Fórum Inativo!

Atualmente Lodoss se encontra inativo. Saiba mais clicando aqui.










Vagas Ocupadas / Vagas Totais
-- / 25

Fórum Inativo!

Saiba Mais
Quadro de Avisos

>Dizem as más línguas que o anão Rookar, que fica no Porto Rangestaca, está procurando por mercenários corajosos - ou loucos - que estejam afim de sujar as mãos com trabalhos "irregulares". Paga-se bem.

> Há rumores sobre movimentações estranhas próximas aos Rochedos Tempestuosos. Alguns dizem que lá fica a Gruta dos Ladrões, lar de uma ordem secreta. Palavra de goblin!

> Se quer dinheiro rápido, precisa ser rápido também! O Corcel Expresso está contratando aventureiros corajosos para fazer entregas perigosas. Por conta da demanda, os pagamentos aumentaram!

> Honra e glória! Abre-se a nova temporada da Arena de Calm! Guerreiros e bravos de toda a ilha reúnem-se para este evento acirrado. Façam suas apostas ou tente sua sorte em um dos eventos mais intensos de toda ilha!




Quer continuar ouvindo as trilhas enquanto navega pelo fórum? Clique no botão acima!

Baía dos Pescadores

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ir em baixo

Baía dos Pescadores

Mensagem por ADM GabZ em Seg Fev 24, 2014 10:17 am

Relembrando a primeira mensagem :


Localizada no extremo sul da Península de Ruff, a Baía dos Pescadores é um enorme lugar e perfeito para fisgar os mais variados tipos de peixes. Três rios da ilha deságuam aqui, e ainda por cima existe uma entrada para o mar. Graças a isso a diversidade embaixo d'água é incrível, atraindo pescadores de todos os cantos do mundo. A baía já possui pontos certos para pesca, principalmente nas enormes rochas que repousam em meio à água. Muitos pescadores moram por perto e conseguem ganhar a vida com a riqueza de peixes oferecidas pela baía, sendo considerada até mesmo um lugar sagrado para alguns. Até mesmo monges, magos e feiticeiros eventualmente aparecem na baía para beber de sua água ou para levá-la em pequenas jarras.

Um dos pescadores mais veteranos dali e que pode certamente lhe dar algumas dicas e iscas é Fergus, um humano corpulento de um bigode espesso e careca lisa. Ele está sempre disposto a ensinar novatos apesar de sua aparência bruta, sendo um ótimo mestre na arte da pesca. Ele também conhece cada pedaço da baía — acima d'água, claro. O que não faltam são lendas a respeito de criaturas que se escondem nas profundezas, e na verdade ninguém sabe o quão fundo é o lugar. Alguns dizem que existem túneis levando a gigantescos lagos subterrâneos por toda Lodoss, e que algumas criaturas de lá as vezes se aventuram por estes túneis. A viagem é longa demais para qualquer um que não respire debaixo d'água, e ninguém ali tem certeza da veracidade destas informações.

Claro que a fartura também atrai predadores naturais. Ursos e panteras algumas vezes se aventuram, mas não representando perigo aos pescadores. Há quem diga que, durante a noite, alguns wyverns e dragões jovens vêm tentar a sorte, sobrevoando poucos metros sobre a água e por entre as rochas. Eventualmente caem na água com seus corpos desajeitados, enroscando-se nas linhas e redes deixadas pelos pescadores, as arrebentando para fugir. Fergus adora contar sua história de como salvou um pequeno wyvern — do tamanho de um cão adulto — e que o criou por algum tempo. Na época ele era jovem e não haviam muitos pescadores, por isso ninguém pode confirmar sua história. Quem sabe. Pode ser apenas mais uma história de pescador.


Última edição por ADM GabZ em Sab Jul 15, 2017 7:19 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
ADM GabZ

Pontos de Medalhas : 999
Mensagens : 1033
Localização : Extrema - MG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Humano

Ver perfil do usuário http://www.flickr.com/photos/gabzero

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Baía dos Pescadores

Mensagem por Kaede em Ter Fev 23, 2016 1:24 am

Ao receber o convite do velho e começar a ouvir a minha mãe começar com a sua mania super protetora, decidi falar. Me levantei da cadeira em que estava sentado recebendo os curativos e ainda de cabeça baixa, segurei a minha mãe pelos ombros... fiz uns 3 ou 5 cinco segundos de silencio, pensando no que eu iria falar, ergui a minha cabeça e a olhei nos olhos e lhe disse.

_Desculpe mãe, mas eu sinto que preciso ir! Brevemente estarei na academia de magia, esta é uma chance de poder colocar em pratica o que o vovô me ensinou durante esses anos. Entenda mãe, nem sempre poderei estar sobre os seus olhos, sei que pode ser difícil, mas eu irei voltar. Então por favor, aceite desta vez!_

Enquanto falava com minha mãe, mentalmente esperava que o vovô aparecesse pela porta falando algo para a minha mãe e concordando comigo. Me virei para o velho que me fez o convite e o olhei falando.

_Sim, eu aceito! Só me de um tempo para poder preparar algumas coisas e partiremos... Preciso escrever uma carta para Melanie, lhe contando sobre isso também!_

Olhei mais uma vez para a minha mãe, um pouco triste, mas ainda assim confiante de minha escolha e balancei a cabeça de maneira positiva e enfim segui para o meu quarto para separar algumas de minhas coisas para a ocasião, olhei para minha escrivaninha e pensei no que iria escrever para Melanie.

_________________
Força: D  Energia: D  Agilidade: E  Destreza: D  Vigor: E
Ficha - HEs

Rápido como o vento, silencioso como uma floresta, feroz como o fogo e inabalável como uma montanha.
avatar
Kaede

Mensagens : 51

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Meio-Dragão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baía dos Pescadores

Mensagem por NT Blues em Sab Mar 05, 2016 11:13 am

Um silêncio se instaurava naquele lugar. Todos os olhos se voltavam para Sollrac e em suas palavras. Principalmente a de sua mãe.

Mas meu filho...

Ela tentava argumentar. Mas... Ao citar seu pai, ela ficou um tanto emotiva. Havia um respeito mutuo sobre o sujeito.

Ohhh senhor... Meu garoto está crescendo — Comentava para si mesma.

Já que estamos decididos. Vá se aprontar garoto. O tempo urge.

E assim o rapaz fez. Foi para seu quarto e preparou suas coisas. Sollrac levou algum tempo devido a carta que escreverá para Melanie. Mas logo estava gravada com várias palavras de despedidas, de crescimento e estudos e obviamente de retorno. O jovem confiou a carta a sua mãe, que a segurou com as duas mãos junto do peito. Seus olhos estavam cheios de orgulho e apenas os dois homens do mar podiam notar aquilo. Mãe e filho se despediam com um abraço longo e apertado. Este que Sollrac iria sentir falta.

Todos agora se encontravam fora da casa. Partiam finalmente. Mas antes o trio Arliden, Fergus e Sérpicos passaram antes na casa do velhote. Pegaram suas coisas e se encontraram no navio do capitão. Embarcaram e o capitão recepcionava a todos. Se direcionava para os três rapazes e apresentava uma dupla de marujos um tanto peculiar.

Eles eram fortes e altos, cada um com 1,95 de altura. Usavam roupas simples, finas e aparentemente bem justas. Suas faces eram idênticas, como se fossem irmãos gêmeos. No entanto, um era loiro e mais branco e o outro tinha o cabelo castanho e pele mais queimada de sol. Ambos tinham a barba por fazer e eram bastante sorridentes. Era como se a maior turbulência do mundo não fosse capaz de vencer o sorriso daqueles dois.

Dupla:

Mr. White, Mr. Black... Te apresento os novos tripulantes. Eles vão dar uma mão no que precisar. Mas não abusem da boa vontade deles. São convidados apesar de tudo e não irão tão longe conosco. Então não tentem nenhuma gracinha.

HoHoHoHohOHo novos marujos — Exclamava Mr. White, O Loiro.

HuHUHUHuHuHU que dia maravilhoso — Completava Mr. Black, O Castanho.

Sem gracinhas eu disse.

HuHoHuHoHUHo Certo capitão — Respondia os dois ao mesmo tempo.

O capitão se virava e ia para o leme junto de Fergos que o acompanhava. Logo apenas os cinco restavam ali no meio do convés.

Então rapazes...

Vocês nós ajudaram aqui em cima...

Manuseando as velas do navio.

Quando falarmos para puxarem a corda...

Vocês puxam!

Viu como é fácil?

HoHUHoHUHoHU

Agora vamos ao trabalho.

Para aquelas cordas ali...

E você pequeno Boy — Falava para Sollrac.

Vá até o mastro e puxe aquela corda quando o capitão anunciar a partida, certo? — Dava uma piscadinha para o rapaz.

Os dois garanhões aqui puxem as cordas laterais para trás ao mesmo tempo quando o garoto soltar a corda que prende as velas...

Pois precisamos desatracar o navio e seguir em frente.

Estão preprados?

Houve apenas o tempo de resposta dos rapazes para os dois marinheiros. Pois o capitão começava a berrar.

TRIPULAÇÃO VIAJANDO AO ALÉM. AO TRABALHO SUAS BARATAS CASCUDAS! AAAHAHAHAHAHA!!!

E foi dado o anuncio da partida. Era hora de mexer os músculos e por aquele navio para zarpar.


Info:
Dei uma adiantada nas coisas, pq se não seria muito tedioso. E pretendo fazer isso no próximo post também.

Sollrac, não sei se queria ou não descrever a carta. Mas se queria, pode fazer isso no seu próximo post antes da despedida a mãe do personagem.

_________________
" O próprio egoísmo de querer manter a paz traz guerras, e assim o ódio nasce para proteger o amor "

avatar
NT Blues
Narrador em Teste
Narrador em Teste

Pontos de Medalhas : 8000
Mensagens : 248
Idade : 28

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: +8000
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baía dos Pescadores

Mensagem por Kaede em Seg Mar 28, 2016 2:00 am

Ao subir para o meu quarto fui direto para a minha escrivaninha para escrever a carta, procurei não deixa-la preocupada com os ocorridos dessa manhã e a carta continha várias palavras sobre uma viajem de crescimento e estudos para se ter antes de ir frequentar a academia de magia e também de retorno e pelo amor que sente pela elfa.
Terminado, me preparei para a aventura, vesti minha armadura e me equipei com a minha espada apenas decidi não levar as minhas anotações dos estudos de magia que estava no meu grimório e desci as escadas. Entreguei a carta a minha mãe.

_Mãe entregue ao pombo correio de Melanie, ele deve chegar ao final da semana como é de costume e também estrei de volta em breve._

Assim lhe dei um abraço e em seguida me abaixei e fiz um carinho em Garou, que também estava por perto.

_Sinto muito amigo, mas desta vez você vai ficar! Mamãe precisa de você para ajuda-la a cuidar da segurança do lar. Prometo lhe trazer um osso enorme de algum monstro que eu derrubar!_

Assim mais uma vez dei um abraço em minha mãe, dessa vez um longo e mais forte abraço e durante esse abraço lhe falei em seu ouvido.

_Não se preocupe, eu irei voltar!_

Com as despedidas feitas segui caminho com os outros para o navio, não demorou muito para chegarmos ao navio e logo o capitão apresentou ao grupo dois homens engraçados e estranhos, eles pareciam serem irmãos gêmeos, mas com uma diferença de etnia...
Talvez fossem um tipo de segundo imediato do capitão ou somente marujos...

Eles deram algumas ordens para podemos começar a preparar o navio para desatracar. Fui instruído a puxar uma corda assim que o capitão anunciasse a parida do navio e assim o fiz quando o capitão começou a berrar.
Era gostoso o passeio de navio, sentir a brisa vinda do mar e ver as gaivotas voando naquele imenso céu azul, mas o que me preocupava era os estranhos peixes que estavam acima dos tubarões na cadeia alimentar. Ficava me perguntando o que eram exatamente aqueles seres e volta e meia eu olhava o mar pela borda do navio, para ver se encontrava algum sinal de tais criaturas...

_________________
Força: D  Energia: D  Agilidade: E  Destreza: D  Vigor: E
Ficha - HEs

Rápido como o vento, silencioso como uma floresta, feroz como o fogo e inabalável como uma montanha.
avatar
Kaede

Mensagens : 51

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Meio-Dragão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baía dos Pescadores

Mensagem por Sérpico em Qua Abr 06, 2016 12:56 pm

Prestou pouca atenção no que aconteceu à sua volta, em relação àquela despedida em família. Aquilo fez Sérpico se lembrar da própria família, então se afastou depressa, ficou de mau humor.

Já no barco, Sérpico decidiu que era melhor manter distância dos dois esquisitões. E depois ficou se perguntando porque cotovelos o capitão tinha de gritar daquele jeito, a tripulação era meia dúzia de homens e todos ali ouviam muito bem, oras. É, estava de mau humor. Fez o que tinha de fazer, já sem nenhuma urgência. Ao menos agora estava em curso.

_________________
Sérpico Vandimion
Habilidades
L$:
Atributos: Força: C (8), Energia: C (8), Agilidade: C (8), Destreza: C (8), Vigor: C (8)

Senso de direção: sempre sabe para onde é o norte, e sempre sabe voltar por qualquer caminho que tenha feito.
Senso de distância: pode julgar distâncias exata e automaticamente.
Sentido temporal: sempre sabe que horas são, e pode cronometrar eventos como se tivesse um relógio exato.

Itens: Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho
Itens (UAOM): Cinto com (8) adagas (nível 1), Espada curta (nível 1), Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho, Berrante, Poção de cura menor.
avatar
Sérpico

Mensagens : 201

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 14
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baía dos Pescadores

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum