Fórum Inativo!

Atualmente Lodoss se encontra inativo. Saiba mais clicando aqui.










Vagas Ocupadas / Vagas Totais
-- / 25

Fórum Inativo!

Saiba Mais
Quadro de Avisos

>Dizem as más línguas que o anão Rookar, que fica no Porto Rangestaca, está procurando por mercenários corajosos - ou loucos - que estejam afim de sujar as mãos com trabalhos "irregulares". Paga-se bem.

> Há rumores sobre movimentações estranhas próximas aos Rochedos Tempestuosos. Alguns dizem que lá fica a Gruta dos Ladrões, lar de uma ordem secreta. Palavra de goblin!

> Se quer dinheiro rápido, precisa ser rápido também! O Corcel Expresso está contratando aventureiros corajosos para fazer entregas perigosas. Por conta da demanda, os pagamentos aumentaram!

> Honra e glória! Abre-se a nova temporada da Arena de Calm! Guerreiros e bravos de toda a ilha reúnem-se para este evento acirrado. Façam suas apostas ou tente sua sorte em um dos eventos mais intensos de toda ilha!




Quer continuar ouvindo as trilhas enquanto navega pelo fórum? Clique no botão acima!

Mar Baylen

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Mar Baylen

Mensagem por ADM GabZ em Ter Fev 05, 2013 2:43 am




Mar Baylen é o tempestuoso mar que banha a costa Oeste de Lodoss. De uma extensão inimaginável, até hoje ninguém faz a mínima noção de sua total capacidade. O mar é também um tanto misterioso e carrega consigo diversas embarcações para longe dali em viagens perigosas ou até mesmo para seu próprio fundo, onde residem apenas os restos do que um dia fora uma tentativa de desbravar aquele imenso mar. Inicialmente o começo de Baylen é relativamente tranquilo e muitas embarcações podem ser vistas. É tal como um porto secundário para a chegada e saída de tripulantes que geralmente vêm do continente que fica mais aquém de Lodoss, o Continente Shane.

Baylen tem suas águas em um profundo azul escuro e muitos marinheiros dizem que de noite o mar se transforma. A travessia total é totalmente perigosa e surgem comentários e boatos que o próprio mar testa aqueles que estão aptos a navegar por suas águas, enviando tempestades, altíssimas ondas, redemoinhos, tornados e até mesmo criaturas marítimas desconhecidas. Os que sobrevivem, simplesmente perdem a sanidade e de fato, não se pode confiar em nenhuma palavra. Portanto, se você realmente quer saber, tem de se por a prova dos perigos existentes.

Ademais, o mar carrega uma beleza excepcional. Sua orla é rodeada por montanhas cujas paredes formam diversas grutas passivas de serem visitadas por qualquer explorador e suas areias têm um tom diferentemente avermelhado, embelezando ainda mais o local e escondendo o perigo de suas entorpecentes águas.


Última edição por ADM GabZ em Sab Jul 15, 2017 7:37 pm, editado 2 vez(es)
ADM GabZ
ADM GabZ

Pontos de Medalhas : 999
Mensagens : 1232
Localização : Extrema - MG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Humano

Ver perfil do usuário http://www.flickr.com/photos/gabzero

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Hitoezaki em Dom Mar 31, 2013 12:44 pm

Junto a um emaranhado de cordas um homem velho e enrugado trabalhava em um nó ríspido, quando foi incomodado por outro rapaz que mal pediu licença e já lançou-lhe uma pergunta. O velho arqueou as sobrancelhas e olhou nos olhos do rapaz. — Capitão Russel? Hum! Russel... sim, conheço o Capitão Russel. — Ergueu o braço apontando para uma das embarcações. — Ali, certamente irão encontra-lo. — E voltou a trabalhar no nó, olhando vez ou outra para os rapazes.

Hitoezaki observou por alguns instantes o navio que o velho havia indicado, ficou um pouco relutante em ir entrando de uma só vez no navio, mas não era uma situação que exigia formalidades. Não demorou muito e entrou a bordo perguntando pelo capitão, no momento pediu que Skulley apresentasse o pergaminho para que pudessem identifica-los como enviados de Aghy. Esperava que assim poderiam ter mais informações sobre a missão.

_________________



Atributos:

Força: 1 [F]
Energia: 4 [E]
Agilidade: 5 [E]
Destreza: 4 [E]
Vigor: 2 [F]
Moedas de Ouro: 0
Hitoezaki
Hitoezaki

Mensagens : 30

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Captain Skull em Dom Mar 31, 2013 9:16 pm

Enquanto Hitoezaki cuidava dos detalhes de busca, Admiral observava a grandiosidade de todas aquelas embarcações e se imaginava dentro de todas elas travando batalhas épicas. Também não deixou de notar a vida que aqueles homens levavam, todos sujos e mal alimentados, isso deixava o garoto um tanto espantado com a condição que os marujos eram submetidos. Seu devaneio foi interrompido quando Hitoezaki começou a andar na direção em que um homem lhe recomendara ir.

Ao chegar no tal navio, Admiral ficou entusiasmado, em parte pela viagem e em parte pelo som característico da madeira a cada passo que dava. Enquanto procurava pelo capitão, Hitoezaki pedia ao jovem o pergaminho que lhe fora entregue pelo oficial, no começo da tarefa, prontamente começou a dar leves batidas em seus bolsos, onde rapidamente achou o artefato e o entregou para seu amigo.

_________________

Admiral Skulley

Atributos:

Força: 6 [Rank: E]
Energia: 2 [Rank: F]
Agilidade: 2 [Rank:F]
Destreza: 2 [Rank:F]
Vigor: 4 [Rank:E]

Moedas de Ouro: 0

Fala, Ação, Pensamento
#CD5555 #FFEC8B
Captain Skull
Captain Skull

Mensagens : 15

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Akira em Ter Abr 02, 2013 12:47 am

@ Hitoezaki e Skulley.

A dupla finalmente tinha chegado ao porto. O local era bem diferente da cidade vizinha. O mar Baylen conseguia banhar aquela região Tyriam, dando uma grande influência para Shane. Em um ano aquela cidade tinha simplesmente resplandecido diante dos olhos dos Skoratas, pois ali estava um modo de encurtar relações com outros continentes e aumentar o poderia econômico da região. Era também o local com maior tipo de miscigenação. Era comum ver pessoas sem roupas pesadas, ou mesmo com poucas roupas aproveitando o sol e o vento que batiam constantemente naquelas bandas. O costume aos poucos ia sendo aderido e modificado.

Após o senhor os instruir, voltou aos seus afazeres. O clima de animação também era diferente das outras cidades. Gritos, risos, apostas e até algumas brigas e discussões faziam o local movimento e o calor humano podia ser sentido de perto; diferente dos locais monótonos que eram as cidadelas de Shane. Os dois não demoram muito a achar o capitão. Este se encontrava dentro de um imponente e glorioso navio. Logo que adentraram, deram de cara com o capitão. Ou melhor, a capitã. Sim, uma mulher. – Capitã Langley Russel a seu dispor.  – Sua voz era forte, imponente e seus olhos arroxeados eram intimidantes. A cicatriz no lado direito do rosto era discreta, mas mostrava os traços das batalhas marítimas. Com velocidade, puxou da mão de Skulley o pergaminho, lendo-o mentalmente. Logo que terminou, guardou o pergaminho dentro de sua jaqueta e chamou por um dos serviçais. – Mostre o aposento aos dois. Sairemos em poucos minutos.

Nenhum tipo de esclarecimento, ou qualquer informação sobre a missão. Ambos foram acompanhados por um rapaz esguio, até um aposento elegante dentro do navio. Era uma espécie de sala. Alguns quadros na parede, três poltronas e uma mesa no centro com algumas garrafas de bebida. – Ela virá falar com vocês depois, fiquem a vontade. – Disse o rapaz, logo saindo do aposento.

Obs: As palavras sublinhadas são links e sempre serão. (y)
Akira
Akira

Mensagens : 261
Idade : 23
Localização : Between Heaven and Hell

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Hitoezaki em Ter Dez 03, 2013 1:25 pm



– Capitã Langley Russel a seu dispor.

— "O dono deste navio incrível é uma mulher!?" — Pensou Hitoezaki espantado. — Estou encantado... — Respondeu rapidamente e ficou observando a garota enquanto ela lia o pergaminho, parecia ser bem rigorosa e experiente. A leitura foi breve e assim que acabou ela chamou um rapaz para conduzi-los aos aposentos. Hito seguiu o rapaz sem "piar", apenas observando o local.

Assim que entrou no aposento Hito já se sentiu confortável, era um lugar aconchegante e bonito. O rapaz que o conduziu disse que a capitã viria falar com ele mais tarde e se retirou. Então Hitoezaki deitou-se numa das poltronas esticando o corpo e bocejando, depois começou a relaxar. Apanhou uma garrafa de vinho da mesa no centro da sala e começou a bebe-lo diretamente no bico. — Isto é aproveitar a vida! — Sussurrava com os olhos quase se fechando. Estava se sentindo muito bem.



_________________



Atributos:

Força: 1 [F]
Energia: 4 [E]
Agilidade: 5 [E]
Destreza: 4 [E]
Vigor: 2 [F]
Moedas de Ouro: 0
Hitoezaki
Hitoezaki

Mensagens : 30

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Sex Dez 06, 2013 2:25 pm

<Como Skulley ficou inativo, vou ignora-lo e continuarei a aventura somente com você>

Não demorou muito para que Hito ficasse a vontade no cômodo, esparramou-se em uma das poltronas e dali começou a beber uma das garrafas de vinho sem hesitar. Não se deu ao trabalho de procurar uma taça, bebia diretamente do gargalo, sem cerimonias nem frescuras, queria aproveitar o momento, estava finalmente realizando parte de seu sonho, estava em um navio, prestes a adentrar em alto mar, ainda que não estivesse totalmente livre, mas ainda assim estava aproveitando bem sua chance. Passaram cerca de dez minutos até que a capitã entrasse pela porta, sem bater nem avisar nada, apenas entrou, deparando-se com um quase adormecido Hitoezaki jogado numa das poltronas com a garrafa de vinho presa em seus beiços como uma mamadeira.

- Aham... com licença. - Pigarreou a mulher séria e não muito feliz com a cena, enquanto observava-o de pé, suas mãos na cintura e a cara de poucos amigos. - Hitoezaki Ruse... Então você foi o enviado de Aghy para a missão em Lodoss? Que deprimente, creio que ele deveria estar desesperado ao escolher alguém como você. - A mulher parecia diferente, estava mais agressiva, mais fria do que fora com ele do lado de fora, talvez fosse por ter sido pego em flagrante se embebedando. - Que seja, se está aqui, não vou perder meu tempo reafirmando o quanto você me parece um pobre fracassado, vim lhe informar sobre as regras deste navio e as consequências do descumprimento das mesmas. - E assim a capitã começou a rodear a sala, caminhava devagar e seu olhar era direto nos olhos de Hito. Falava pausadamente, mas sua entonação era firme e sempre começava as frases com o volume mais alto, demonstrado que não gostaria de ser interrompida.

- Primeira regra, jamais desobedeça uma ordem minha. Segunda regra, não cause nenhum tipo de alvoroço em meu navio. Terceira regra, não tente nenhuma gracinha enquanto eu, ou meus subordinados estiverem por perto, e isto inclui ficar bêbado durante o serviço. Quarta regra, não tente um motim, não vai gostar dos resultados. Quinta regra, não tente fugir ou se esconder, vai gostar menos ainda do que irá acontecer se tentar. - E assim que terminou, ela parou, no lado oposto da sala onde estava quando começou, bem atrás da poltrona de Hito. - Não preciso lhe dizer que o descumprimento de qualquer uma dessas regras, e de qualquer outra que eu venha a criar no decorrer da viagem, farão de você um homem morto, certo? Pois bem. - E novamente ela voltou a andar, continuando seu ciclo pela sala. - Aqui neste navio, ninguém fica parado, você terá que ajudar em algumas das tarefas, além do mais, no pergaminho, Aghy deixa claro que você ainda não terminou completamente seu treinamento, portanto, ele me deixou compelida de disciplina-lo durante toda viagem. - E assim que a capitã chegou novamente a porta, terminou com que, talvez, fosse a pior noticia do dia para Hitoezaki. - A partir de hoje, você será meu subordinado, um tripulante desta embarcação, e fará tudo que eu mandar sem reclamar, fui suficientemente clara?

- Vejo você no convés em vinte minutos. - E dizendo isto, deixou a sala, batendo a porta com demasiada força atrás de si, deixando apenas um Hitoezaki murcho e abatido jogado na poltrona. Ao que tudo indicava, aquela fora sua primeira e única chance de aproveitar a vida dentro do navio.

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Hitoezaki em Seg Dez 16, 2013 2:45 pm


Ficava olhando para cima, enquanto era coberto por uma pequena sonolência via o teto girar gradualmente. Sem nem perceber a capitã havia entrado, estava o observando de perto e chamou sua atenção para o discurso que estava iniciando. Ele não pôde nem mesmo se endireitar para cumprimenta-la, ficou ali mesmo somente a escutar. A capitã ridicularizava-o devido a situação em que ele encontrava-se, e de fato, ela parecia ter razão. Russel começou a andar em círculos pela sala enquanto prosseguia listando regras, na visão de Hito um pouco de vinho se acumulava no bico da garrafa formando uma gota que ameaçava escorrer.

Hito dedicava-se arduamente a fazer sua língua alcançar a gota e lambe-la, parecia estar mais focado a isso do que as palavras de Russel. Até o momento em que ela parou bem atrás da poltrona de Hito dizendo. — Não preciso lhe dizer que o descumprimento de qualquer uma dessas regras, e de qualquer outra que eu venha a criar no decorrer da viagem, farão de você um homem morto, certo? — O garoto colocou a língua para dentro bem rapidinho selando os lábios e ela começou a andar novamente. — "Que saco! Qual o problema dessa mulher?! Pelo menos ela é bonita, vou aproveitar a vista..." — Agora a visão de Hito era na barra da saia da garota.

"Se essa saia fosse um pouco mais curta, eu certamente..." — Arregalava os olhos já deixando o vinho quase de lado. Então Russel informou que Aghy a incumbiu de terminar o treinamento de Hito, isto chamou a atenção dele, fazendo-o encarar a capitã nos diretamente nos olhos. — A partir de hoje, você será meu subordinado, um tripulante desta embarcação, e fará tudo que eu mandar sem reclamar, fui suficientemente clara? Vejo você no convés em vinte minutos. — Disse Russel se retirando do aposento de Hito.

Hitoezaki ficou completamente paralisado cerca de dez segundos e depois gritou. — MALDITO SEJA AGHY! VOU ACABAR COM SUA RAÇA, VELHOTE! — Hitoezaki sabia que não podia vencer alguém do nível de um rei como um Skorata, mas ficou irritado com a decisão de seu mestre. Ficou sentado na poltrona cabisbaixo por alguns minutos, tentando se acalmar. Por fim começou a sorrir um pouco, parecia que mesmo na situação em que estava as coisas ainda podiam ficar interessantes.

Já estava se aprontando para sair dos aposentos quando ficou tentado novamente pelo vinho, Hito não tinha problemas com bebidas, mas o vinho daquele navio tinha um gosto surpreendentemente envolvente. Antes de sair pegou mais uma garrafa da mesa e colocou por baixo do casaco, apoiando-o numa aba interna. — Um pirata deve estar sempre bem equipado. — Indagava enquanto se dirigia ao convés. Chegou de forma bem calma e antes que qualquer outro tomasse a palavra, ele disse a Russel. — Parece que você sabe bem como acabar com tudo que é divertido, capitã... Eu aceito suas regras, mas sou um pirata pelas minhas próprias ambições! — E estava bem sorridente quando disse isso.

_________________



Atributos:

Força: 1 [F]
Energia: 4 [E]
Agilidade: 5 [E]
Destreza: 4 [E]
Vigor: 2 [F]
Moedas de Ouro: 0
Hitoezaki
Hitoezaki

Mensagens : 30

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Ter Dez 31, 2013 4:38 pm

Hito estava disposto a fazer daquela viagem sua iniciação no mundo pirata, mesmo depois do discurso desmotivador da capitã. Sem muita cerimonia, o rapaz pegou uma das garrafas de vinho que havia sobre a mesa e a levou consigo por baixo de seu casaco e depois se dirigiu até o convés. O navio parecia estar bem mais cheio que antes, dezenas de homens andando para lá e para cá, puxando cordas, carregando enormes barris cheios de seja lá o que for. Acima da entrada por Hito havia saído, estava a capitã, ao lado do timão do navio, checando alguns mapas e dando ordens aos marujos. - Vejamos se continuará pensando desta forma quando chegarmos a Ilha de Lodoss, garoto. Procure um homem chamado Barba Verde, não será difícil encontra-lo, ele lhe dará novos afazeres. - E com isto, dispensou Hito de sua presença, saindo apressada para seu aposento.

Sem outra escolha, o aspirante a pirata teve de procurar o homem conhecido como barba verde, e realmente, não tinha sido nada dificil acha-lo, este era um dos que mais gritava por ali, e sua barba esverdeada longa lhe destacava dos demais tripulantes. Era um homem bem forte e corpulento, deveria ter por volta dos 1.90 de altura e sua barba, juntamente com sua expressão carrancuda, lhe faziam parecer mais velho do que realmente era. - PREPARAR PARA ZARPAR SEUS CÃES SARNENTOS! LEVANTAR ANCORAS! IÇAR VELAS! NÃO DEIXEM DE LEVAR TODOS OS SUPRIMENTOS PARA O PORÃO DO NAVIO SEUS MOLENGAS MALDITOS! - Demorou um pouco até que o homem, que mais parecia um alto falante em pessoa, notar a presença de Hito ali, os dois se olharam, ficaram alguns segundos se encarando com aquela cara de surpresa até que finalmente o homem começou a gritar novamente, mas desta vez com o próprio Hito. - MEU GAROTO, ESTÁ ESPERADO O QUE?! QUE UM KRAKEN VENHA LHE ALMOÇAR?! MEXA ESTE TRASEIRO E AJUDE OS MARUJOS COM OS PREPARATIVOS! QUANTO ANTES ESTIVERMOS PRONTOS PARA ZARPAR, MAIS RÁPIDO CHEGAREMOS A NOSSO DESTINO! VAMOS, MEXA-SE GAROTO, NÃO FIQUE ME OLHANDO COM ESSA CARA DE PEIXE MORTO, FAÇA ALGO! - Ele esbravejava e gesticulava com os braços enquanto gritava, mas não parecia estar com raiva ou qualquer coisa parecida, era como se ele já estivesse acostumado a falar daquele jeito e achasse aquilo a coisa mais normal do mundo.

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Ter Maio 13, 2014 10:26 pm

@ Bluesday

O balanço do mar era acalentador para aqueles que já estavam acostumados, como uma mãe cuidadosa ninando seu filho para mais uma confortável noite de sono. Para Tenkai não foi muito diferente, cansado como estava ele ignorou completamente a cabine pequena e a cama dura. Despejando seu corpo sobre o colchão, o elfo descansou até que um novo dia nascesse, pronto para lhe proporcionar novos acontecimentos e emoções. A aurora já se fazia presente quando Tenkai fora acordado pelo som dos tripulantes trabalhando logo acima de si, a embarcação era pequena e a tripulação era pouca, mas sob o comando de um capitão como aquele, era de se esperar que fossem barulhentos até mesmo pela manhã. Tenkai levantou-se e foi ao convés, e lá estavam os homens do navio trabalhando e... Cantando. Todos juntos num belo coral de dar motivação a qualquer um, cantando musicas do mar, típicas de marinheiros e piratas. – Tenkai! – Um grito surgiu atrás de si, e na parte mais alta do navio, logo acima da entrada das cabines, o capitão o cumprimentava enquanto guiava sua embarcação. Era uma coisa linda de se ver, a harmonia com que a tripulação e seu navio tinham, tanto que os dias se passaram, e mesmo com uma rotina um pouco repetitiva, ainda era possível ao elfo ter algo o com que se distrair. Seja conversando, treinando ou simplesmente observando e aprendendo os costumes daqueles homens, que lhe eram tão estranhos.

Dias se passaram como se fossem as aguas calmas e límpidas de um lago, sem nenhuma surpresa, nenhum infortúnio. Ao amanhecer de mais um dia, o capitão estava sobre o parapeito do convés, observando as ondas enquanto pensava. Tenkai se aproximou e ficou ao seu lado em silencio por alguns instantes, apreciando a brisa do mar e a tranquilidade que ela proporcionava. – Aposto que deve estar imaginando como alguém como eu conhece tanto sobre o conselho de Lodoss... Sabe, meu jovem. Um dia já fui como você, viajei centenas de quilômetros, enfrentei toda sorte de perigos que um homem pode enfrentar, tudo isto em nome de uma causa... Mas com o tempo, essa motivação foi se esvaindo, até que não sobrou mais em mim, aquilo que um representante do conselho deve ter... – Ele saiu do parapeito e foi andando em direção ao timão novamente. – Fé, meu jovem. Jamais perca sua fé no mundo, caso contrario, acabara como eu... - E lá se foi o capitão de volta ao seu posto como guia da embarcação, e mais um dia se passou, e a noite chegou com seu manto estrelado para cobrir os viajantes em sua jornada.

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Bluesday em Qua Maio 14, 2014 12:41 am

A primeira noite havia sido confortável, o elfo não sentia nada e dormia um sono pesado na qual fazia meses, anos que não o fazia. Dormir sem preocupações, era como um sonho se tornando realidade.

O dia a dia daqueles homens era inspirador para Tenkai, que via com seus próprios olhos os laços de amizades e confiança que cada um tinha com o próximo. Era de fato algo gostoso de se sentir, mesmo não sendo intimo dos tripulantes. Isso lhe trazia mais recordações e saudades de seu povo na Floresta Perdida que ficava tao longe de Lodoss. Acaba por lembrar também de seus companheiros que compartilharam da mesma aventura a anos atrás. Como estariam eles hoje?

Os dias foram passados, e com isso noites de bons descanso. Ao decorrer de cada noite, Tenkai sonhava com um pontinho pequeno de cor amarelada. Era fraca e quase não se dava para ver. Mas a cada noite ela parecia aumentar e intensificar seu brilho, deixando de ser amarelada, e se transformando em um dourado esplandecente.

Nesses sonhos cada vez coisas novas eram reveladas. Via unhas, depois dedos e em seguida uma mão. Não demorou muito e braços apareciam. Quando Tenkai deu por si em seus sonhos, estava vendo duas pessoas. Um era maior que o outro e pareciam se dar muito bem. O elfo começou a entender que nesses sonhos, o mais alto ensinava algo para o menor.

Depois de mais um dia de viagem, Tenkai mais uma vez ia dormi e novamente o mesmo sonho voltava para sua mente. Dessa vez novidades aconteciam, como sempre acontecia a cada noite. Via que as duas pessoas estavam com algo na mão, e quando percebeu, viu que era o brilho dourado. Era estranho ver isso, como segurar luz em suas próprias mãos?

Na próxima noite Tenkai via mais coisas e ia percebendo certa semelhança entre o elfo pequeno e ele mesmo. Seu corpo se arrepiava enquanto Tenkai dormia, entendia agora que aquele pequenino era ele mesmo, e que o outro era seu pai. Após isso o elfo acordou e mais um dia se iniciava.

Com o decorrer do dia, o capitão fora falar com ele. Contava sua história para o mesmo e o elfo se surpreendia pelo homem descobrir que Tenkai havia em certo momento pensado como ele havia adquirido a confiança do conselho.

Me perdoe por isso, mas de fato me perguntei isso quando nós conhecemos — Tenkai ia ouvindo toda a história e conselhos, e por fim comentava — Entendo. Não é um caminho fácil. Não o culpo por escolher outra vida. Estas feliz assim. Sua tripulação te ama e lhe respeita. Deve estar bem feliz por ter boas pessoas consigo. Eu não tenho nada, meu passado ficou perdido em algum lugar da minha memória e a poucos horas antes de te conhecer que fui recobrar tudo, ou quase tudo. Sinto que faltam partes que ainda não voltaram. Mas o fato é que não tenho para onde voltar e nem para onde ir. Ser um membro do conselho me da algum objetivo na vida, ainda mais a de um elfo. Talvez eu esteja buscando minha própria sepultura. A eternidade as vezes é um fardo quando não se tem nada. Mas não te preocupes, meu povo não mancha seus princípios e valores pelas coisas mundanas que o mundo tens a oferecer. Seguiria fielmente o caminho justo.

Enfim a conversa se encerrava e o capitão ia fazendo seus afazeres. Tenkai que agora era agraciado com o céu estrelado, abria um sorriso ao apreciar o brilho das estrelas. Aquilo por outro lado lembrava o elfo da luz que via em seus sonhos. Começava a refletir sobre isso, aos poucos ia recobrando aquele momento especial que teve com seu pai, que lhe ensinava a herança familiar. Uma luz poderosa que repudiava todo o mal. Tenkai sentia um frio percorrer seu corpo, era como se fosse um sinal.

Adrenalina começava tomar conta de Tenkai, isso fez o elfo se mexer e andar pelo navio, indo até a proa. Lá ficou na ponta, se sentando em uma parte do barco que impedia que alguém caísse para fora do navio. O elfo olhou para frente como se não estivesse procurando nada naquela direção, mas sim em sua mente. Sentia o vento bater em seu rosto e seus cabelos voarem. Relembrava os ensinamentos de seu pai e então fechava os olhos e erguia os braços rende ao estomago, deixando ambos próximos, O braço direito ficava mais erguido que o esquerdo, deixando a mão direita com a palma virada para baixo. Já a mão esquerda ficava a palma virada para cima. Seus punhos ficavam dez centímetros distantes um do outro.

Tenkai nesse momento começava a concentrar sua energia magica no centro entre suas duas mãos. Queria entender que tipo de luz dourada era essa que havia herdado de seu pai, e saber o verdadeiro proposito daquilo. E o mais importante, ter em si a única lembrança de sua família.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
Bluesday
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 29
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Seg Maio 26, 2014 12:25 pm

@ Bluesday


Tenkai passava seus dias contemplando a rotina dos tripulantes, enquanto aprendia mais sobre aqueles homens dos mares e seus costumes tão diferenciados, aos poucos ele entrava no circulo que aquele pequeno grupo formava. Não demorou muito até que estivesse comendo e bebendo ao lado deles, ajudando-os em tarefas diárias e até mesmo tirando duvidas das mais comuns e corriqueiras. Eles já viam Tenkai como um dos seus, assim como o elfo também poderia considera-los companheiros. Numa noite, duas semanas após a saída do porto de Hilydrus, uma forte tempestade alcançou a embarcação. Os ventos castigavam as velas e as ondas açoitavam o casco com toda a fúria que a natureza tinha a demonstrar. O céu estava cinza e chovia como nunca, a visibilidade por conta disso era bem limitada, e a pouca iluminação era provida por duas lamparinas penduradas ao lado da porta que dava para as cabines, ou os trovões que rasgavam o céu ate o mar vez ou outra. O navio balançava violentamente enquanto tripulantes e capitão lutavam para manterem a embarcação estável. Tenkai estava à porta, protegido da chuva, observando de perto todo o trabalho e a luta dos homens para os manterem firmes naquela tempestade, e foi o primeiro a notar quando uma tragédia estava prestes a acontecer.

Com a chegada de uma grande onda, o navio inclinou-se tanto, que dava para ver o espelho d’água do outro lado, e foi nesse instante que uma lufada de agua invadiu o convés, levando consigo um dos desprevenidos. O homem foi jogado na agua com toda a força e sumiu por alguns instantes da vista de todos. Segundos depois vieram os gritos do capitão. – HOMEM AO MAR! RESGATAI-O IMEDIATAMENTE! – Eles tinham pouco tempo para faze-lo, pois com aquela tempestade, levaria menos de dois minutos até que a força das aguas se sobrepujasse sobre o marinheiro caído. Três dos marinheiros pararam imediatamente o que estava fazendo para ir socorrer o companheiro, usando cordas, eles tentavam encontra-lo, mas nem sequer conseguiam vê-lo em meio às ondas para tentar resgata-lo.

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Bluesday em Seg Maio 26, 2014 4:10 pm

A situação era demasiadamente critica. A tempestade castigando o navio e os marujos correndo risco, tanto é que um dos homens acabau sendo engolido pela garganta da onde e levado para dentro do mar.

Tenkai ouviu o capitão gritar e em seguida demais marujos foram tentar ajudar o pobre homem que jazia agora nos perigos das ondas. Tenkai ao ver o homem cair, agiu por impulsividade e saiu correndo de onde estava e seguiu em direção aonde tinha os três homens que seguram a corda e em seguida saltaria para a proteção do barco e aproveitando o embalo, o elfo logo mergulhará no mar, levando seus braços para frente, deixando esticados e com as mãos juntas formando uma especie de triangulo para perfurar a água do Mar Baylen. Manteria seu corpo todo ereto durante o processo de mergulho.

Tenkai tinha em mente mergulhar próximo aonde a corda estava para pega-la, evitando que ela sumisse de sua visão, pois uma vez dentro da água, os olhos até mesmo de elfos perdem a capacidade que tem, talvez com algum objeto que impedisse que os olhos ficassem molhados evitasse isso. Mas enfim, Tenkai dentro d'guá e segurando a corda, procuraria pelo marujo girando seu corpo para os lados afim de verificar todos os lados, dessa forma sua busca seria mais efetiva. Se encontrasse o homem, nadaria o mais veloz possível levando a corda junto, afinal sua intensão era socorrer o homem sem dificultar mais as coisas.

Caso encontrasse e conseguisse chegar até o rapaz, pegaria a corda e envolveria o homem nela, enrolando a mesma pelo corpo dele na região da axila, para então poder amarrar. Feito isso o elfo daria três puxões na corda, indicando que havia consigo resgatar o sujeito. Seguraria na corda para que não acabasse ficando para trás.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
Bluesday
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 29
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Hitoezaki em Sex Maio 30, 2014 1:23 pm


O navio estava de partida, a capitã Langley havia dado as ordens e todos no convés estavam se mexendo. Ela permanecia solidamente rigorosa para com Hito, mesmo ele aceitando as regras dela. Não precisou ficar muito tempo no convés para perceber que não podia ficar ali parado, Russel foi clara ao indicar um homem conhecido com Barba Verde, mas quem seria ele? Não conseguia pensar com um tripulante gritando em voz alta, ele era grande e forte como um marinheiro, e, tinha uma notável barba esverdeada. Hito pensou em perguntar se ele era o Barba Verde, mas omitiu porque achou que era uma pergunta muito tola.

Assim que o barbudo percebeu que Hito o observava começou a encara-lo, o garoto estava com uma cara sonolenta como se estivesse meio bêbado e meio acordado, era uma decepção para os olhos. — "Tá olhando o quê?!" — pensava Hito. Então o homem começou a gritar novamente — ESTÁ ESPERADO O QUE?! MEXA ESTE TRASEIRO E AJUDE OS MARUJOS COM OS PREPARATIVOS! — O garoto tomou um susto e começou a olhar para os lados, todos estavam trabalhando. Mais uma vez o barbudo gritou. — NÃO FIQUE ME OLHANDO COM ESSA CARA DE PEIXE MORTO, FAÇA ALGO! — Hito se adiantou, tomou parte do suprimento e fez um esforço para apoiar um barril sobre o ombro, era um tanto pesado quando cheio, mas como era um rapaz jovem esse esforço não lhe faria mal.

Analisava se podia carregar mais alguma coisa, mas o barril já lhe ocupara ambas as mãos. Então seguiu os rapazes até o porão onde seria o suposto estoque do navio, olhava para a cara dos outros tripulantes sem encara-los nos olhos, ali procurava um bom lugar para colocar o barril que carregava. Não sabia se era um barril de pólvora, ou rum, ou azeitonas, mas sabia que não era leve e queria se livrar dele pois com certeza teria que carregar mais coisas. — "Parece que a viagem começou..." — Zombava de si mesmo em silêncio.

_________________



Atributos:

Força: 1 [F]
Energia: 4 [E]
Agilidade: 5 [E]
Destreza: 4 [E]
Vigor: 2 [F]
Moedas de Ouro: 0
Hitoezaki
Hitoezaki

Mensagens : 30

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Captain Skull em Sex Maio 30, 2014 4:49 pm

OFF: Recomeçarei como se estivesse no "piloto automático"...
ON:

Percebendo o alvoroço causado pelos instantes finais em terra firme, Admiral rapidamente começara a caçar com os olhos o tal barba verde em meio a toda aquela multidão correndo de um lado para o outro com barris, cordas e outros equipamentos de que o navio necessitava. Apesar de tanta gente, uma voz ao fundo podia ser ouvida nitidamente guiando aquilo que parecia um caos, Skulley logo veria que aquela voz estava sendo emanada por um homem que aparentemente seria uma especie de "braço direito" ou de ter obtido um cargo de confiança da capitã. Observando-o rapidamente, constatou a característica suficiente para saber de que aquele era quem o jovem estava procurando.

Foi necessário apenas frações de segundos para o experiente marinheiro notasse a presença dos dois ali, porém estranhamente hitoezaki o encarava como se aquilo o incomodasse, quando Admiral estendera o braço para perguntar-lhe em que poderia ser útil, bruscamente seu gesto fora interrompido pelo mesmo com uma enxurrada de palavras ordenando os jovens auxiliarem de qualquer maneira, desde de que não ficassem parados. Nessa hora Skulley não sabia ao certo como proceder naquela ocasião, mas viu hitoezaki prontamente dirigir-se a um amontoado de barris, logo o jovem não pensou duas vezes e colocando um barril embaixo de cada braço, mesmo sendo um rapaz forte, não deixou de fazer uma breve careta antes de levantar aqueles objetos que, a primeira vista, lhe pareciam mais leves do que realmente eram.

Mesmo com um esforço moderado, observava onde poderia guardar com segurança os objetos que começavam a fornecer um leve desconforto nos braços, percebendo seu amigo deslocando-se para o que parecia ser um porão logo o seguiu. Antes de poder colocar os barris em um lugar adequado, o jovem teve de passar por uma pequena escada de uns três ou quatro degraus, isso o fez deixar escapar mais algumas expressões características de quem estava fazendo força. Quando finalmente deixou os objetos encostados em um canto, esticou seus braços e flexionando seus dedos, soltou um suspiro e voltou a repetir o trabalho com a sensação de que sua jornada havia começado.


_________________

Admiral Skulley

Atributos:

Força: 6 [Rank: E]
Energia: 2 [Rank: F]
Agilidade: 2 [Rank:F]
Destreza: 2 [Rank:F]
Vigor: 4 [Rank:E]

Moedas de Ouro: 0

Fala, Ação, Pensamento
#CD5555 #FFEC8B
Captain Skull
Captain Skull

Mensagens : 15

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Ter Jun 03, 2014 9:21 pm

@ Bluesday

Tenkai num ato de bravura impensada, ou talvez uma total falta de sanidade, pulou no mar atrás do marujo perdido. A ultima coisa que pode ouvir antes de ser engolido pela agua fora o grito de, talvez de desespero, do capitão clamando por seu nome. Em seguida, tudo que ele via e ouvia era o mar, o som dos trovões chegavam aos seus ouvidos abafados, como se tivesse algodão em suas orelhas. Segundos após o mergulho, lá estava o elfo, sendo jogado de um lado a outro pelas ondas, apesar de não saber nadar, logo ele encontrou o barril que flutuava a pouco mais de um metro de si, este que estava amarrado a corda que os tripulantes jogaram para tentar salvar seu companheiro. Tenkai nadou com muita dificuldade até conseguir se apoiar no barril, e dali ele começou a vasculhar o mar atrás do homem. As ondas por sua vez não davam trégua ao elfo, vinham fortes e altas, ameaçando afundar sua boia improvisada e joga-lo no túmulo aquático que lhe chamava com tanta ânsia. Sua visão aguçada era praticamente inútil em meio a tanta chuva, e as ondas quebrando a quase 2 metros de altura formavam paredes de agua que se jogavam contra Tenkai e o puxava com cada vez mais força para mar aberto. Tenkai já perdia as esperanças de poder encontrar o homem, e começava a se preocupar agora com sua própria sobrevivência, mas para sua surpresa, o próprio marujo vinha em sua direção, e agarrou-se este ao barril como se abraçasse sua amada e salvadora. – NADE! NADE! – Ele berrava tentando fazer sua voz sobrepujar a força dos ventos, mares e céu. E com isto Tenkai e o homem lutavam contra as ondas para voltarem ao navio e manterem-se firmes no objeto que seguravam, enquanto os próprios tripulantes, puxavam a corda para traze-los de volta.

Eles já estavam a poucos metros do casco quando uma nova colossal os pegou. Esta era tão grande que chegava a alcançar o cesto no alto do mastro principal. A onda se formou trazendo consigo o barril com Tenkai e o homem, e logo em seguida, o navio fora completamente engolido pela mesma, sumindo por poucos segundos no mar, para logo em seguida, retornar do abismo como se nascesse das cinzas. O barril fora jogado contra o casco e completamente despedaçado, mas Tenkai e o homem puderam solta-lo a tempo de salvarem suas próprias vidas, indo no beiral do lado oposto, sendo segurados apenas pelas cordas que se enroscavam entre seus corpos. Todos os outros se aproximaram dos dois, um deles agachou-se para ver como eles estavam. – ESTÃO BEM? LEVANTEM-SE RÁPIDO, AINDA NÃO ESTAMOS SALVOS, A TEMPESTADE SÓ COMEÇOU! – O homem berrava e ao mesmo tempo o navio era açoitado por mais e mais ondas grotescas. Os tripulantes logo voltaram a seus postos, inclusive o rapaz que acabara de ser salvo, deixando Tenkai ali, confuso sentado no chão molhado, recuperando-se do susto de quase ter sido engolido pelo mar em fúria.


@ Captain Skull & Hitoezaki

Certamente aquele não seria nenhum cruzeiro de luxo para ambos os jovens aspirantes a piratas, mas serviria ao menos de lição para que adquirissem um pouco mais de responsabilidade e maturidade, coisa que faltava a uns mais que outros. Hitoezaki foi o primeiro do dia a levar uma bronca, mas certamente não parou por ali, após ter sido retirado de seu transe momentâneo na base do berro, fora novamente repreendido por um dos marinheiros por estar “atrapalhando” a passagem. O jovem escolhera, de fato, o pior dos serviços, mas uma vez tendo pego o barril, já era tarde demais para larga-lo no meio do caminho. Sua falta de força e vigor logo o fez cansar, antes mesmo de alcançar a escada que dava para o porão, ele começou a diminuir seu passo, até quase parar no meio do corredor, o único problema era... Aquele corredor só dava passagem a um deles, o que causou um leve congestionamento logo atrás de si, onde um marujo e seu companheiro Skulley se viam presos com o peso sobre seus ombros. Skulley pensou em voltar, mas um brutamontes com duas caixas, uma em cada ombro, surgiu na porta, e logo ficou claro que ele não conseguiria sair dali tão cedo. – GAROTO! SAIA DO CAMINHO, ESTÁ NOS ATRASANDO! SE NÃO TEM FORÇA VÁ BUSCAR OUTRO SERVIÇO E DEIXE ISSO PARA OS HOMENS DE VERDADE! – As palavras do marinheiro eram duras, porem verdadeiras. Hito ainda era um garoto, mal conseguia aguentar com um barril, quanto mais tentar tornar-se um capitão. Seus sonhos àquela altura pareciam cada vez mais distantes, percebia o quanto seria difícil chegar a eles sem algum esforço, este que se mostrava demais para seus fracos e mal acostumados ombros.

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Bluesday em Qua Jun 04, 2014 1:57 am

Tudo aquilo havia sido uma grande loucura. A força do mar era gigantesca perante ao elfo e a todos ali presente. Tenkai sabia da grandiosa força das águas, pois seguia uma ideia que mesmo quando perdeu sua memória, essa filosofia de vida continuava sempre contigo. Essa filosofia era...

Seja Como a Água
Calma e Tranquila
Bela e Serena
Se adapte a Suas Adversidades
E Quando Necessário
Mostre Todo Seu Potêncial
Deixando Claro Que Mesmo Prezando Pela Vida
Pode Muito Bem Tira-la

O elfo se lembrou dessa frase enquanto ficava sentado pensando no que acabou de passar. Mas estava contente, pois sua atitude impensada não fora de todo mal e ambos havia sido tragos abordo novamente. O elfo logo se levantava e olhava para os lados tentando ver a situação. Olhava para o mar e analisava como as ondas estavam se comportando. Não era um homem do mar, mas um ótimo analítico, talvez sua boa visão captasse alguma formação perigosa que o mar fizesse e assim poderia avisar ao capitão do que poderia estar vindo, e então a tripulação poderia trabalhar naquilo para evitar o pior.

Mas se nada conseguisse achar, perguntaria para o capitão o que poderia fazer para ajudar, afinal cada homem poderia fazer diferença, e Tenkai com toda sua força e velocidade seria de grande utilidade.

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
Bluesday
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 29
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Hitoezaki em Dom Jun 08, 2014 3:14 pm


O peso estava se tornando um fardo muito grade. Quando o barril começou a escorregar dos braços, Hito percebeu que começou a faltar-lhe forças para retoma-lo e acabou parando por um breve momento. Se ele não tivesse parado não teria atrapalhado os tripulantes e, inevitavelmente, se ele quisesse continuar teria de esperar alguns instantes para seus braços descansarem. No entanto os tripulantes estavam com pressa e um deles começou a gritar, se Hito não fizesse algo arrumaria problemas. então Hito escutou o homem dizer: "Se não tem força vá buscar outro serviço e deixe isso para os homens de verdade!"

Hito abaixou a cabeça e ficou alguns segundos em silêncio, estava apoiado no próprio barril e parecia estar bravo. O homem estava certo, aquele não era o trabalho mais apropriado para ele, mas desrespeitar um pirata é assinar a pena de morte. Embora não tivesse força bruta Hito era um assassino desenfreado, alguém tirando sarro estando desprotegido e com ambas as mãos ocupadas não passava de um linguarudo. O problema era se valia a pena começar uma batalha por causa daquilo. Tocar em qualquer um da tripulação é como tocar no capitão. Russel é a única entidade naquele navio que poderia restringir os atos garoto, mesmo assim Hito não tinham medo dela. Preferia fazer o homem lamber o chão do que deixar de fazer algo por causa dela.

Hitoezaki desencostou do barril, estava prestes a fazer algo. Ele levantou o braço esquerdo e colocou por trás do pescoço. — Ufa! Ainda bem que você disse isso, eu já não aguentava mais... me desculpe por atrasa-lhos... — Falava de maneira descontraída ao sair do caminho deles. Afinal o garoto só aparentava estar nervoso, talvez ele já estivesse acostumado a ser humilhado ou talvez não existissem muitos métodos nesse mundo para provoca-lo. Quando o navio partiu, desde o começo, a capitã estava liderando monstros que podiam ou não sair fora de controle a qualquer momento, embora parecessem apenas alguns esfarrapados.

Por hora Hitoezaki estava muito calmo, assim que os homens passaram com os carregamentos, Hito se dirigiu aos armamentos. Sentou-se perto de alguns rifles descarregados e com um trapo de pano começou a polir, um por um ia limpando as armas em silêncio. Era uma tarefa mais simples para alguém que estava mais calmo que os demais.

_________________



Atributos:

Força: 1 [F]
Energia: 4 [E]
Agilidade: 5 [E]
Destreza: 4 [E]
Vigor: 2 [F]
Moedas de Ouro: 0
Hitoezaki
Hitoezaki

Mensagens : 30

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Captain Skull em Dom Jun 08, 2014 6:48 pm

Enquanto esforçava-se em prol do bom funcionamento daquele navio, Skulley começara a demonstrar sinais de fadiga, antes mesmo de completar seu percurso para o porão. Apesar de o jovem estar ali, sua mente vagava por ilhas desconhecidas, outros navios e riquezas inimaginaveis que a partir daquele momento começara a invadir sua cabeça a cada passo dado em direção ao local de chegada.

Quando enfim adentrava o corredor que dava acesso ao porão foi interrompido por hitoezaki, que estava aparentemente esgotado pelo trajeto realizado com um barril, logo Admiral tentou retroceder, mas fora bloqueado por um marujo forte e apressado. Naquela situação, o garoto só podia ficar ali parado suspirando pela força feita para manter os barris levantados. Sem hesitar, o marujo logo disparou -"Garoto! saia do caminho, esta nos atrasando!"- Imediatamente o jovem pensou em auxiliar seu amigo, mas o marujo prosseguiu -"Se não tem força vá buscar outro serviço e deixe isso para homens de verdade"- Skulley não gostara nem um pouco do que acabara de ouvir, virou-se para o homem com a intenção de afrontar o mesmo, porem hitoezaki desculpou-se pela sua leve perturbação e deixou o local sem maiores confusões.

Mesmo seu amigo sendo passível com o brutamonte, Admiral continuou seu afazer sem perdê-lo de vista. Quando finalmente colocou os objetos no devido lugar, limpou o pouco de poeira em seus ombros e com passadas largas rapidamente fora ao encontro do marujo que não estava longe dali guardando algumas caixas. A cada passo, a respiração do garoto ficava mais ofegante e ao chegar bem perto do homem, chamou-lhe a atenção com um leve tapa no ombro -"Eu realmente tenho muito respeito pela capitã, não fosse isso eu teria o maior prazer em limpar o convés... com a sua cara! Se você da valor a essa sua vida medíocre é bom ver como fala-" O jovem apenas virou-se em direção a saída para dar continuidade ao seu trabalho, sem deixar de notar qualquer movimento de um possivel ataque que poderia ele sofrer.

_________________

Admiral Skulley

Atributos:

Força: 6 [Rank: E]
Energia: 2 [Rank: F]
Agilidade: 2 [Rank:F]
Destreza: 2 [Rank:F]
Vigor: 4 [Rank:E]

Moedas de Ouro: 0

Fala, Ação, Pensamento
#CD5555 #FFEC8B
Captain Skull
Captain Skull

Mensagens : 15

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Seg Jun 16, 2014 12:10 am

@ Bluesday

O elfo permaneceu no convés por mais um tempo até que a própria natureza tratou de acorda-lo de seu transe. A tempestade, que ainda batia forte contra as velas e o casco da embarcação, seguiu sem mais surpresas para os marinheiros. Passado mais um tempo, da mesma forma como chegou, a tempestade logo cessou, o mar se acalmou e as nuvens pararam de despejar sua torrente fria e pesada. Apenas os ventos continuavam soprando forte, mas era justamente a deixa que o capitão precisava para se afastar ainda mais daquela frente de clima instável. – A toda vela, partir imediatamente! – E como se o próprio navio pudesse entender os comandos de seu capitão, com um puxar de cordas sincronizado de seus marinheiros, as velas se desenrolaram e estufaram no mesmo instante com a lufada de ar que recebera. O impulso fora forte o suficiente para produzir mais um belo solavanco, como se o navio tivesse se chocado com algo, e até mesmo o som da madeira rangendo devido ao excesso de força dava a impressão de que o mastro poderia não aguentar a força dos ventos. Contrariando todas as expectativas, a viagem prosseguiu até que o céu, lentamente, foi se revelando entre as brumas acinzentadas. Filetes de raios dourados-alaranjados iluminavam parcialmente o mar, liberando a visão novamente para os viajantes.

- TERRA A VISTA! – O grito veio de cima, surpreendendo a todos, ou quase todos. A maioria da tripulação parou tudo que estava fazendo e correu para as bordas da embarcação, todos tentavam ver, mesmo que poucos momentos, um pedacinho da terra firme pela qual tanto ansiavam. Dava para notar, que até mesmo entre homens experientes do mar como aqueles, o apego a terra era maior. Ficar tempo demais afastado das civilizações, apenas sentindo o balanço do mar e a brisa no rosto, era de fato um sonho que muitos tinham, mas ainda assim, um desejo que dura pouco, e quando se esvai, deixa para trás um forte sentimento de saudade. Tenkai, com sua visão mais aguçada, conseguiu identificar a encosta de um grande continente, que emergia no horizonte imponente, suas terras amareladas denunciavam que se tratava de um imenso deserto, esta era Shane, o continente mais próximo e único que possui alguma ligação direta com os habitantes da ilha.

- Estamos quase lá, Tenkai! Em breve iniciará sua longa jornada por esta terra desconhecida. Esteja pronto, chegaremos ao anoitecer. – Dito e feito. No inicio da noite lá estavam eles aportando em Shane. O porto era grandioso e bem organizado, se comparado ao porto real de Hilydrus. As pessoas dali também eram bem menos barulhentas, e de aparência bastante diferenciada. Havia um contraste nítido entre quem era nativo dali, e quem eram viajantes, uma vez que a maior parte dos nativos tinha sua coloração de pele mais morena, devido ao constante contato com o sol escaldante do deserto. Outra característica que os diferenciava também, eram suas vestes, usavam longas túnicas, e roupas de cortes mais bem trabalhados e ornados, além de alguns ainda terem panos enrolados em suas cabeças formando espirais (turbantes). O capitão convidou Tenkai para passar a noite numa estalagem, ele que possui vários contatos por vários portos e cidades afora de Lodoss, conseguiu um lugar bem mais aconchegante que a cabine apertada onde Tenkai dormira durante sua viagem. Logo pela manha, quando acordou, Tenkai recebeu uma mensagem do capitão por via de um bilhete deixado embaixo de sua porta. O elfo estava enfim sozinho. Agora, era somente ele e sua missão.

“Que a sorte esteja com você, Tenkai. E não se esqueça, mantenha sua fé, isso salvará sua vida no futuro...”


@ Hitoezaki e Captain Skull

Hito estava numa situação um tanto desconcertante, se por um lado ele próprio admitia que não levava jeito, nem tampouco tinha força para realizar tal tarefa, sentia-se ofendido pela forma como era tratado por seu semelhante. O orgulho do rapaz talvez fosse maior que sua visão, o que impedia o rapaz de perceber que ali naquele meio, ele não passava de mais um tripulante, igual a todos os outros, ele não era melhor, nem pior que ninguém. Mas essa era uma lição que ele certamente demoraria demais para aprender, mas que tanto Russel, quando todos naquele navio, tratariam de lhe ensinar, seja pelo bem, seja pelo mau. Inesperadamente, o rapaz tomou uma atitude que surpreendeu tanto a seu companheiro Skulley, quanto ao marinheiro que o ofendia. Ele simplesmente deixou de lado o barril que antes tentava carregar, e foi-se embora para outro canto, buscando outros afazeres. O homem o olhava com uma expressão no mínimo cômica, embasbacado, até mesmo esqueceu que portava um enorme peso em seus ombros. Minutos depois, o serviço seguiu conforme deveria, e Hito, em sua busca pelo que fazer, acabou por tentar algo mais fácil e que fosse proporcional à seu físico.


@ Hitoezaki

O garoto tentou sua sorte indo em direção aos armamentos do navio, mas rapidamente fora impedido por uma mão intrusa em seu ombro. Quando o garoto pensou em se virar para disparar uma torrente de ofensas contra aquele que o puxava, notou o olhar desconfiado de Russel vindo de cima. – O que pensa estar fazendo, garoto? Nem pense em tocar nestas armas ou cortarei todos os seus dedos e os usarei como iscas para pesca! – A mulher estava com suas mãos na cintura e sua pose firme e sua expressão raivosa, mas ainda assim uma belíssima visão para um rapaz tão bem aventurado como Hito. – Quer algo para limpar? Pois bem... – A mulher dirigiu-se ao fim do porão e de lá voltou com um esfregão e um balde cheio. – Limpe o convés, quero ver meu navio brilhando. – E ali ela aguardou até que Hito passasse a sua frente e saísse, e ai dele se não saísse...

@ Skulley

O rapaz não encontrou muita dificuldade em ajudar os demais tripulantes no trabalho mais pesado, apesar de ter ficado bastante fatigado após o serviço, teve seu merecido descanso assim que todo o navio estava abastecido. Barba verde chegou perto de Skulley, apenas para lhe dar mais uma ultima ordem antes da partida. – RAPAZ! VOCÊ É BEM DIFERENTE DO SEU AMIGO, POR ISSO QUERO TE DAR UMA ULTIMA TAREFA ANTES DE ZARPARMOS. HÁ UMA ESTALAGEM BEM A NOSSA FRENTE E NELA ESTÁ HOSPEDADO UM HOMEM CHAMADO CAHIR. ENCONTRE ESTE HOMEM E DIGA QUE O BARBA VERDE O MANDOU. – Com sua voz de trovão, falando em alto e bom som, era praticamente impossível não ter entendido o serviço, que era deveras muito mais fácil que carregar pesados engradados e barris por ai.



<Foi mal ai galera pelo atraso, +50 EXP pra todos.>

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Bluesday em Seg Jun 16, 2014 12:56 pm

Tenkai lia a carta e sentia que agora estava longe do capitão Lockwood. Agora era somente ele e sua espada para enfrentar os empecilhos que viessem futuramente durante essa missão.

" Hora de partir... "

O elfo trajava sua armadura e colocava sua espada em seu lugar. Deixava o arco em suas costas e pegava seu bastão dourado. Olhava pela janela do quarto e vislumbrava o que poderia ver. Pensava em sua missão e como iria começar ela. Talvez entender como era a reação da população ao ouvir o nome Trasko, poderia ser um bom começo.

Com a primeira decisão tomada, Tenkai partia para fora do quarto e seguia para comer algo antes de ir definitivamente. Quando estivesse fazendo seu pedido para comer, faria uma pergunta para aquele que o servirá, de modo que parecesse que o elfo estava apenas curioso.

Com licença... Ouvi falar muito na rua a respeito de alguém chamado Trasko — Balançaria a cabeça nesse momento como se estivesse em duvida e continuaria — Quem é esse sujeito?

_________________
Lodians: 7.000,00

Força:  C  
Energia: D
Agilidade: S +
Destreza: C +
Vigor: D
Bluesday
Bluesday

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 518
Idade : 29
Localização : Me ferrando legal...

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 19
Raça: Elfo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Qui Jun 26, 2014 8:42 am

@ Bluesday

Cedo de manha Tenkai já estava de pé, com o bilhete em sua porta, ele entendeu que hora de seguir sozinho em sua nova aventura. Vestiu sua armadura e saiu de seu quarto, mas não sem antes ter uma refeição decente. Tomou rumo pelas ruas do porto local até chegar no centro daquela cidade, o lugar tinha uma arquitetura deveras diferente de tudo que o elfo já vira, as casas eram feitas de uma pedra esbranquiçada e suas extremidades mais expostas eram amarronzadas devido ao sol escaldante do deserto. As pessoas eram bem mais discretas e vestiam-se de forma diferenciada que em Hilydrus, além também do clima de mistério incompreensível que pairava no ar de toda aquela região. Tenkai chegou naquilo que parecia ser uma praça, onde no centro, o chão de pedra branca dava lugar a um campo de areia bem fina e no centro, 4 poços formavam um quadrado. Em volta destes poços pessoas andavam, alguns carregando grandes baldes de madeira cheios da agua fresca dali, outros tinham suas barraquinhas simples, mas bem arrumadas e outros simplesmente passavam rumo a sabe-se lá onde. O elfo decidiu que a melhor maneira de começar poderia ser perguntando sobre o tal Trasko, e assim o fez assim que se aproximou de um trabalhador local.

- Trasko... Hum... Não sei do que está falando... – O homem demorou bastante pensando, e seu olhar tornou-se severamente desconfiado em Tenkai quando ele pronunciou o nome do reptiliano. Tenkai pareceu entender que não conseguiria um progresso decente ali, e foi-se para outro lugar, uma taverna talvez, era o lugar onde esse tipo de gente costumava se reunir.


Última edição por NR Lima Limão em Qui Jun 26, 2014 8:45 am, editado 1 vez(es)

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NR Lima Limão em Qui Jun 26, 2014 8:44 am

Bluesday, seu proximo post será aqui.

_________________

Quer ter sua HE avaliada? Clique na imagem acima e peça sem medo! =3
NR Lima Limão
NR Lima Limão
Narrador

Pontos de Medalhas : 666
Mensagens : 786
Idade : 24
Localização : RJ/RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 500
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Captain Skull em Dom Jun 29, 2014 12:28 pm

Ao som de suspiros e pisadas firmes, o jovem passara quase que todo o seu dia, mesmo sabendo que era apenas mais um ali empenhou-se ao máximo para finalizar com êxito a tarefa a ele incumbida e, assim, alcançar o beneficio do descanso. Quanto mais perto o garoto estava de realizar seu trabalho, parecia que cada barril dobrava ou triplicava seu peso, fazendo com que ele diminuísse sua passada, mas sem perder a vontade de conclui-lo.

Quando finalmente o ultimo dos objetos fora colocado no devido lugar, suas roupas estavam quase que totalmente encharcadas de suor, foi então que ele apenas apoiou uma das mãos no pilar de sustentação daquele porão e, com suas costas apoiada em um dos barris, escorregou lentamente ate o chão para recuperar o fôlego. Ainda que por alguns minutos, ficou ali sentado com seu chapéu nas mãos pensando sobre qual tarefa hito estava realizando, nesse momento barba verde adentrou aquele lugar, rapidamente Skulley levantou-se e tomou posição adequada para escutar o que o homem iria lhe dizer. Skulley ficara surpreso com um suposto elogio que o homem lhe fizera e aceitou a missão que lhe fora passado dizendo um firme -"Sim, senhor!-".

Sem perder tempo, saiu do porão e, colocando seu chapéu novamente na cabeça, fora em busca de mais um êxito. Apos sair da embarcação, andou por alguns metros até o local por barba verde indicado, logo na entrada, percebia-se que o lugar era de certa forma bem cuidado, apesar de seus frequentadores serem piratas, e logo Skulley aproximou-se de um balcão, que era vigiado por uma mulher, e com um tapa de força moderada sobre o balcão, para chamar a atenção da moça, logo disparou -"Olá senhorita! procuro um homem hospedado neste lugar... seu nome é Cahir, sabe onde posso encontra-lo?-" E imediatamente apoiou-se sobre o balcão esperando-lhe ser revelado onde o tal homem poderia ser encontrado.

_________________

Admiral Skulley

Atributos:

Força: 6 [Rank: E]
Energia: 2 [Rank: F]
Agilidade: 2 [Rank:F]
Destreza: 2 [Rank:F]
Vigor: 4 [Rank:E]

Moedas de Ouro: 0

Fala, Ação, Pensamento
#CD5555 #FFEC8B
Captain Skull
Captain Skull

Mensagens : 15

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Hitoezaki em Seg Jun 30, 2014 3:40 pm



Mal haviam acabado os preparativos para partir e já ficou claro que Russel não confiava em Hitoezaki. Tomou um esfregão e um balde de água para limpar o convés. Ora, na concepção de Hito se o navio fosse dele, iria querer ele brilhando, então estava bem disposto a fazer o trabalho. Fazia movimentos circulares de ida e volta com o esfregão enquanto pensava. — "Eu até que tento, mas é bem difícil se socializar por aqui. Acho que vou acabar virando um cara esquisito..."

Deu uma mergulhada no balde e trocou de lado para esfregar uma outra parte do piso. — "Eu sempre me espanto com o fato de Skulley procurar por pessoas fortes para brigar e eu acabar me metendo em encrencas, um ano atrás também era assim... até mesmo em Shane..." — Hito parou por um momento apoiou o queixo sobre as mãos no cabo do esfregão. — "Se bem que por algum motivo eu tenho a impressão de que não vamos mais ver Aghy novamente. Quando nos enviou para essa missão não parecia que queria nos acolher, na verdade tudo pareceu mais uma despedida" — Olhou para o chão para ver o trabalho que estava fazendo. — "Não está bom..." — Mergulhou o esfregão novamente e começou uma segunda vez.  

"O fato da capitã não dar nenhuma informação sobre a missão também é bem suspeito, talvez eu e Skulley não sejamos tão importantes ou talvez exista algo mais por trás dessa viagem... é melhor eu ficar alerta só por precaução..." — Parecia estar envolvido com seu pequeno dever, apenas acompanhado pelos seus audaciosos pensamentos piratas. — "A gostosa da capitã me deixa duro só de olhar daqui de baixo" — Pensava ao dar uma paradinha e observar a capitã. — "Ainda bem que ela não pode ler mentes, ou eu já estaria morto a muito tempo..."

_________________



Atributos:

Força: 1 [F]
Energia: 4 [E]
Agilidade: 5 [E]
Destreza: 4 [E]
Vigor: 2 [F]
Moedas de Ouro: 0
Hitoezaki
Hitoezaki

Mensagens : 30

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por NT Blues em Dom Jul 13, 2014 3:59 am

A taverna de fato não era longe e Skulley chegou rápido. Adentrou no local, havia alguns pessoas comendo, enchendo o rabo de cachaça e outros fazendo algazarra na mesa de apostas.

O tapa emitido pelo rapaz não fora muito eficiente, a madeira do balcão era rudimentar e maciça ao ponto de Skulley sentir o impacto mesmo sem ter usado força alguma. Entretanto a moça que loga ia saindo da área da cozinha aparecia e o questionava.

Pois não senhor Ela ouvia o que o rapaz tinha a dizer e respondia — Assim, o Sr. Cahir. Espere um instante, ele deve estar...

De súbito aparece um sujeito alto, de cabelos castanhos e emaranhados. Sua pele era escura e tinha olhos desconfiados. Estava segurando uma garrafa de rum, e dando belas goladas ao mesmo tempo que falava alto.


Mas o que? Ouvi meu nome. Quem é o desgraçado que me procuras? Vieram aqui atrás de minha cabeça?

Calma Sr. Cahir. É apenas este jovem.

Este jovem quem devo mata-lo??? HÃÃÃÃ??

O sujeito avançava lentamente e estreitando os olhos ao fixa-los no garoto. O que o jovem faria?

Enquanto isso no navio da capitã, Hitoezaki continuava a esfregar a madeira do navio e sonhar com seus pensamentos depravados envolvendo a capitão, que por algum motivo ela o olhou enquanto passava e expressava uma reação de quem não estava gostando nada daquela moleza toda. Aquilo despertou Hitoezaki de seu "transe" e voltava a se concentrar na sua tarefa.

Logo mais um sujeito gordo aparecia por trás. Carregava consigo uma caixa com conteúdo desconhecido. Estava bem lacrada e sem nenhuma descrição. Ele havia notado o rapaz distraído e resolveu se aproximar...

Ohhh eee!! GaRRoto. Tabaiando muto? HeHe. Não te pocupes, tu logu a de si acutuma HeHe. A pitã é uma boa petoa HeHe. Não é o pimero a sonar com a pitã.

Hito podia notar facilmente que falar normalmente não era o maior dom do gorducho.

Ma me diga gaRRoto. O qui tu quer viajandu conoscu?

Spoiler:
Bem rapazes, como informado pela pm (não sei se viram) Estarei narrando para vocês agora. A Sabrina me passou o que ela pretendia basicamente, ou seja, vou seguir até determinado ponto do que ela pretendia, e passarei a pincelar a aventura com coisas de autoria própria. Enquanto isso vamos lá.

E há, tenho uma pergunta. Qual nome da capitã? A Sabrina disponibilizou alguma imagem dela? Porque se não, eu irei disponibilizar uma. Caso ela não tenha mostrado nada, mas ela chegou a descrever a aparência, me digam como a capitão é por favor.

Por hora é isso galera. Os posts vão demorar um pouco pra sair mesmo pelos motivos citados na pm. E ressaltando que está segunda eu viajo, e embora eu tenha internet aonde vou, possa ser que eu não tenha tempo ou esteja fazendo outra coisa hehe. Enfim era isso.

E antes que eu me esqueça. Podem adicionar 50 xp de atraso.por parte da antiga narradora.

_________________
" O próprio egoísmo de querer manter a paz traz guerras, e assim o ódio nasce para proteger o amor "

NT Blues
NT Blues
Narrador em Teste
Narrador em Teste

Pontos de Medalhas : 8000
Mensagens : 248
Idade : 29

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: +8000
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mar Baylen

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum