosa ela deu alguns passos a frente se aproximando bem devagar, e agora outros sons vinham a seus ouvidos, tinir de espadas, alguém se encontrava numa luta. A garota apertou um pouco mais o passo até poder ver o que estava acontecendo a sua frente.

_________________

Sabrina | Narração | Alice | "Pensamentos"
My invincible champion.

For.: E En.: S Agi.: D Dex.: D Vig.: D
L$: 1975
avatar
Sassa

Pontos de Medalhas : 200
Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : Ao lado do meu biscoitão *-*

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sab Abr 20, 2013 3:32 am

@Bluesday

Tenkai e Raigo agora se viam cercados por 3 assassinas sombrias e sedentas por seu sangue, sem outra alternativa decidiram confrontá-las. Enquanto Raigor se engajava em um duelo de espadas com sua agressora, Tenkai se preparava para enfrentar duas delas de uma vez só. Com uma velocidade incrível o elfo guardou sua espada e sacou seu bastão aproveitando o movimento para desferir um poderoso ataque horizontal que atingiria as duas inimigas ao mesmo tempo.

Infelizmente elas eram muito mais rápidas do que pareciam, e assim que o bastão de Tenkai iniciou sua trajetória, foi abruptamente bloqueado, aparado pela espada da primeira assassina que com dificuldade havia conseguido impedir o ataque. Enquanto isso sua companheira sacava algumas adagas e as arremessava em velocidade estonteante contra o elfo, foram ao todo 3 arremessos. Mesmo estando surpreso pela defesa das assassinas, Tenkai era um combatente experiente e não seria pego desprotegido facilmente. Ao perceber a ameaça da segunda assassina o elfo deslocou seu corpo para a esquerda em uma tentativa de esquivar, um dos punhais passou errando o alvo, o segundo resvalou em sua armadura na altura da barriga e o terceiro fez sua ponta negra e fria ser sentida pela carne do espadachim.

O punhal havia fincado na altura da cintura, bem na junta da armadura, uma parte vulnerável e pouco protegida, quase toda a sua lâmina estava para fora pois mesmo ali existia um pouco de proteção o que impediu uma penetração mais profunda. A primeira assassina nesse segundo, se recuperava da defesa que havia feito e agora atacava chutando o elfo na altura da cintura visando acertar o punhal de forma a cravá-lo ainda mais com seu pé. Tenkai por sua vez evitou o ataque bloqueando o pé da inimiga com seu bastão.

Agora ele havia voltado a posição original mas com o bastão em mãos. Um pequeno filete de sangue jorrava da altura de sua cintura sujando suas vestimentas e gotejando no chão. Atrás de si ele ouvia os sons de Raigor em sua luta contra a assassina, infelizmente por mais que quisesse não poderia ajudar seu companheiro pois ele próprio não se encontrava em posição de fazê-lo. Mais uma fração de segundo se passou, o que faria para se defender do próximo ataque?

Informações:
Spoiler:
Tenkai perdeu 3% de HP pelo ataque bem sucedido das assassinas, o punhal ainda está fincado no corpo, mas não causará maiores danos.




@Sassa

Assim que o cavalo passou, a garota se levantou apoiando em uma das paredes da rua, curiosa decidiu ver da onde aquele cavalo havia vindo. Ao seguir adiante começou a ouvir os sons de grunhidos acompanhados pelo clangor do metal chocando-se contra metal, os barulhos típicos de uma batalha. Quando aproximou-se mais, encontrou um cruzamento onde no centro 5 figuras lutavam.

Eram ao todo 3 mulheres vestindo-se com roupas negras e com adagas presas por todo o corpo, em suas mãos carregavam espadas de lâminas negras. As mulheres estavam em uma formação triangular cercando uma dupla de guerreiros, um era um sujeito que vestia-se com um manto verde e empunhava uma espada longa, o outro era um espadachim élfico que portava um bastão de metal e usava uma armadura estranha e chamativa, ele parecia ter apenas um braço. A posição em que Sabrina havia surgido a deixava atrás de duas das assassinas, justamente as que enfrentavam Tenkai, ao que parecia ninguém havia notado a presença da garota o que a deixava livre para agir.




@Phyress

Silméria andava furtiva e atenta, a escuridão da noite e a neblida a deixavam tensa, por precaução decidiu abandonar sua tocha que de pouco lhe ajudava para ter suas mãos livres. Depois colocou seu arco em punho e puxou uma flecha, armada, Silméria continuou, a corda de seu arco tensionada pronta para disparar ao sinal de qualquer ameaça. Finalmente após poucos passos a rua se abriu no que parecia ser uma minúscula praça, no centro um poço e próximo a ele, ela podia ver 2 corpos estirados no chão e duas pessoas em pé.

Uma das pessoas vestia-se com um manto negro, por baixo ela podia ver detalhes de uma armadura de couro, também negra. Nas mãos o homem carregava duas espadas estranhas de lãminas negras, seu rosto não podia ser visto pois uma espécie de máscara se levantava até o seu nariz deixando apenas seus olhos a mostra. Diante da figura de vestes negras tinha uma mulher de beleza radiante, uma guerreira que usava uma armadura dourada, seus cabelos eram lisos na cor castanho e pendiam até a altura das costas, nas laterais da cabeça era possível ver orelhas pontudas revelando sua raça. Em uma das mãos ela carregava uma espada longa e na outra um escudo, tanto sua arma quanto sua armadura estavam sujas de sangue revelando que fora ela a responsável pela morte daqueles que estavam a seus pés. A mulher e o homem travavam uma terrível batalha, tamanha era a sua concentração que não notaram a chegada de Silméria.

Assassino Misterioso


Guerreira Élfica
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Bluesday em Ter Abr 23, 2013 2:14 am

Tenkai infelizmente havia ficado na pior situação. Se lutar contra um inimigo já é complicado, imagine dois ao mesmo tempo. Entretanto, seu primeiro teste real com seu bastão fora muito eficaz, conseguindo evitar o golpe que faria uma das adagas um pouco fincada no corpo do elfo que as assassinas haviam arremessados contra o espadachim, acaba-se perfurando mais.

A situação era crítica, um simples erro de Tenkai e poderia ser o fim dele. Raigor que poderia ser sua ajuda, estava ocupado demais para ajudar, e ele próprio também tinha seus dois problemas para resolver antes que pode-se ir ajudar o ranger.

O elfo analisava a situação em questão. As duas eram igualmente rápidas, e o menor deslise dele acabaria em mais sangue dele sendo jorrado. Teria que manter a distancia e por sorte tinha seu bastão e força para movimentar ele com velocidade. Com movimentos simples ele poderia evitar alguns ataque, mas talvez apenas esperar não fosse algo realmente útil.

" Não posso abandonar essa arma agora e dar a chance de perde essa vantagem da distancia. "

Tenkai olhava para as duas assassinas numa fração de segunda e imediatamente erguia seu bastão e o leva-vá para junto de seu ombro e ficava segurando o mesmo como se fosse uma espada enorme de duas mãos. Com sua força e sua velocidade o elfo poderia puxar o bastão por cima de forma violenta na primeira que o ataca-se. Pretendia inutilizar uma das duas que viesse primeiro, e com certeza um bastão como aquele faria um grande estrago em qualquer um.

Porém ele talvez não teria tanto tempo e velocidade para puxar seu bastão de volta, afim de conter a segunda assassina que viria com toda velocidade que possuía. Então se ele acerta-se uma das assassinas ou não, ele simplesmente iria girar seu corpo para a direita de maneira muito brusca. Isso iria fazer uma barreira com o bastão que empurraria com violência a segunda assassina, se não as duas.

Se consegui-se ter sucesso naquele golpe, empurrando o inimigo para o lado e tirando seu equilíbrio, continuaria sua rotação e começaria a erguer novamente seu braço e tentaria fazer o mesmo movimento que havia feito no primeiro ataque, visando a segunda assassina. No entanto, ele não se limitaria somente na segunda, pois mesmo que acerta-se a primeira assassina em sua primeira ação, ela poderia se levantar e voltar ao confronto.

Portanto o elfo estava bem atento as duas assassinas, mesmo que uma das duas tivesse sido acertada em algum golpe. Por isso então o elfo apostava em ataques devastadores e a distancia, pois havia notado também que seu bastão fazia uma grande diferença contra aquelas duas assassinas. Afinal por mais rápidas que elas fossem, Tenkai também era e sabia manejar suas armas muito bem.


oFF - Poste fraco. As ideias não fluirão como sempre.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
avatar
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 28
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Phyress em Ter Abr 23, 2013 2:50 pm

Diante daquela situação, Silmeria imaginava que a mulher devia ter sido atacada pelos três homens. Mas por que? Aqueles homens não pareciam comuns também, em uma cidade supostamente tão segura, quase ninguém andaria até mesmo com o elmo equipado.

Silmeria ponderava se deveria agir ou não, com aquele manto era difícil encontrar um ponto vulnerável da armadura, ainda mais sabendo a variedade de modelos de armaduras de couro que existiam. Poderia tentar atingir os olhos do homem, mas isso provavelmente o mataria sem que fosse possível retirar informações dele.

Mas não foi apenas a dificuldade de poder agir contra aquele homem que faziam com que Silmeria hesitasse. Também, aquela mulher. Uma elfa. Não havia conhecido um elfo puro que tratasse bem mestiços ou fosse, ao menos, indiferente. Não que fosse um problema para Silmeria esconder sua raça por algum tempo, mas hora ou outra seria descoberta.

A melhor opção lhe pareceu aguardar. Os dois olhos abertos estavam fixados no homem misterioso. A meia-elfa aguardava para ver os movimentos do homem, assim provavelmente sua movimentação exporia sua armadura para que Silmeria pudesse identificar seus pontos vulneráveis. “Talvez embaixo do braço... Tsc. Com esse manto é dificl ter certeza.” ela pensou. Silmeria, como caçava de vez em quando, estava acostumada a ser paciente e aguardar o momento certo. Ela aguardaria e, assim que conseguisse enxergar algum ponto vulnerável, atiraria. Se as coisas começassem a ficar complicadas para a guerreira, Silmeria teria arriscar um tiro na região abaixo do braço, na axila do homem, única região que costuma ser vulnerável em qualquer armadura.
avatar
Phyress

Mensagens : 208

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 11
Raça: Meio-Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Sassa em Sex Abr 26, 2013 12:27 am

Sabrina levantou-se ladeando as paredes da viela com calma e bem furtiva, tentou ser o mais discreta possível e não dar nenhuma brecha para que alguém ou algo pudesse lhe pegar de surpresa. Quando ela se aproximou mais do local, chegou a uma trifurcação onde la se encontravam algumas pessoas em plena luta, uma delas era um elfo, usava uma espada e pelo que pude notar não tinha um dos braços. Ficou difícil saber se ele havia perdido o membro durante a luta ou se ele já era assim antes, os outros indivíduos eram duas mulheres vestidas de preto, ambas viradas em direção ao elfo e de costas para mim. Naquele momento percebi o que acontecia, o elfo provavelmente era o dono do cavalo e havia sido abordado pelas duas mulheres, que supostamente eram ladras. Olhando mais um pouco pude distinguir mais duas silhuetas atras do elfo, mas devido a nevoa, não pude identificar o que eram.

"O que faremos Alice? Esse elfo maneta não ta com cara de quem vai vencer essas duas não, e sabe-se la quem esta ali atras dele, e se forem mais inimigos?"

"Mais um motivo pra gente ir embora daqui, se forem mais inimigos e eles não gostarem de nós, estaremos 4 contra 2."

"Vou observar de longe, ver no que isso vai dar, pode ser interessante."

"Faça como quiser..."

Alice claramente não gostava da ideia de ficar ali observando, era um erro e eu sabia disso, mas não me importava, já estava perdida de qualquer forma, sair por ai poderia ser motivo pra ser encontrada por um outro bando de assaltantes. Era bem melhor ficar ali e assistir tudo de camarote, caso algo desse errado, simplesmente correria... Ou não.

_________________

Sabrina | Narração | Alice | "Pensamentos"
My invincible champion.

For.: E En.: S Agi.: D Dex.: D Vig.: D
L$: 1975
avatar
Sassa

Pontos de Medalhas : 200
Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : Ao lado do meu biscoitão *-*

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por NR Nayruni em Sex Maio 17, 2013 6:52 am

OFF: Desculpem o atraso pessoal, não vou dar desculpas, estava meio desmotivado e sem ideias. Bom vamos ao que interessa.




@Hayate

Depois de um ano de campanha ao lado de Aldarion, alguém que ele aprendeu a aceitar como amigo, Hayate havia se moldado um novo homem, outrora apenas um lupino perdido em suas dúvidas e ingenuidade agora ele era um guerreiro crescido e com certa maturidade. Após uma separação amigável a dupla de amigos decidiu que seguiriam caminhos separados por um tempo. Hayate observou o juggernaut sumir no horizonte rumo ao norte, apenas quando seu amigo ja não era mais visível, ele mesmo se colocou a trilhar seu próprio caminho. O destino? Hilydrus.




@Bluesday, Hayate e Sassa

A situação era arriscada para Tenkai, ele sabia que se fizesse um movimento em falso estaria condenado, aquelas mulheres não eram amadoras. Novamente pararam por um segundo, os 3 se entreolharam, Tenkai decidiu apoiar seu bastão no ombro para se posicionar melhor, mentalmente preparava-se para a investida das assassinas.

Porém, seus planos iriam por agua abaixo quando percebeu o movimento que elas faziam, em lugar de avançar contra ele as agressoras passaram a se mover de forma a flanqueá-lo. Tenkai sabia que não seria rápido o suficiente para atacar as duas mulheres com um único movimento como havia planejado, então decidiu se focar em uma enquanto tentaria esquivar-se da segunda. Em uma fração de segundos as duas assassinas puxaram novas adagas de arremesso e atiraram contra o elfo mirando divertos pontos vitais. Tenkai habilmente saltou para o lado aterrisando em uma cambalhota, a manobra foi um sucesso fazendo com que os punhais terminassem sua trajetória colidindo contra o chão de pedra.

Porém, para se esquivar desta forma Tenkai teve que largar seu bastão, mas aquilo não era um problema ele ainda tinha sua espada. Enquanto se levantava velozmente da cambalhota o elfo sacava sua espada e virava-se bem a tempo de aparar um golpe de espada que partiria sua cabeça ao meio. No mesmo segundo em que Tenkai travava sua espada contra a espada de uma das assassinas, ele via a segunda agressora vindo pela lateral pronto para espetá-lo, infelizmente ele não tinha como se esquivar e sua espada estava ocupada com a lâmina de outra inimiga.

A sucessão de eventos que veio a seguir surprienderia tanto Tenkai, quanto Sabrina e Raigor. No mesmo segundo em que a assassina avançava para espetar o elfo, esta passou em frente a uma das muitas portas de madeira que estavam na rua e neste exato instante, um estrondo fez-se ouvir e a porta voou violentamente em cima da mulher enquanto era impulssionada por um enorme ser medindo pouco mais de dois metros de altura. Pega de surpresa, a assassina voou longe com a força do impácto caindo no chão desajeitamente com a porta em cima dela.

Sem dar tempo de reação, a criatura negra e assustadora avançou com um rosnado em direção a assassina que travava sua espada com a de Tenkai, tomada pela surpresa a mulher não teve tempo de reagir fazendo com que o ataque a acertasse em cheio na altura do estômago. A espada do novo combatente penetrou fundo em sua carne enquanto Tenkai, Raigor e Sabrina observavam perplexos a cena. Em seguida o grande ser segurou sua vítima pelo pescoço usando a mão livre e com uma enorme brutalidade puxou sua espada com violência causando um rasgo por onde tripas e orgãos saiam sujando todo o chão enquanto davam ao elfo e ao seu novo aliado um banho de sangue.

Paralelamente Raigor surgia vitorioso de sua batalha e aproveitando-se da situação deu fim a assassina que ainda se levantava debaixo da porta separando a cabeça do corpo. Agora que a ameaça das 3 agressoras havia sido eliminada, a dupla de guerreiros podia olhar melhor para aquele que os havia ajudado. Tratava-se de um poderoso lobisomem completamente negro, ele media pouco mais de 2 metros de altura e por mais que isso possa parecer exótico, trazia em uma das mãos uma espada. O braço da arma tinha uma peça de armadura similar a uma luva de ferro enquanto que o ombro esquerdo tinha uma ombreira cheia de espinhos, seu corpo era incrivelmente largo e musculoso. A bocarra do monstro apresentava-se repleta de dentes afiados e seus olhos brilhavam em vermelho. Por um segundo Tenkai e Raigor duvidaram se aquilo era um aliado ou um inimigo, mas logo acalmaram seus ânimos ao ver que surpriendentemente o lobisomen limpava sua espada guardando-a em seguida na bainha de forma civilizada e racional.

Sabrina observava tudo aquilo das sombras, supresa com a cena espetacular que havia se desenrolado. Afinal quem eram aquelas pessoas? E aquele lobisomem?




@Phyress

A meio-elfa havia tomado sua decisão, tentaria ajudar a mulher em armadura dourada. Esguia como era, a arqueira se posicionou com arma em mãos pronta para disparar sua seta mortal, a neblina naquela distância pouco atrapalhava e o fato de ser uma meio-elfa fazia a escuridão deixar de ser um empecilho. O suor correu por sua testa e deslizou pelas orbitas de seus olhos enquanto ela aguardava o momento exato para atacar.

Segundos se passaram e Silméria viu que o estranho de vestes sinistras era extremamente habilidoso, talvez até mais que sua rival. Em um certo momento ele conseguiu acerta um chute na barriga da mulher fazendo-a perde o equilíbrio caindo no chão sentada, certamente era o fim, ela não teria tempo de levantar para se proteger a tempo da lâmina do assassino que se erguia sobre sua cabeça. Essa era a hora exata para Silméria agir.

Seus dedos soltaram a pena da flecha, a tensão abandonou o cordão do arco a medida que este se retraiu e um zunido característico foi ouvido quando a seta mortal viajou até seu alvo. Como Silméria havia suposto, as axilas de seu oponente não possuiam nenhuma proteção e no exato momento que este ergueu seu braço para ceifar a vida de sua inimiga, foi atingido em cheio. A flecha penetrou profundamente em sua carne entrando até a metade e tornando o uso do braço esquerdo impossível.

Furioso o homem se virou para ver quem o havia atacado esquecendo-se por alguns segundos da mulher de armadura dourada, no momento que fez isso a guerreira se aproveitou e enficou sua espada na barriga do homem. Silméria apesar de nervosa com a situação era uma arqueira habilidosa e havia se acostumado a viver sob tensão após se aventurar ao lado de Aldarion e Hayate. Sem dar chance para o inimigo puxou uma segunda flecha e disparou, esta cravou em seu olho esquerdo dando um fim completo a sua vida nefasta. Com o oponente derrotado, a mulher ergueu-se do chão, depois limpou sua espada nas vestes do assassino derrotado guardando-a em seguida.

- Muito obrigada pela sua ajuda! Você salvou a minha vida! - Disse ela caminhando até Silméria, com seu rosto sério, cheio de autoridade e sua voz doce e afinada repleta de emoção.

- Agora estou em dívida com você. Por favor venha comigo, estas ruas não são seguras e tenho certeza que mais assassinos poderão surgir. - A mulher deu uma pausa, olhou para os lados, então voltou a olhar para Silméria. - Me chamo Lady Lisbeth e estou as suas ordens. Agora por favor vamos, me siga. - Insistiu Lisbeth, sua voz ainda cheia de tensão demonstrando grande preocupação.

E agora, o que Silméria faria? Confiaria na estranha?[/fonte]
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Torak em Sex Maio 17, 2013 8:30 pm

Aprendeu muito neste ano que passou treinando com Aldarion. Por mais que o guerreiro parecesse bruto e frio, Hayate sabia que era apenas uma máscara. Ele era um bom mestre afinal das contas. Ensinou o lycan a usar bem uma espada, poderia-se considerar um espadachim agora ou algo bem próximo disso. Durante esse tempo todo Hayate treinou para manter-se em sua forma lupina o maior tempo possível. Nunca antes havia tido seu orgulho ferido, mas um encontro com um Lobisomem Puro conseguiu tal proeza. Sabia que era um impuro, mas não tinha vergonha disso, orgulhava-se de sua raça e queria provar a si mesmo que dominava a fera. E conseguiu. Praticamente abandonou sua forma humana, mantendo-se como um lobisomem negro o tempo todo, conseguindo até mesmo falar. Assim era um guerreiro formidável, principalmente depois que armou-se e conseguiu montar uma armadura com algumas peças. Depois de um ano inteiro, precisava aventurar-se sozinho por um tempo. Era necessário, e amigavelmente despediu-se de Aldarion. Encontraria seu mestre novamente algum dia.

-------------

O lupino não gostava muito da área pobre de Hilydrus. Não pelas construções interminadas ou pelas pessoas mal vestidas, isso jamais o incomodou. Mas o cheiro era forte, e na forma lycan seu olfato era ainda mais delicado. Tentava apenas ignorar isso. Afinal, ali era um dos poucos lugares que ninguém o incomodava por sua aparência feral, até o respeitavam. Mas ali procurava especialmente pelo casebre que havia alugado com Aldarion. Depois que aprendeu a contar dinheiro, Hayate também soube como usá-lo. Iria apenas descansar por hoje e amanhã deveria entregar a casa como havia encontrado. Se bem que não se lembrava do estado original.

Encontrou a casa sem problemas apesar dos inúmeros becos pelos quais precisou passar. Uma névoa começava a tomar conta do lugar, talvez fosse fazer frio esta noite. Abriu a porta de madeira e entrou. Não era nada cinco estrelas. Na verdade, tudo que havia naquele espaço 4x4m eram dois colchões, um lampião e um baú velho. O colchão onde Hayate dormia era especialmente rasgado em vários pontos, já que enquanto dormia acabava acidentalmente rasgando o tecido. Esperava que o dono do lugar não se importasse. Enfim fechou a porta e deitou-se, precisava de um belo descanso.

------------

Acordou com um cheiro forte e desagradável. Mais do que isso, lembrava-se exatamente do que significava o cheiro: vampiros. Se fosse um bom tempo atrás, Hayate não se importaria com isso, o cheiro apenas era incômodo. Mas no último ano havia visto atrocidades revoltantes que estes seres eram capazes de fazer. Junto do cheiro ouviu o som de metal se chocando e respiração ofegante. Os vampiros estavam atacando alguém.

Levantou-se no silêncio que pôde e aproximou-se da janela. Três vampiras atacavam dois homens, e era tudo que precisava ver. Seus olhos brilharam em vermelho com o frênesi que o consumia. Tomou distância da porta... e jogou-se contra ela, a arrebentando e atingindo uma das vampiras no processo. Não deu a elas tempo de pensar no que estava acontecendo, avançando em direção à próxima assassina e cravando sua espada bastarda em sua barriga. Com a mão livre, ergueu-a pelo pescoço, apertando o suficiente para rasgar-lhe a carne enquanto puxava a espada e fazia os órgãos e vísceras pintarem o chão de vermelho. Soltou um rugido contra o rosto da vampira enquanto o que poderia se chamar de vida esvaía-se de seu corpo, jogando-a no chão em seguida. Percebeu que um dos homens havia dado um fum nas outras duas. Ele era rápido.

Passou a parte chata de sua espada nos pêlos de seu antebraço, limpando o sangue que havia na lâmina. Aos poucos seus olhos paravam de brilhar em vermelho. Não gostava de ficar em frênesi, mas contra vampiros era inevitável. Olhou para a porta que havia arrebentado. Talvez o dono da casa não se importasse, só talvez... Depois fitou os dois homens, reparando que um deles era um elfo.

— Estão feridos? Porquê essas vampiras atacaram vocês? — Falou com uma voz rouca que só poderia pertencer a um lobisomem, por mais incomum que fosse um deles falar. Embanhou sua espada, esperando a resposta dos dois.

_________________

Torak

Habilidades Especiais
MO: 2225

Força: B
Energia: F
Agilidade: D
Destreza: D
Vigor: C
avatar
Torak

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 124

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 9
Raça: Lobisomem Impuro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] Uma Ameaça de Outro Mundo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 17 1, 2, 3 ... 9 ... 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum