Fórum Inativo!

Atualmente Lodoss se encontra inativo. Saiba mais clicando aqui.










Vagas Ocupadas / Vagas Totais
-- / 25

Fórum Inativo!

Saiba Mais
Quadro de Avisos

>Dizem as más línguas que o anão Rookar, que fica no Porto Rangestaca, está procurando por mercenários corajosos - ou loucos - que estejam afim de sujar as mãos com trabalhos "irregulares". Paga-se bem.

> Há rumores sobre movimentações estranhas próximas aos Rochedos Tempestuosos. Alguns dizem que lá fica a Gruta dos Ladrões, lar de uma ordem secreta. Palavra de goblin!

> Se quer dinheiro rápido, precisa ser rápido também! O Corcel Expresso está contratando aventureiros corajosos para fazer entregas perigosas. Por conta da demanda, os pagamentos aumentaram!

> Honra e glória! Abre-se a nova temporada da Arena de Calm! Guerreiros e bravos de toda a ilha reúnem-se para este evento acirrado. Façam suas apostas ou tente sua sorte em um dos eventos mais intensos de toda ilha!




Quer continuar ouvindo as trilhas enquanto navega pelo fórum? Clique no botão acima!

[IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Ir em baixo

[IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por ADM GabZ em Seg Nov 16, 2015 12:12 am


A estalagem é famosa por suas comodidades, quartos confortáveis e comida farta. O lugar foi reformado a pouco mais de um ano e possui do bom e do melhor. Apesar disso os preços são acessíveis, permitindo que viajantes e visitantes descansem merecidamente. Existem oito quartos nos andares superiores, enquanto o térreo é exclusivo para o bar e restaurante. No subsolo ficam a dispensa e a cozinha, além de 2 quartos extras com 3 beliches cada em caso de todos os quartos estarem ocupados. O preço deles, naturalmente, é mais baixo, porém o conforto compensa a falta de privacidade.

A dona da estalagem é uma meio-elfa chamada Nyra, dona de belos cabelos de cor prata e olhos profundos herdados dos elfos. Apesar do corpo esbelto e da aparência frágil, Nyra é bastante ativa e cuida do lugar como ninguém, o mantendo sempre limpo e organizado. Talvez por ser mestiça ela prefira contratar outros mestiços para trabalhar na estalagem, e por conta disso é fácil encontrar-se ali com meio-centauros, meio-golem, meio-dragão e até mesmo meio-orcs. E talvez pelo seu senso élfico Nyra sempre escolhe para trabalhar ali aqueles com intenções puras.

Os preços variam de acordo com a demanda, por isso fique à vontade para entrar e perguntar, e quem sabe ficar um pouco mais.

_________________
avatar
ADM GabZ

Pontos de Medalhas : 999
Mensagens : 1154
Localização : Extrema - MG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Humano

Ver perfil do usuário http://www.flickr.com/photos/gabzero

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Hummingbird em Seg Nov 16, 2015 10:03 pm

----------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------


Acontece que aquela aventura me pareceu, assim tão de repente, somente um começo.

Fiquei um bom tempo pensando nas palavras do mascarado - Gregar - a respeito de segui-lo. Ele tinha uma perspectiva, não é isso? Eu não sei explicar direito, a maneira como ele fala me cativa, faz parecer tudo mais divertido. Me juntei a ele e aos tais bêbados que ocupavam lugares distintos na mesa. Como eu quase nunca sentia fome, entortei um pouco a boca ao sentir-me meio deslocado. Todos estavam comendo, bebendo, se fartando...

Por um instante me peguei pensando; se quero me juntar a eles, pode ser divertido experimentar o mesmo que eles. Fitando então um dos canecos de bebida, próximo ao bêbado mais alegrinho entre os que ali estavam, ponderei se deveria ou não tomá-lo. Meus lábios secaram por alguns instantes, algo na minha cabeça dizia; vá em frente. Aquilo foi o sinal verde, avancei, apanhando um dos canecos, e mesmo um pouco desajeitado despejei o que tinha nele goela a dentro.

— Arrg!- Praguejei, sentindo a garganta queimar. — Como vocês bebem, coff coff, isso?!?- Estava inconformado. Era a segunda vez que me arrependi de tomar essas bebidas, a primeira foi lá no rancho do velho Targo, lembrança que me rendeu algumas risadas. Depois que a ardência passou, por incrível que pareça, senti vontade de tomar mais um pouco. Esquisito não?

Em seguida, tomei liberdade de sentar próximo ao tal bêbado alegrinho como se quisesse brindar com ele. Na verdade só queria entender de onde vinha todo aquele entusiasmo que ele tinha, é assim que se fica quando se está bêbado? Eu acho que quero isso...

Entre brindes e risadas, então, voltei a falar;

— Então, Gregar, como vai ser essa história de te seguir?- Curioso e obstinado, indaguei. Acredito que a essa altura eu também já esteja levemente sorrindo atoa. Eu acho né? Aliás, porque é que tudo está ficando tão engraçado? O próprio bêbado ali ao lado, acho que se chamava Tom, suas piadas eram as melhores. — Eu e o grande Tom estamos curiosos, não é Tom? Hahahaha, meu amigão Tom!- Completei, brindando mais uma vez, todo sorridente.


-------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------

_________________

Força: D+
Energia: B
Agilidade: D
Destreza: D
Vigor: D

Lodians: 0


Sean Lionheart
avatar
Hummingbird

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 187
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 8
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por LK Neil Blaze em Seg Nov 16, 2015 10:54 pm

Nunca tinha cogitado aquela hipótese, contudo, se estava mexendo com a Alta Nobreza de Hilydrus, tinha que admitir que não podia agir só. Além do mais, tudo o que acontecesse, iria cair na costa de uma "sociedade". Qualquer coisa era só cada um dar no pé e não teriam que correr riscos. Então, obviamente a primeira pessoa que veio na sua mente foi o mascarado que tivera em seu grupo durante aquela missão suicida. Não confiava nele, assim como ele não confiava em ninguém. Contudo, ele poderia lhe dar o anonimato, além de diversas outras opções e de tal modo, Neil tinha algo a oferecer.

O dia já amanhecia, quando chegou na Taberna. Ainda era bastante cedo, porém, e nela se encontravam apenas o Mascarado e seu bando. Neil ainda tinha a visão de Targo falando a si horas antes e sabia que tinha de sair dali em poucas horas também, antes que notassem os corpos. Chegou junto à eles e notou que Sean também ainda não havia partido e que muito provavelmente o Orc e o Elfo ainda não tinha acordado. Sentou-se na mesa junto ao bando e se dirigindo aos três, indicou com o polegar a porta de saída. - Fora, vocês três. - E então olhou para Gregar, esperando que ele confirmasse sua ordem.

Diferentemente, seu sorriso tinha desaparecido da face. Neil fazia as loucuras que fazia por diversão. Queria testar os outros. Ver seus limites. Gostava de ver o fracasso alheio, assim como as derrotas pessoais daqueles que sempre achavam estar com o controle da situação. Gostava do caos. Mas aquele momento não pedia isso e sim seriedade. A situação mostrava o quanto Neil conseguia ser dissimulado, além de separar uma coisa séria de apenas um "hobbie". - Eu tenho uma proposta pra vocês.

Depois de segundos de pausa, continuou. - Eu vim de uma família rica de Hilydrus, contudo, fui vendido como escravo para Takaras ainda pequeno... Pelos meus próprios pais. Há exato um ano eu consegui fugir da Takaras e desde então vinha procurando meios de eliminá-los. Depois de um tempo, porém, pensei que eles nem mais vivos eram... Até hoje. Targo me deu o nome de um diplomata, chamado Velcoro Khan. Segundo Targo, eu devia ter morrido nessa missão porque esse homem me queria morto... Mas eu não o conheço. Mas conheço Sr. Raymon Blaze, meu pai, um nobre, muito rico. - Os dois não eram idiotas pra não saber a que ponto Neil queria chegar com toda essa conversa.

- Através desse nome podemos conseguir o que queremos. Você, o dinheiro necessário pra criar seu bando. Sean, informações sobre essa bola de cristal ou sua família através de papiros de alta confiabilidade. E eu... Bem, eu ganho minha vingança. Se conseguirmos esse diplomata, podemos conseguir isso e muito mais. - Concluiu, esperando que ambos avaliassem e aceitassem, para que por fim pudesse chegar aos termos específicos a serem debatidos.

_________________
Atributos:

Força: E (2)
Energia: D (4)
Agilidade: C (8)
Destreza: D (4)
Vigor: E (2)
avatar
LK Neil Blaze

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 191

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 4
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Gregar em Qua Nov 18, 2015 12:16 am

- É algo bem simples na verdade, como a maior parte das pessoas eu adoro o cheio do dinheiro e o gosto do poder. Hilydrus é cheia de hipócritas, Takaras repleta de idiotas. Não sei vocês, mas não consigo lidar bem com nenhum lado, então decidi criar o meu próprio lado, uma história bem simples.

Confessava a Sean enquanto tínhamos nossa primeira pequena discussão sobre o futuro do bando, mas esse era só o começo daquela noite longa que viria seguida de bebedeira e de conversa entre bêbados. Estava extasiado pelo rumo das coias, já tinha quatro sobre minha bandeira, um era uma criança e outro um bêbado, mas ainda eram quatro braços. Cinco se contasse a bebe. Tinha um milhão de coisas para pensar naquele momento, um nome para nós, uma bandeira, um nome para a pirralha. Não era bom com nomes, nunca precisava pensar em nomes para quase nada, ao menos eu não era como os idiotas que dão nomes a suas armas, havia algo mais estúpido? Ao menos tinha tempo o bastante para pensar em todas essas coisas depois, agora era a hora da vitória e da celebração. Apenas comemorava e brindava com aquelas pessoas, mergulhando-me em bebida e comida enquanto conversa besta fluía, já via o dia raiar quando chegava uma aparição que não gostava, como era mesmo o nome do maldito? Dane-se.

- Muito bem senhores, eu creio já ser tempo de irmos nos deitar, temos muito a fazer e já bebemos tempo demais por uma noite.

Estava de pé com as mãos apoiadas a mesa quando o homem se aproximava, vinha como estranho que era ordenando a meus homens se retirarem. Gargalhava com aquilo, gostava da estupidez naqueles olhos, podia congela-lo ali mesmo, sim podia, mas gostaria de fazê-lo enquanto ele mantinha o sorriso estúpido no rosto. Girando o corpo me virava e sentava sobre a mesa. Todos estavam cansados para aquela ladainha, apenas acenava com a cabeça dispensando os três. Já tinha a bebe apoiada em uma mão enquanto encarava aquele homem, ouvia sua história, me deliciava cada palavra que ele cuspia, tudo como se em uma enxurrada sem controle de informação. Então era apenas um nobre falido e abandonado? Um desapontamento, tinha o tido como mais interessante antes de saber sobre isso.  Gargalhava quando ele dizia tudo aquilo.

- Sabe de uma coisa? Não consigo me decidir se é arrogante demais ou se é apenas estúpido. Vem até minha mesa com uma promessa vazia, pensando que pode expulsar meus homens depois de pedir nossas cabeças como recompensa. Me diga sinceramente Sean, pareço idiota a você? Pausava momentaneamente esperando uma resposta. - Pois eis alguém que pensa que eu seja. Quer um contrato? Vamos lá, se esforce um pouco mais. Claro que adoro dinheiro, mas não sou um peão que possa sacrificar em sua vingança familiar, quer uma faca no peito de seu pai? Sem problemas, trabalho com metade do pagamento em mãos. Até onde sei pode estar inventando tudo isso, sem garantias, sem trabalho. Se quer que eu vá me matar por sua causa, primeiro precisa me convencer disso, e, por favor, nem tente ser emocional, trabalho melhor com coisas físicas sabe?

_________________
Gregar Walker
Força – Rank:      12 [ B ] & 0 [ F ]
Energia – Rank:     0 [ F ] & 24 [ S ]
Agilidade – Rank:   4  [ D ] & 2 [ E ]
Destreza – Rank:    4 [ D ] & 4 [ D ]  
Vigor – Rank:          12 [ B ]  & 2 [ E ]
avatar
Gregar

Mensagens : 193
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Hummingbird em Qui Nov 19, 2015 8:58 pm

----------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------


Hum, pelo que entendi então, o tal mascarado queria mesmo criar um bando. Admito que a ideia me cativou bastante, ora, eu nunca estive em um bando antes! Que mal poderia haver?

— Viva!- Comemorei, junto aos demais.

E então, o mal de qual eu falava apareceu. Em pessoa; o encrenqueiro. Se bem que, eu estava sentindo falta dele, quando o vi, não deixei de abrir um largo sorriso. Infelizmente mal tive tempo de chamá-lo pra perto, ele mesmo o fez e ainda de quebra dispensou os outros beberrões que estavam ali com a gente. Puxa, que chato! Pensei em pestanejar, mas quando Gregar tomou a frente e os dispensou, simplesmente dei de ombros. Meus olhos se voltaram para a mesa; vi os canecos que foram deixados pelos beberrões. Voltei a encarar Gregar e Neil; estavam ambos distraídos conversando. Ok, ninguém vai notar mesmo. Avancei, apanhando os canecos e querendo beber mais. Aquilo estava realmente ficando melhor a cada gole, apesar daquele gosto amargo voltar sempre que a bebida descia.

— Como eles chamam mesmo essa bebida?- Entre soluços e arrotos, perguntei. Nisso Gregar me jogou outra pergunta; queria saber se eu o achava com cara de idiota. Gargalhei, sem nada a dizer. Neil prosseguiu, estava mesmo firme naquela proposta dele de empreitarmos um objetivo, ajudá-lo, e tudo mais...e que no fim, isso nos daria muito dinheiro. Olha, naquele momento a proposta me soou tão interessante que eu simplesmente não conseguia entender de onde vinha o repúdio de Gregar. Pensei, pensei... e nada. No fundo da minha mente eu só conseguia ouvir mesmo os deboches de Ifrit. E nada mais. Ah, sim, e muita euforia também. Acho que era essa bebida, estava me deixando tão inchado... não sei dizer.

— Aaaah! Essa coisa amarguinha aqui só melhora! Hahaha!- Dizia, aliviado depois de beber mais um caneco. Terminado com um soluço, arregalei os olhos com entusiasmo. Me inclinei sob a mesa, tentando chamar atenção do mascarado enquanto dizia; — Ei, Gregar, será que ele se esforça um pouco mais se você jogar um bloco de gelo daqueles bem grandões em cima dele? - E terminei rindo, olhando para Neil como se esperasse que ele também desse uma gargalhada. Bom, pelo menos até lembrar que ele não estava lá pra ver quando eu fui atingido pelo tal bloco de gelo. É, talvez ele não achasse tanta graça assim...

E então, apenas aguardei por alguma decisão de um dos dois.

-------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------

_________________

Força: D+
Energia: B
Agilidade: D
Destreza: D
Vigor: D

Lodians: 0


Sean Lionheart
avatar
Hummingbird

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 187
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 8
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por LK Neil Blaze em Qui Nov 19, 2015 9:40 pm

Sentiu aquela vontade crescer e aquilo era algo que não poderia evitar. Na verdade ele já não estava nem ligando mais. A mente enevoada evocava risadas que pareciam nascer lá no âmago e vir a dissipar num sorriso simples no rosto de Neil, aumentando para aquele sorriso insano. Até chegar em gargalhadas que poderiam facilmente ser ouvidas pelos bêbados que estavam fora da taberna. E riu como se o que Gregar tinha dito fosse a coisa mais engraçada do mundo, a melhor piada, a melhor cena digna dos melhores atores de melhores caravanas e quando por fim alcançou o cansaço de seus músculos, subitamente aquele ato direto e imprevisível.

Suas mãos segurando a adaga fizeram ela girar três vezes no dedo antes de fincá-la até a metade no centro da mesa de madeira, enquanto aquele sorriso insano permanecia no rosto de Neil. Os olhos vermelhos, o anel no dedo da mão que segurava a adaga completamente negro. O fato era que os dois eram completamente opostos. Enquanto Neil valorizava a solidão de seus atos e sua vida já não sabia o que dizer de Gregar. Se um lado para Gregar trabalhar em grupo era algo válido, para Neil era uma perda de tempo assombrosa, então o Mascarado tinha o conforto do "terreno" ao seu lado. Já Neil, tinha entrado em ambiente hostil.

E pessoas como Gregar eram o pior tipo.

- Contrato? Pagamento adiantado? Eu já tinha lidado com idiotas antes, mas acho que você é o chefe deles. Você tem um bebê, uma criança e três idiotas incompetentes. Na verdade você não sabe nem por onde começar. Ou sabe...? Qual seu próximo passo? Roubar leite pra criança? Tentar a vida no campo com seus lacaios? Você só vai continuar perdido. Hahahahahahha. - E sorriu mais uma vez. - Eu nunca disse que precisava de você, Mascarado. Eu sempre estive sozinho e posso continuar me virando sozinho. Você pode dizer o mesmo? - Levantou-se da cadeira com o sorriso estampado no rosto, enquanto retirava a adaga da mesa. - Era só um acordo. Nada além. - Disse enquanto virava as costas e rumava para a porta. - Mas eu espero seu sucesso...Hahahaha. Eu espero...

_________________
Atributos:

Força: E (2)
Energia: D (4)
Agilidade: C (8)
Destreza: D (4)
Vigor: E (2)
avatar
LK Neil Blaze

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 191

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 4
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Gregar em Dom Nov 22, 2015 11:34 pm

Seria sincero, gostava de Neil. Adorava aquela atitude estúpida e impulsiva dele, estava completamente absorto por justo ele ter bolas para falar naquele tom, o medroso que havia se borrado em combate contra os orcs, crescendo o nariz? Gargalhava disso até o inferno congelar por completo. Todos riamos afinal, Sean por bebedeira, Neil eu já não tinha certeza, mas eu? Apenas gargalhava por pura e simples diversão. Achava tudo hilariamente, a forma como ele se portava e como fingia conseguir tudo sozinho, pensava que poderia ir contra toda a nobreza da ilha sozinho? Ria de sua estupidez, a monarquia dos imbecis crescia a cada palavra que falávamos daquela conversa estúpida. Pelo amor de deus, achava mesmo que estava tão desesperado por trabalho que aceitaria o assassinato de nobres sem uma boa razão? Não era tão estúpido a ponto de arriscar meu traseiro assim, entretanto, ainda merecia ser retrucado.

- Realmente pensa que consegue provocar  um movimento como esse sozinho? Justo você que mal aguentou um punhado de orcs? Gargalhava alto subindo para cima de mesa, tinha em uma mão um caneco, noutra o bebe. - Se quer saber, deixe-me te contar meu segredo. Não luto sozinho, eu nunca lutei. Tenho minha lança, tenho minha magia, tenho Kenna, e agora ainda tenho companheiros a lutar sob minha bandeira. Direcionava-me diretamente a Neil atirando à cerveja a frente de seu caminho. - Pensa ser um herói de canções? Pensa que consegue limpar a própria bunda sem ajuda? Vamos lá, não venha cuspindo merda sobre meus sapatos. Não sou um mercenário qualquer, nem seu peão para aceitar qualquer contrato enquanto ouço com o rabo entre as pernas. Cuspia ao lado afastando o pensamento ruim. - Sou muito mais do que jamais vai poder ser, sabe por quê? Eu mesmo conheço os limites do que um pode fazer sozinho, já os testei de novo e de novo, não tenho como reinar sem gente assim. É por isso que recrutei Sean e os outros para servir junto a mim. Descia da mesa e ia direto contra Neil. - Vou marchar sobre Takaras, Hilydrus e sobre qualquer outro lugar que quiser, terei em minhas mãos fortalezas e ouro sem igual, serei o homem mais importante da porra dessa ilha, muito mais que qualquer nobre que vende família. Posso parecer pouco a você agora, mas se sair agora desta porra de taberna, a próxima vez que ouvir meu nome será como sendo o daquele que dobrou a ilha a seus pés. Sorria enquanto dizia tudo, teria minha riqueza, cedo ou tarde. - Vamos lá, é mais criativo que isso, deve ser capaz de me convencer a seguir um contrato estúpido que me põe contra toda a nobreza da ilha tão cedo. Eles serão meus inimigos? Sim é claro, preciso fazê-los agora? Uma ama de leite pra meleca parece muito mais importante agora. Sabe, tenho apenas seis que servem sobre mim agora, por que os arriscaria por você? Fala muito sobre promessas vazias, mas tudo que promete terei de uma forma ou outra, ainda assim, há algo que não barganhou, uma coisa que poderia fazer com que mudasse de ideia e da qual estou desesperadamente necessitado.

_________________
Gregar Walker
Força – Rank:      12 [ B ] & 0 [ F ]
Energia – Rank:     0 [ F ] & 24 [ S ]
Agilidade – Rank:   4  [ D ] & 2 [ E ]
Destreza – Rank:    4 [ D ] & 4 [ D ]  
Vigor – Rank:          12 [ B ]  & 2 [ E ]
avatar
Gregar

Mensagens : 193
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Hummingbird em Seg Nov 23, 2015 11:57 am

----------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------


Fala sério, eles iam ficar nessa troca de elogios sem fundamento até quando? Foi o que pensei.

Desci aquele último caneco, amargando meu paladar. Em seguida, um longo suspiro, comemorando a golada. Bati o caneco na mesa, enquanto ouvia o que Gregar tinha a dizer em sua defesa. Falou, falou, e ainda assim, ao meu ver, não deixou nada claro. Os dois pareciam querer provocar um ao outro, mas a resolução que é bom, nada.

— Tsc! - Pestanejei. Apoiei-me então sob meu braço direito que por sua vez, assumiu base com o cotovelo sob a mesa. Com a cabeça levemente inclinada, encarava os dois com certo desdenho, aquela conversa já estava ficando meio chata, mas eles até que pareciam gostar de provocar um ao outro, vai entender? — Se liga, encrenqueiro. Você diz que sabe se virar sozinho, mas você mesmo admite que não sabe até quando. E eu não sei você, mas eu acho que viver assim é um pouco chato. O Gregar aqui ta te servindo como uma ponte pra uma coisa bem mais divertida não acha? - As palavras saíam da minha boca com certa dificuldade. Eu não gostava de me meter nesse tipo de discussão, aliás, eu só o fiz mesmo porque estava vendo que isso não ia chegar a lugar nenhum. Olhei para o bebê então, dormia tranquilamente nos braços de Gregar. Que incomum não?

— É por isso que eu decidi seguir o Greg. Eu também sei que consigo sobreviver sozinho, mas será que vale mesmo a pena ficar mais não sei quantos anos vagando por aquela floresta imunda vivendo aquela mesma chatice de sempre? Eu pelo menos não quero isso. Bem mais legal seguir o mascarado vida loka louco aí. - Completei, deixando com que um largo sorriso se formasse em meu rosto. Este sorriso não era só meu.

Por fim o silêncio. Me peguei pensando se o que eu disse era mesmo necessário. Acho que sim né? Eles sequer sabiam de onde eu venho, ou qualquer coisa sobre minha história. Ah, deixa pra lá, isso não é conversa pra mim mesmo.

— Vou ver se eles tem leite ou alguma coisa pra essa bebêzinha aí. - Afirmava, já levantando da mesa e procurando por aquela mocinha que antes nos servia. Se a encontrasse, pediria pra me levar até a cozinha ou sei lá onde eles guardam os mantimentos, onde eu procuraria alguma coisa boa praquele bebê.

-------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------

_________________

Força: D+
Energia: B
Agilidade: D
Destreza: D
Vigor: D

Lodians: 0


Sean Lionheart
avatar
Hummingbird

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 187
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 8
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por LK Neil Blaze em Sab Nov 28, 2015 1:50 am

Parou de andar quando aquele copo de cerveja atingiu os seus pés na medida em que rolou sem impedimentos pelo chão. O sorriso voltou a se estampar na sua cara e Neil se virou apenas para encarar um Gregar avançando contra si, parando frente a frente, despejando palavras pelas quais Neil não daria valor nenhum. Ele sabia que nenhum dos dois daria valor nas palavras um do outro pelo simples fato de terem percorridos caminhos diferentes durante toda a vida. Gregar gostava de poder e ganância. Neil só queria ver o mundo queimar, enquanto um espírito anarquista pulsava em seu peito. Esperou ele terminar de falar e manteve o sorriso no rosto.

- É verdade. Eu fui alvejado por duas flechas que atiraram nas minhas costas, em seguida eu fui acertado bem na cabeça - e indicou o local apontando com o dedo - mas no fim, eu to aqui, de pé, na sua frente. E não foi por sua causa. Eu já tinha dado conta de um e o Elfo matou o outro, pontos pra ele. - E bateu breves palmas, obviamente de falso tom, para o arqueiro que já nem estava ali. - O que você quer, Gregar? Que eu diga que eu sou um covarde? Sim, eu sou. Porque eu dou valor na minha vida. Mas eu só dou um passo pra trás com pessoas que eu tenho certeza que vou perder... Até que eu volte e acabe com elas. - E então deu um passo pra frente. - E esse não é o seu caso.

O sorriso ainda estampado no rosto. Sean não importava naquele momento, mas se tivesse a chance seria o primeiro a receber uma boa surra se aparecesse na sua frente.

- Eu não só penso que consigo me virar sozinho, eu tenho certeza, porque viver sozinho é a lei da minha existência. Eu nasci sozinho, Gregar. E tudo o que eu precisei eu consegui pelas minhas próprias mãos. Eu não tenho suas magias, seus homens ou sua "Kenna". Mas e você? O que você faria sem tudo isso? Você sabe que não é nada sem seus brinquedinhos, por isso faz tão parte da escória como eu. Não vou ficar lambendo suas bolas como o Sean e os outros três gostam de fazer. Você sabe o que pode ganhar com o acordo. Se você aceitar, a gente senta e conversa, se não eu caio fora e dou meu jeito. Não é como se você fosse o único mercenário nessas terras... Aliás, você ainda não é nada. Mas tem sua chance de ser e eu to te oferecendo ela. O que vai ser?

Abriu os braços com aquele sorriso insano. Os olhos subitamente vermelhos faiscando de euforia.

_________________
Atributos:

Força: E (2)
Energia: D (4)
Agilidade: C (8)
Destreza: D (4)
Vigor: E (2)
avatar
LK Neil Blaze

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 191

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 4
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Gregar em Ter Dez 15, 2015 11:02 am

Decisões e mais decisões. Gostava de ter escolhas a tomar, fazia com que sentisse poder percorrendo diretamente meu corpo, céus quem não gostava de sentir-se poderoso? Eunucos e idiotas é claro. Gostava daquela situação, da presença daquelas pessoas e do que elas cantavam, o som de suas vozes me lembrava de muita coisa, fazia com que enxergasse longe e que criasse expectativas para um futuro. Algo grandioso o bastante para revirar aquela ilha de ponta cabeça. Não queria só os tronos da ilha, não era tão simples, queria cada centímetro daquele lugar de joelhos, do céu ao inferno. Sabia o que faria para isso, para a chance de ter todo aquele poder em mãos, de ter toda aquela gente de joelhos, sabia o que precisava para fazer isso. Dava de ombros com a ida até a cozinha de Sean, ao menos alguma das partes daquela discussão pensava.

- Muito bem então. Dava as costas a Neil e me sentava em uma cadeira, gesticulando a outra delas. - Que tal deixarmos os debates existenciais para depois? Prefiro que sente o rabo em uma cadeira e me conte logo essa história triste, começo meio e fim de preferência. Quero ouvir o que pretende ao certo antes de dar meu preço. Claro que ele vai valer exatamente o que seu plano pedir, mas deixe que diga uma coisa antes, não sou o único mercenário dessa ilha, sou apenas o melhor deles. Sorria enquanto esperava que Neil cantasse.

_________________
Gregar Walker
Força – Rank:      12 [ B ] & 0 [ F ]
Energia – Rank:     0 [ F ] & 24 [ S ]
Agilidade – Rank:   4  [ D ] & 2 [ E ]
Destreza – Rank:    4 [ D ] & 4 [ D ]  
Vigor – Rank:          12 [ B ]  & 2 [ E ]
avatar
Gregar

Mensagens : 193
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Hummingbird em Dom Dez 20, 2015 5:23 pm

----------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------


Eu estava um pouco mais animado que o normal, não sei explicar direito, sentia uma coisa borbulhar no meu estômago.

Não demorei para encontrar aquela mesma garota que nos servia anteriormente. Eu já não lembrava seu nome, e isso também não me importava. Entre soluços e algumas risadas que insistiam em sair mesmo sem motivo, consegui falar com a garota e pedir por alguma coisa que pudesse dar para um bebê. Ela gargalhou também, pareceu incrédula quando eu disse que estávamos com um bebê. Ela cochichou alguma coisa para si mesmo, cheia de deboche, mas eu não entendi. Cruzei os braços, ainda meio zonzo, enquanto lhe encarava;

— Anda logo moça, o bebê daqui a pouco começa a chorar e vai espantar todo mundo da sua taverna! - Pestanejei com uma voz um pouco trêmula.

Olhei ao redor, não vi muitas pessoas. Tentei então segurar o riso. Talvez o bebê fosse a última das preocupações da moça, afinal, ali já estava tudo vazio mesmo. Entre resmungos e cochichos, a moça logo voltou de uma das portas ao fundo, disse que só tinha um tal leite de cabra. Não era dos melhores, mas era o que tinha. Será que serve?

— Que seja, é melhor do que bebida não acha? Hahahahajha! - Gargalhei largamente.

A mulher não compactuou com meu riso desta vez. Parecia preocupada. No entanto, eu não lhe dei espaço para que ela continuasse. Apenas apanhei o leite que ela trouxe numa garrafa de vidro, e fui andando, meio que cambaleando, de volta para a mesa onde estavam os dois. Pra variar, ainda estavam discutindo. Aquela conversa estava ficando tão chata...

Bocejei.

— Ei, prefere que eu faça, ou você mesmo faz, mamãe Greg? - E ergui a garrafa de leite, referindo-me ao bebê.

E então esperava por uma decisão de Greg. Enquanto isso fiquei ali, ouvindo o que os dois tinham pra dizer, sem mencionar nada demais, aquela conversa não era do meu agrado mesmo.


-------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------

_________________

Força: D+
Energia: B
Agilidade: D
Destreza: D
Vigor: D

Lodians: 0


Sean Lionheart
avatar
Hummingbird

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 187
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 8
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por LK Neil Blaze em Qua Jan 06, 2016 1:10 am

Neil abriu um sorriso largo quando Gregar virou-se para enfim sentar na sua cadeira. O seguiu calmamente e fez o mesmo na outra, enquanto Sean surgia com um pouco de leite para dar para aquela criança. Era engraçado, pra ser sincero. A cena era cômica, mas Neil não conseguia ter pena daquela criança... Achava que era um problema futuro. Se pudesse, já tinha matado a pequena, mas isso tomaria proporções que ele não queria enfrentar. O assunto, porém, não era esse. - O resumo é bem simples, meu pai me vendeu para Takaras como um escravo e pensou que eu tivesse morrido, mas isso não aconteceu. Quando cheguei aqui, pra essa missão, eu fiz o meu pedido assim como você: o meu pedido era que nenhum de vocês deveria receber absolutamente nada. Inclusive eu. - E seus olhos cintilaram um rastro de loucura. Imaginou como seria se seu desejo estivesse sido reconhecido.

- Acontece que segundo Targo, meu desejo influenciava o os outros, e ele não atendeu. Contudo, eu tinha que morrer na missão. Essa era a missão de Targo... Vê como as coisas desenrolam? Um Diplomata de Hilydrus desejava minha morte e ele a teve, em tese. - Dizia em tese porque sabia que teoricamente todos ali estavam mortos, mas aquela condição era mais especial para Neil porque lhe dava uma vantagem, da mesma forma que daria aos seus "companheiros". - O nome é Velcoro Khan. Através dele eu posso chegar no meu pai e conseguir minha vingança; através dele você pode dar o primeiro passo pra conseguir Hilydrus, ou talvez algo bem mais caótico. - Na verdade, Gregar tinha muitas opções. Aquilo não agradava a Neil, não lhe fazia confiar no homem à sua frente, mas ele não precisava disso. Não estava preso a eles.

- De qualquer forma, não podem associar qualquer invasão ou sequestro, ou o que quer que seja a nós, porque estamos mortos. Precisamos de um nome. Algo que represente o grupo. Você tem algum em mente? - Indagou, já sem interesse enquanto brincava com a adaga.

_________________
Atributos:

Força: E (2)
Energia: D (4)
Agilidade: C (8)
Destreza: D (4)
Vigor: E (2)
avatar
LK Neil Blaze

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 191

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 4
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Gregar em Seg Jan 11, 2016 11:08 am

- Fique a vontade Sean, acho que vocês dois podem se dar bem melhor por causa da idade.

Sorria com o comentário de Sean. Já odiava a ideia de ter que carregar a criança, cuidar dela seria demais. Se era a maldição do demônio que queria a garota, que ela própria cuidasse dela. Claro que isso não seria possível, deveria ser mais uma das vantagens não ditas de não se ter um corpo. Poder ser o quão egoísta quanto quiser, e quando os outros mandarem você fazer algo é só dizer. E como espera que faça isso sem um corpo? Funciona na maior parte das vezes com Kenna, odiava como funcionava. Agora deixando coisas que odiava de lado, parecia mais próximo a um acordo com Neil. Ouvia sua história bebendo algo forte e escuro, não sabia dizer se era apenas vinho ruim ou cerveja preta amarga, não gostava em nada do gosto, mas ao menos poderia matar a sede.

Sejamos sinceros, Neil era um imbecil. Um completo e perfeito imbecil, até mais imbecil do que eu próprio. Não só sua ideia era enorme e envolvia muitos nomes chatos de se lidar com,  a forma como ele agia e parecia não se importar com nada, isso o tornavam um grande imbecil. Diplomatas nunca são coisas fáceis de se matar, não por eles é claro, mais pela dúzia de gente que carregam por seus bolsos, guardas e mercenários, gosto mais da segunda parte, mas ambas são igualmente complicadas de se lidar em batalha. Ainda assim ele tinha um ponto, eu odiava Hilydrus, toda aquela política de "apenas pessoas de bom coração aqui" me enojava. Podia encontrar muita gente naquela cidade, muita gente da qual odiava. Colocava a mão a frente do corpo quando o homem mencionava nomes, pedindo tempo para aquilo tudo.

- Vamos com calma sim?  Aceito a missão se aceitar o pagamento por ela. Sorria. - Claro que fico um pé a frente de Hilydrus se te ajudar, mas se decidir falar que sua morte é armação eu também fico um passo a frente e quem sabe arrumo alguns amigos.  Entretanto o que quero é algo que me vale bem mais que isso. Quero você, quero que sirva sob minha bandeira antes e depois dessa sua missão. Era direto, sorria enquanto falava tudo aquilo. - É idiota o bastante para pensar em um plano tão estúpido, gosto disso, e admito que vou precisar de gente como você hora ou outra, então teríamos um acordo mutuo mais interessante, te ajudaria por quanto tempo precisasse para completar essa sua vingança, e você estaria na minha companhia até que conseguisse atirar essa ilha toda em um caos. Agora se quiser saber sobre um nome, não precisa se preocupar com isso, em algum momento terei um perfeito, a menos que qualquer um dos senhores deseje gritar um primeiro.

_________________
Gregar Walker
Força – Rank:      12 [ B ] & 0 [ F ]
Energia – Rank:     0 [ F ] & 24 [ S ]
Agilidade – Rank:   4  [ D ] & 2 [ E ]
Destreza – Rank:    4 [ D ] & 4 [ D ]  
Vigor – Rank:          12 [ B ]  & 2 [ E ]
avatar
Gregar

Mensagens : 193
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Hummingbird em Ter Jan 12, 2016 6:11 pm

----------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------


Peguei a bebê no colo, então, me preparando para dar aquela garrafa de leite de cabra pra ela. Notei que a bebê estava leve. Que esquisito. Ou será que fui eu que fiquei mais forte? Decidi chacoalhar a pequena para ter certeza. É, ela era leve mesmo.

Com a brincadeira, percebi que ela abriu os olhinhos, ainda meio perdidos, sonolentos. Bocejou logo em seguida, e até então, nenhum barulho de choro sequer. Achei aqueles olhinhos tão bonitinhos, quase fiquei hipnotizado neles.

— Own. Vem cá, vou te dar um leitinho. - Cochichei, enquanto levava a garrafa até a boca da bebê. Sequer me preocupei se o gargalo da garrafa estava suja ou coisa do tipo, tanto é que meu movimento foi um pouco precipitado demais, derramando um pouco de leite que escorreu pelas bochechas da pequena. Ela soltou uma risadinha abafada, se divertiu com aquilo, e eu acompanhei a risada. Depois de um certo esforço, consegui colocar o gargalo em sua boca de maneira que ela conseguisse tomar o leite sem fazer muito esforço. Voltei a caminhar então, fazendo o contorno da mesa e sentando-me no meu lugar de antes. Enquanto isso, Greg e Neil conversavam, falavam e falavam sobre muitas coisas, eu admito que me perdi um pouco, era uma conversa tão chata sabe? Eles continuavam trocando farpas, debochando, tudo com muito sarcasmo.

— Hmm. Sabe, vocês parecem cachorros que ladram mas não mordem. - Joguei as palavras ao vento, como quem não quer nada. Tomei meu braço livre como apoio, colocando o cotovelo sob a mesa. Com o outro braço, ainda segurava a bebê, que estava tomando seu leite. — Eu olho pra vocês e fico imaginando; dois cachorros grandes, latindo, ameaçando... mas nenhum avança. Mesmo estado sem coleira nenhuma. Hahahahaha! - Terminei com uma risada, sem me segurar nem um pouco.

Entretanto, antes que um deles me interrompesse, rapidamente mudei o semblante para um de surpresa. Arqueei as sobrancelhas e ergui a cabeça, atento. Tive uma ideia!

— Ei! Vocês não queriam um nome pro grupo? Porque não A Matilha? Temos os cães maiores, o menor que sou eu, e até uma filhotinha. Não é, minha pequenininha... - Falei com bastante entusiasmo. Pena que aos poucos fui ficando distraído de novo com a bebêzinha que tomava seu leite e dava algumas risadas das minhas brincadeiras. Acho que eu só estava alegrinho por causa daquela bebida mesmo. Meu estômago ainda estava borbulhando, eu sentia uma animação que não sei explicar. Tanto é que eu mal conseguia ouvir os sussurros de Ifrit. Mas eu tenho certeza de que ele estava debochando de tudo isso, posso sentir. Contudo, a ideia até que não era ruim? Pelo menos pra mim.


-------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------

_________________

Força: D+
Energia: B
Agilidade: D
Destreza: D
Vigor: D

Lodians: 0


Sean Lionheart
avatar
Hummingbird

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 187
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 8
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por LK Neil Blaze em Sex Fev 26, 2016 6:59 pm

Torceu o nariz e pegou sua adaga de volta quando ouviu a proposta de Gregar. Os olhos estreitaram por um momento e Neil assumiu uma forma pensativa, com o sorriso cínico e sádico sumindo do seu rosto por um longo tempo. Aquilo não lhe era muito bem-vindo. De maneira alguma. Iria se sentir preso, conectado de forma obrigatória a algo e ele tinha seus próprios problemas a resolver; uma solitária e miserável vida a se levar. E ele gostava de como estava. Contudo, a proposta também teria suas vantagens e isso lhe fez pensar. E pensar. E pensar...

- Eu fico. – Disse depois de um considerável silêncio. Sua face não exprimindo nenhum sorriso, sua voz saindo séria sem nenhuma brincadeira, o que colocava em dúvida se Neil era apenas um dissimulado. – Eu sirvo sob sua bandeira, mas não andarei junto com seu grupo, nem com você. Mas estarei presente quando me chamar ou convocar minha presença. – E antes que ele pudesse falar ou reclamar de algo sobre como poderia lhe achar e se ele não iria traí-lo, completou. – Vou enviar cartas da minha localização ou de onde vou estar em um determinado período. Assim você pode me achar. Tá bom pra você? – Finalizou, esperando a resposta de Gregar.

Ali do lado, Sean parecia se divertir com a criança que simplesmente não esboçava nenhuma reação. Neil, porém, não pôde evitar dar uma risada da comparação relacionada aos dois e interveio. – Somos muito piores que cães, maios violentos e resignados. – E então se levantou, apenas esperando a resposta de Gregar.

_________________
Atributos:

Força: E (2)
Energia: D (4)
Agilidade: C (8)
Destreza: D (4)
Vigor: E (2)
avatar
LK Neil Blaze

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 191

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 4
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Gregar em Sab Abr 23, 2016 11:24 am

Parava por um breve momento. Encarando com um rosto fechado a Sean e se comentário para o bebe. Havia bebido demais era isso! Pensaria como se a bebedeira tivesse me feito pensar demais no que ele dizia, era uma criança céus! De volta aos trechos importantes agora. Tinha Neil dobrado e aceitando a servidão que empunhava a ele. Ótimo! Agora em minha legião possuía cinco soldados, e um bebe.  O ultimo era uma parte descartável daquela situação toda, mas o restante? Já começava o primeiro passo para a conquista! Uma ilha na qual teria tudo e todos! Pessoas se moveriam ao meu comando, lutariam, gritariam e morreriam por minha vontade. Sorria para mim mesmo.

Acenava com a cabeça e apertava a mão de Neil em concordância. Tínhamos um pacto nesse instante, uma concordância com o próprio demônio se me perguntassem. Muitos problemas poderiam surgir, agora mesmo tinha algo extremamente urgente a se resolver, uma coisa que havia negligenciado até o momento. Como poderia existir um bando se não havia um nome para ele? Sem uma bandeira que seguiríamos? Precisávamos de ambos, algo que fosse fácil de se lembrar e dizer. Que provocasse o medo nas batalhas e fizesse todos reconhecerem nosso potencial e capacidades. Sean falava sobre cães. Interessante, mas não exatamente o que buscava. No exato momento já éramos como próprios vira-latas, criaturas, desprovidas de terras, riquezas ou até mesmo a menor das famas. Não era um cão que queria me tornar, desejava algo mais. Sorria com um estalo, uma ideia perfeita.

- Exatamente. Cães podem ser domesticados e servirem de guardas para lareiras. Não somos tão bons assim Sean. Virava o que restava em minha caneca, apreciando cada gota de bebida. - Não importa quão grande seja nossa presa, em bando nos movemos e a abatemos. Somos parecidos com cães, mas bem piores do que eles. Somos lobos Sean. E a partir deste momento somos a Alcateia. Um amontoado de lobos famintos por riqueza, poder e vingança. Parava por um momento encarando a ambos. - Os primeiros que iram nos conhecer são os nobres que Neil quer ver mortos. Depois disso a ilha toda vai tremer de medo quando ouvir que os lobos estão chegando. Ninguém é estúpido o bastante para enfrentar uma alcateia inteira sozinho. Vamos nos divertir exatamente com isso! Com o medo dos imbecis e dos cães abaixo de nós. Senhores acho que temos um acordo.

_________________
Gregar Walker
Força – Rank:      12 [ B ] & 0 [ F ]
Energia – Rank:     0 [ F ] & 24 [ S ]
Agilidade – Rank:   4  [ D ] & 2 [ E ]
Destreza – Rank:    4 [ D ] & 4 [ D ]  
Vigor – Rank:          12 [ B ]  & 2 [ E ]
avatar
Gregar

Mensagens : 193
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por LK Neil Blaze em Sab Abr 23, 2016 11:15 pm

“Alcateia?” Pensou. Neil poderia viver com isso. Diante de todas as palavras proferidas por Gregar e pelo aperto de mãos que fora dado, Neil não podia voltar atrás. Tinha selado o compromisso. Contudo, não discordava do discurso. Cada um estava ali por interesse próprio. Todos se recusaram a morrer e se pudessem, colocaria todos de baixo dos seus pés. Cresceu no peito do anarquista a sensação de que agora ele tinha um rumo e que nada podia pará-lo. Ele era um lobo solitário. E continuaria sendo... Só que dessa vez com uma Alcateia esperando para trucidar quem se aproximasse.

A Alcateia.

Calhou bem. Cruzou a porta. Deu adeus.

Que o destino cuidasse dos seus.

_________________
Atributos:

Força: E (2)
Energia: D (4)
Agilidade: C (8)
Destreza: D (4)
Vigor: E (2)
avatar
LK Neil Blaze

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 191

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 4
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Hummingbird em Sab Abr 23, 2016 11:52 pm

----------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------


Quando dei por mim, a garotinha já havia tomado todo seu leite. Senti também que os efeitos daquela bebida que tomei estavam passando. Esquisito.

— Não! Você não pode cuspir, tem que engolir tudinho, minha pequena. — Refutei enquanto com a mão livre, deslizava o dedo polegar pelos lábios da bebêzinha, limpando os restos de leite que ela insistia em por pra fora. Uma brincadeira eu imagino. Ela era tão incrível, pequenininha, alegre. Ao mesmo tempo que eu estava adorando estar com ela, também sentia medo de não ser capaz de me controlar o tempo todo. Ifrit estava ficando impaciente. Isso acontece sempre que ele está com fome. Eu não sei bem mas, das poucas vezes que vi isso ele consegue usar o meu corpo pra sugar a energia vital das outras pessoas. E eu não queria isso para aquela pequenininha, ainda mais agora que ela fazia parte do nosso bando.

E que coisa mais incrível não é? Agora somos um bando de verdade. Temos até um nome. Eles não gostaram de "a matilha", Gregar disse que somos piores, como lobos. Então ficamos com "A Alcateia". A sensação que tive quando vi o encrenqueiro e o mascarado enfim concordarem? Foi de que eu não estava mais sozinho nesse mundo. E sorri.

— Certo! Então quando nos encontraremos de novo, Gregar? — Indaguei enquanto procurava um lugar para deixar a garrafa vazia do leite que a bebê tomou. Ainda segurando-a no braço esquerdo, chacoalhava um pouco enquanto caminhava ao redor da mesa, como que esperando por alguma resposta do mascarado. Independente de qual fosse, eu concordaria. — Precisamos fazer alguma coisa com ela. Eu não posso cuidar da pequenininha... Ifrit acabaria matando ela na primeira oportunidade. Talvez fosse melhor deixá-la aqui nessa Taberna. Aquela moça que serviu o leite parecia bem jeitosa com crianças... — Meu comentário me fez lembrar de como a moça encontrou o leite rapidamente quando falei se tratar de um bebê. Ali então deixei uma ideia para o mascarado, caberia a ele decidir. Inclusive, passaria-lhe a decisão entregando-lhe o bebê nos braços depois de toda conversa.

— Mal posso esperar pra nos encontrarmos de novo. Garanto que vou estar muito mais forte e grandão. Quase que nem aqueles Orcs da Montanha! — Disse, cheio de destemor.


-------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------

_________________

Força: D+
Energia: B
Agilidade: D
Destreza: D
Vigor: D

Lodians: 0


Sean Lionheart
avatar
Hummingbird

Pontos de Medalhas : 70
Mensagens : 187
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 8
Raça: Possuído

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [IL Livre] O Nasciento d'A Alcateia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum