Fórum Inativo!

Atualmente Lodoss se encontra inativo. Saiba mais clicando aqui.










Vagas Ocupadas / Vagas Totais
-- / 25

Fórum Inativo!

Saiba Mais
Quadro de Avisos

>Dizem as más línguas que o anão Rookar, que fica no Porto Rangestaca, está procurando por mercenários corajosos - ou loucos - que estejam afim de sujar as mãos com trabalhos "irregulares". Paga-se bem.

> Há rumores sobre movimentações estranhas próximas aos Rochedos Tempestuosos. Alguns dizem que lá fica a Gruta dos Ladrões, lar de uma ordem secreta. Palavra de goblin!

> Se quer dinheiro rápido, precisa ser rápido também! O Corcel Expresso está contratando aventureiros corajosos para fazer entregas perigosas. Por conta da demanda, os pagamentos aumentaram!

> Honra e glória! Abre-se a nova temporada da Arena de Calm! Guerreiros e bravos de toda a ilha reúnem-se para este evento acirrado. Façam suas apostas ou tente sua sorte em um dos eventos mais intensos de toda ilha!




Quer continuar ouvindo as trilhas enquanto navega pelo fórum? Clique no botão acima!

[Comum] UAOM - In The North of The Island

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por NR Nayruni em Dom Mar 09, 2014 8:22 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Tópico criado como parte integral da campanha Uma Ameaça de Outro Mundo. Essa parte da campanha se passa nas regiões gélidas de Calm.

Jogadores:

Lyza Simons
PV: 100%
EN: 100%
XP Adquirido:
Status:

Sabrina Lima
PV: 100%
EN: 88%
XP Adquirido:
Status:

Kirshin Arcroem
PV: 100%
EN: 100%
Status:



Sérpico/b]
PV: 100%
EN: 100%
Status:


[b]Saphira

PV: 100%
EN: 100%
Status:


Eric
PV: 100%
EN: 100%
Status:


Última edição por NR Nayruni em Dom Nov 15, 2015 5:26 am, editado 13 vez(es)
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Sérpico em Ter Jun 09, 2015 9:15 pm

Spoiler:
Postando de novo pra manter um pouco a conversa e deixar uma sugestão para a líder, hm.

Sobre a fala de Kirshin, Sérpico rapidamente disse:

Nesse caso nada poderemos fazer... E, nesse caso, o mais estranho é o fato de que eles, os que nos enviaram, sabiam disso, sabiam das disposições inimigas e então sabiam que nada poderíamos fazer aqui, contra veículos voadores. Logo, por que estamos aqui? ─ Sérpico cerrou os punhos meio dormentes nas correias da mochila. Estava se sentindo passado para trás. ─ Percebem? Algumas informações não batem!

E outra:

Se são uma distração... então que puta distração! Eu vi eles, Kirshin. Eram muitos, muitos mesmo. Não consigo imaginá-los apenas como uma distração. Era realmente uma força de combate formidável, uma unidade. ─ O que levava Sérpico, novamente, a repensar se a imagem que vira do exército era real. Sendo uma ilusão, aí sim as coisas se encaixariam no termo “distração”.

E se virou para Eric:

Tomar Calm? Por que Calm? Qual, exatamente a vantagem bélica em tomar um monte de neve onde não estão nem as poderosas fortalezas nem as grandes cidades? ─ Então de repente Sérpico era um veterano entendedor de todas as coisas? Vai ver não estava completamente sarado do ferimento, que deve ter afetado sua cabeça, hm. Vai ver o frio estava o deixando completamente louco e paranoico. Vai ver. ─ Não sei Eric... Não está certo. A menos que aqui  ─ Um chute na neve ─ tenha algo que eles querem e que tem passado despercebido aos nossos olhos. E aos olhos dos que nos enviaram... Droga.

Sérpico estava pensando em maldades que não sabia se era capaz de fazer. Queria muito topar com um orc agora mesmo e começar a extração de pedaços afim de ganhar respostas para todas essas dúvidas.  

Então se distraiu com a decisão de Saphira. “E se você não retornar?”, pensou, preocupado. Mesmo com a garantia de que ela poderia acha-los de novo, o ponto era o que acharia ela quando fosse até o local indicado. Não queria que ela fosse. Era um ardil. Era alguém brincando com eles.

Espera ─ disse. E Lyza tomou a fala. Era isso. Saphira simplesmente não deveria ir só. Não deveria ir. Mas se estava realmente disposta, então que... ─ ...não vá só. Desde que o primeiro batedor apareceu, na minha vigília, e Bjorn sumiu, eu vejo como é imprudente ter uma única pessoa agindo. Por mais capaz que seja essa pessoa...  

Olhou de relance pra Lyza. Dividir o grupo... realmente, se fosse mais alguém com a líder, o grupo ficaria bem dividido. Olhou de volta para Saphira. Ela parecia bem determinada, talvez não recuasse com o pedido de Lyza. Talvez.

Sérpico esperou. “Eric seria uma boa companhia para ela”, pensou. “E Olhos Brancos poderia ficar aqui, como líder”. Lyza tinha poderes interessantes, ótimos contra hordas de orcs. "Então ela poderia ficar junto das bombas e tudo o mais, a melhor defesa em casos extremos". Ele, por sua vez, não queria ir. Se sentia mais à vontade com explosivos nas costas. Mas não negaria o chamado caso fosse requisitado. E tentaria não demonstrar nada se Saphira escolhesse ir só.  

Eles tinham que começar a conversar mais... sobre o que seria daqui pra frente, sobre como reagir daqui pra frente, sobre o que fazer se chegarem nas montanhas e não ter exército algum do outro lado... É.

_________________
Sérpico Vandimion
Habilidades
L$:
Atributos: Força: C (8), Energia: C (8), Agilidade: C (8), Destreza: C (8), Vigor: C (8)

Senso de direção: sempre sabe para onde é o norte, e sempre sabe voltar por qualquer caminho que tenha feito.
Senso de distância: pode julgar distâncias exata e automaticamente.
Sentido temporal: sempre sabe que horas são, e pode cronometrar eventos como se tivesse um relógio exato.

Itens: Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho
Itens (UAOM): Cinto com (8) adagas (nível 1), Espada curta (nível 1), Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho, Berrante, Poção de cura menor.
avatar
Sérpico

Mensagens : 201

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 14
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Laser Beetle em Sex Jun 12, 2015 11:58 pm

Finalmente estavam confiando uns nos outros. Enquanto os argumentos eram trocados, Eric sorria, porque as batalhas, as longas caminhadas, as sentinelas e a convivência estavam dando frutos. Os Lobos não mais mantinham seus pensamentos trancados na cabeça, eles agora compartilhavam e buscavam apoio uns nos outros. "Graças às Estrelas!" - Pensou o Cruzado, erguendo o olhar para o brilho belo de algumas delas, que escapavam entre as nuvens do céu de inverno.

E baixou o olhar quando Sapphira falou. Eric abriu a boca, mas Sérpico e Lyza foram mais rápidos. A Maga demonstrou uma prontidão impressionante pra responder, dada sua timidez costumeira, o que surpreendeu o loiro o suficiente pra fazê-lo esquecer de falar. Só retomou o fio da meada quando Sérpico pareceu complacente. Eric ergueu a mão enluvada.
- Nossas chances já são baixas o suficientes agora. Se nos dividirmos... - Parou. Não queria falar que morreriam. - Olha, nós sobrevivemos pelo fio dos cabelos até agora, e não acho que vá ficar mais fácil só porque não vemos Orcs há algum tempo. Não vimos Orcs por dias antes, também. - Parou por um momento, abaixando a mão e refletindo. Não queria que o grupo parasse de pensar, mas não via como seguir os rastros de um fantasma era uma boa ideia.

- O ponto-chave é que não devemos nos separar. Vai ver não tem um exército do outro lado das montanhas, vai ver aquele fantasma era uma ilusão de um Orc feiticeiro. Nós sabemos que eles usam magia. Não temos certeza de muita coisa, e estamos andando no escuro, sim. - Deu de ombros. - Mas é assim que é a guerra. Ao menos foi o que me falaram. Metade do tempo você não sabe o que tá fazendo, e a outra metade não sabe por quê. - Não colocou o "mas vocês andarão em linha e ficarão calados, mesmo assim" que completava aquela lição. Sentiu que não seria bem recebida. Tentava se lembrar constantemente das lições que aprendeu em Rohan sobre ser um bom soldado.

- Em momentos como esses, a gente têm que tomar todas as informações como verdadeiras, e escolher o caminho mais bem apoiado por elas. Existe um exército, ele é enorme, e temos bombas o suficiente pra atrasá-lo, distração ou não. - Olhou de um para outro, procurando ver se eles entendiam, e enfim parou o olhar em Sapphira. - Enfim, se quiserem mesmo ir atrás daquele demônio e das suas visões, eu vou com vocês. Acho que todos devemos ir. Dividir e conquistar não vai funcionar aqui. - Havia falado o que achava, dividido seu pequeno conhecimento e recuado. Eric era só um soldado, seguia ordens e mantinha a linha firme.

Agora ele estava esperando ordens e implorando pro resto do grupo manter a linha firme também.

_________________
Eric Chamado da Luz
Cruzado Solar
Porto Real

Força: E
Energia: D
Agilidade: E
Destreza: C
Vigor: D

0 Moedas
avatar
Laser Beetle

Mensagens : 131
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Saphira em Sab Jun 13, 2015 12:10 am

E foi nesse momento que me arrependi de não ter usado da autoridade como líder para tomar a decisão. Realmente aquele grupo não sabia lidar muito bem com escolhas, mas não poderia culpa-los. Eu também não o fazia. - Pelo visto vocês não lidam muito bem com liberdade de escolha... Que seja, vou descobrir a verdade queiram vocês ou não. - E me virei, dando as costas ao grupo, tomando o rumo das pegadas do fantasma, antes que estas se apagassem. - Se alguém quiser me seguir, que siga, senão, continuem com a missão. - E parti, sem esperar respostas, reclamações, ou qualquer coisa.

[Só relembrando que usei a habilidade para tentar detectar o Bjorn.]

_________________

Força: D
Energia: F
Destreza: D
Agilidade: C
Vigor: D
L$: 0
avatar
Saphira

Mensagens : 131
Idade : 23
Localização : Rio de janeiro

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por NR Nayruni em Qua Jun 17, 2015 4:01 pm

@ Todos

A aparição do fantasma de Aldarion não convenceu os aventureiros, ninguém confiou no último sacrifício do guerreiro, nem mesmo Sérpico o reconheceu. Parecia que a mensagem de Aldarion estava fadada a se perder. Mas depois de algum tempo de caminhada, Sérpico começou a levantar questões que antes estavam ocultas, essas questões começaram a fazer todos pensarem e isso mudou as atitudes de Saphira. Depois de uma rápida discussão, a vampira decidiu que iria atrás da pista do fantasma, logo ela que era a pessoa mais improvável, a única que tinha motivos para não acreditar no guerreiro morto, foi a que se apresentou para a tarefa.

Mesmo com os protestos de alguns, Saphira partiu a passos largos e rápidos, desaparecendo na escuridão da noite como se ela própria fosse a noite. Para o restante do grupo, a viagem seguiu por mais um dia sem nenhum impedimento, sem orcs, tudo estava estranhamente quieto.


@ Saphira

A vampira seguiu durante um dia inteiro de viagem as pegadas do fantasma, estas estavam muito fáceis de seguir. Durante o trajeto ela podia sentir a presença de Bjorn mais ao norte mas não era capaz de definir com exatidão a posição, sabia apenas que ele estava a aproximadamente dois dias de viagem. No dia seguinte, no meio da madrugada Saphira alcançou o fim das pegadas do fantasma, estas davam em uma clareira ao pé de uma colina. E qual não foi sua surpresa ao ver que o local estava repleto de cadáveres, uma terrível batalha havia acontecido ali.

Analisando com mais atenção, Saphira contou 30 orcs trajando armaduras de batalha completas, negras e repletas de espinhos, todos os corpos estavam em um estado extremamente avançado de decomposição, como se tivessem morrido ha 2 semanas sob o Sol do verão. O fedor era insuportável e era muito mais forte que o simples cheiro de carne podre, era possível sentir um fedor ácido de enxofre queimando as narinas. Analisando os rastros da batalha, Saphira deduziu que ela havia ocorrido ha dois dias atrás e que apenas um único homem havia enfrentado todos aqueles oponentes, o que a deixou surpresa e a fez se lembrar da cena que encontrou logo quando saiu de Calm, da patrulha de orcs mortos por um único homem usando uma armadura pesada e uma espada enorme. Os rastros eram idênticos, os cortes nos corpos apodrecidos indicavam a mesma arma, ela também notou que havia outra criatura ali, esta deveria medir pelo menos três metros de altura, os rastros do espadachim solitário terminavam ali revelando que houve uma luta, depois os rastros do ser de três metros sumiam e o do espadachim seguiam em direção até onde o fantasma os encontrou.

Relembrando as palavras de Aldarion, Saphira procurou pelo carvalho e o encontrou, pequeno, retorcido, sem folhas e discretamente escondido entre os pinheiros que margeavam a clareira. No centro dele havia um buraco que ao se aproximar emitia um brilho, olhando com mais atenção Saphira percebeu uma esfera de cristal. Hesitantemente, porém com coragem, ela levou a mão até a orbe e a removeu notando que luzes estranhas pareciam dançar dentro da esfera. Curiosa, ela aproximou o rosto da orbe e repentinamente um clarão ofuscou sua visão cegando-a por alguns segundos. A vampira soltou a orb e então recuou sacando suas armas, crendo que havia caído em uma armadilha, mas nada aconteceu, ninguém apareceu e ela não foi atacada como esperava.

Porém quando ela abriu os olhos viu que era dia, ventava muito, nevava bastante, era o princípio de uma tempestade. No meio da clareira havia uma figura alta medindo cerca de dois metros de altura e trajando uma armadura negra, assustadora com uma espada enorme nas costas. Era Aldarion.

Se você estiver tendo esta visão, é porque eu estou morto. – Disse ele. – A esfera que você pegou se chama Orbe da Lembrança Póstuma e ela é capaz de guardar as últimas lembranças de alguém que tenha morrido recentemente. – Explicou.

Eu não sei quem é você, talvez seja meu amigo Sérpico. Mas aqui vai a minha mensagem, por favor a leve adiante. – Suspirou o guerreiro com um sorriso triste. – O exército de orcs ao norte é uma distração infantil, na verdade eles não planejam invadir Calm, pelo menos não agora. Aqueles orcs na verdade estão sendo manipulados pelo arch demon Etthoras, filho de Baallzerack senhor da 337ª camada do Abismo. – Contou, agora seu rosto se enrijecendo.

Ha muito tempo atrás, antes de Lodoss ser colonizada, uma seita demoníaca constriu quatro portais que ligavam este mundo ao Abismo, lar dos demônios. Esse culto planejava escravizar Baallzerack e tomar controle de suas vatas hordas demoníacas para invadir e conquistar este mundo. O plano deu errado, Baallzerack se libertou do controle dos bruxos e quase conseguiu dominar este mundo. Por sorte o portal por onde ele passou foi destruído e ele foi banido novamente para o abismo. O lugar onde isso aconteceu se chama Takaras e é por isso que aquele lugar tem o solo venenoso e o céu eternamente negro. Aquilo de certa forma foi corrompido pelas energias do abismo e os demônios que habitam lá hoje são descendentes dos primeiros que passaram pelo porta. – Enquanto contava a história, Aldarion começava a afiar sua espada, em momento algum ele olhava em direção a Saphira, era como se ela não estivesse lá e ele estivesse falando sozinho.

O problema é que os outros 3 portais ainda não foram destruídos, depois que os demônios foram derrotados, os portais foram escondidos, enterrados e esquecidos. Acontece que agora Baallzerack conseguiu novos aliados, como os asquerosos devoradores de mentes, e eles planejam reabrir os portais e invadir Lodoss para depois devorar o mundo todo. O plano dos demônios é anexar esse universo ao Abismo condenando todas as almas mortais a se tornarem alimento para as infinitas legiões abissais. – Aldarion falava com uma frieza absoluta e Saphira percebeu que ele parecia se preparar para alguma batalha. – Os portais no entanto têm um ponto fraco, apenas 7 demônios podem passar por dia, mas existe um método que pode ser usado para acelerar a passagem dos demônios e é ai que os orcs entram. Etthoras pretende invocar os demônios do portal diretamente para os corpos dos orcs, em outras palavras os orcs vão servir como recipiente para os demônios passarem mais rapidamente pelo portal. A localização dos três portais é a seguinte: um no norte da ilha passando pelo desfiladeiro, outro escondido no subsolo de Hilydrus e o ultimo no coração de Endless. – Saphira agora via Aldarion se erguendo, largando a mochila e os equipamentos e ficando somente com suas armas, armadura e um cinto de poções.

Vocês devem encontrar esses portais e fechá-los. Dentro do carvalho tem um mapa com a localização do portal do norte, os outros dois vocês vão precisar encontrar por outros meios. – Explicou o espadachim agora retirando de um compartimento na armadura a esfera que Saphira havia pego e um mapa. Ela o viu caminhar até o carvalho e os colocar lá dentro, escondendo-a exatamente como a vampira a havia encontrado. Depois disso Aldarion ergueu sua espada para o céu gelado.

TEMPUS! SENHOR DA GUERRA, EU TE PEÇO QUE TESTEMUNHE MINHA BATALHA E NEGOCIE COM KELENVOR UMA DÁDIVA DA PÓS MORTE! – Girtou evocando os nomes de deuses desconhecidos para Saphira.

Nesta clareira existe uma chave rúnica que serve para abrir o portal. Etthoras está vindo para cá busca-la e eu tentarei pará-lo. – Falou o guerreiro. – Se você encontrar uma garota bela, de olhos verdes e grande poder mágico chamada Sabrina, diga a ela que eu morri para tentar protegê-la. – E com estas ultimas palavras Aldarion se calou e ficou ali, imóvel como uma estátua sobe a nevasca que aumentava acumulando neve sobre seus ombros e sua cabeça.

Três longas horas se passaram sem que Saphira deixasse de observar aquela cena, agora ela sabia que aquilo não era real mas sim as lembranças dos últimos momentos de Aldarion. Depois do tempo de espera, Saphira viu surgir de um lado da clareira um grupo de 30 orcs liderados por uma figura não com 3 metros, mas sim formidáveis quatro metros. Era um ser humanoide de pele vermelha e olhos que brilhavam como brasas ígneas. Das têmporas dois chifres negros e retorcidos saltavam terminando em espiral, ele usava uma armadura toda feita de ossos negros e com caveiras estampadas em toda parte, ele era pavoroso, sua simples presença causava calafrios em Saphira e ela podia sentir o medo subir a níveis enlouquecedores no coração de Aldarion. Mas o guerreiro continuava ali, em pé, irresoluto.

Já os orcs que acompanhavam o monstro eram tão monstruosos quanto, eles também tinham a pele vermelha, mediam quase três metros de altura, usavam armaduras negras com espinhos, armas de aço também negro e pareciam muito mais fortes que os orcs normais. Saphira percebeu com facilidade que aqueles orcs já estavam possuídos por demônios.

Nenhuma palavra foi trocada quando os orcs e Aldarion se avistaram, apenas uma batalha se iniciou com os orcs arremessando enormes machados em direção ao espadachim solitário. Aldarion se esquivou dos machados e em pleno ar agarrou um deles para em seguida arremessá-lo de volta acertando em cheio a cabeça de um dos orcs. Saphira notou que ao morrer o orc imediatamente entrou em estado de decomposição avançada caindo pesadamente ao solo. A batalha prosseguiu com os orcs avançando contra Aldarion e este lutando com todas as forças, a habilidade do espadachim era inegável e mesmo sofrendo incontáveis ferimentos ele continuava de pé e enfrentando todos os orcs sem jamais demonstrar fraqueza.

Saphira sentiu o medo desaparecer no coração do guerreiro sendo substituído pela fúria ardente, pela coragem e pela força de um amor, o amor que o fazia se lançar para a morte diante de inimigos tão poderosos. Finalmente depois de alguns minutos de batalha épica, Aldarion estava sozinho enfrentando o Etthoras, o demônio usava magias poderosas contra o guerreiro mas sempre que Aldarion caía, ele se levantava novamente independente de qual forte fosse a magia ou quão graves fossem seus ferimentos. O duelo entre os dois se seguiu por uma hora e nenhum dos lados parecia se abater pelo cansaço, Aldarion havia acertado incontáveis golpes no demônio mas ele também estava gravemente ferido, sua armadura destroçada sobre o corpo igualmente destruído.

Mortal, você só está de pé por pura força de vontade, meu próximo ataque vai destruir você por completo. – Bradou o demônio furioso apontando sua arma, a mão esquerda, uma terrível mão flamejante em direção ao guerreiro.

BAAAH! Não me venha com essas bravatas seu verme, venha logo tomar minha vida, mas saiba que deixarei para os próximos um presente. – Respondeu o espadachim preparando sua espada.

No momento seguinte os dois se colidiram e o demônio conseguiu acertar um golpe fatal em Aldarion que derrubou o guerreiro no chão. Em seguida Etthoras pisou no espadachim e se agachou agarrando a cabeça de sua vítima.

Implore por sua alma e eu pouparei você para me servir por toda a eternidade. – Disse o demônio segurando a cabeça de Aldarion.

Seu hálito fede, vá se fuder comedor de merda! – Respondeu o espadachim cuspindo em direção ao demônio.

Em seguida Etthoras simplesmente forçou o pescoço do guerreiro quebrando-o e matando o espadachim, Saphira ouviu um estalo e tudo escureceu, ela sentiu o frio da morte, nada mais estava visível. Depois do que pareceram serem horas ela viu tudo clarear novamente, Etthoras não estava mais lá, apenas a armadura destroçada de Aldarion se encontrava no lugar e ao lado da armadura a mão esquerda de Etthoras. Saphira viu um corpo de carne e osso surgir dentro da armadura e esta se reerguer, era Aldarion, agora um fantasma. O ser se ergueu, olhou para a mão decepada e sorriu, depois simplesmente começou a caminhar e ela sabia que seu destino era encontrá-los. No último segundo antes de ser derrubado por Etthoras, Saphira entendeu que o espadachim havia acertado a mão esquerda do demônios, mas o golpe fora tão preciso e perfeito que a mão só foi decepada momentos após a morte do guerreiro.

Repentinamente a visão acabou e Saphira estava no mesmo lugar que antes, a esfera de cristal cintilava em sua mão e ela percebeu pela posição da luta que não havia se passado nem mesmo um minuto. Agora ela sabia a verdade, sabia que o fantasma era mesmo Aldarion, que a mensagem que ele havia passado realmente era real e percebeu que precisava recuperar a mochila do guerreiro e reencontrar seus amigos o mais rápido possível. Ela precisava entregar a esfera de cristal a eles para que vissem o que ela havia visto. Sem perder mais nenhum segundo, Saphira partiu imediatamente para encontrar seus companheiros usando suas habilidades.


@ Todos

O grupo continuava a viajem, mesmo o fantasma de Aldarion tendo avisado que não haviam orcs na região, eles seguiam devagar e com cautela. Mas foi Eric que teve a melhor ideia, ele propós que o grupo viajasse um pouco mais devagar durante pelo menos uma semana, desta forma Saphira poderia alcançá-los com mais facilidade. A estratégia deu certo, na terceira noite a vampira reapareceu reencontrando seus companheiros, agora ela tinha um artefato e uma esfera de cristal com as ultimas lembranças de Aldarion.

Informações: Qualquer um que tocar a esfera pela primeira vez verá as ultimas lembranças de Aldarion, essa pessoa ficará em transe por um minuto exatamente.

_________________
Aproveito este espaço para deixar meus préstimos ao meu colega de equipe GM Zato por ter lido toda a história escrita na ficha do Bluesday!!!

Parabéns fera! Você é mitológico!
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Saphira em Qui Jun 25, 2015 12:46 pm

Consegui chegar ao local sã e salva, mas lá encontrei uma cena familiar. Um campo de batalha abandonado, corpos já em avançado estado de decomposição se encontravam aos montes. O cheiro de podridão era tamanho que fui obrigada a colocar um pano sobre o rosto para amenizar o cheiro. Fiz uma analise rápida da situação, e conclui que da mesma forma como antes, a batalha fora de um contra muitos, e este ser sozinho havia derrotado todos os monstros. Continuei caminhando até encontrar a tal arvore mencionada por Aldarion, e ali achei um artefato curioso, uma orbe azul brilhante. De inicio fiquei com medo de toca-la e ser uma armadilha, mas quando a toquei, fui levada a uma espécie de ilusão, que mostrava as memorias passadas de Aldarion. Eu vi e vivi a batalha, como se estivesse lá, em terceira pessoa, apenas observando, sem poder ajudar. Mas antes da luta, ele contou a historia, contou aquilo que passei a acreditar como se fosse a verdade.

- Serpico estava certo... O objetivo deles é outro. Eles não vão invadir Calm AINDA. Só depois de libertarem os demônios e passarem suas almas para dentro dos corpos do exercito de orcs. - E agora todo aquele quebra cabeças parecia fazer mais sentido, as peças se encaixavam e começavam a mostrar uma realidade perturbadora. Imediatamente procurei pelos pertences de Aldarion, sua mochila deveria estar em algum lugar por perto. Talvez perto do lugar onde havia morrido, ou perto do carvalho. Se não encontrasse a mochila ali, provavelmente havia sido roubada pelo demônio, e teria que recupera-la de algum outro jeito. Mas antes de pensar nesses assuntos, corri de volta para a encontrar meus companheiros, precisava avisa-los que realmente era tudo um imenso engodo.

Corri como nunca antes até conseguir finalmente encontra-los. Eles não estavam tão longe do ponto onde havíamos nos separado, e assim que cheguei, contei a eles tudo que havia visto, e lhes mostrei a esfera e o mapa. - Acho que agora tudo faz sentido. Eles estão aqui com um proposito. Libertar os demônios, e trazer suas almas para dentro dos corpos dos orcs. - O único problema era, como fechar o tal portal? Talvez a tal chave mencionada por Aldarion pudesse fazer isto. - Temos que encontrar a chave desse portal. Tenho um palpite que ela deve estar na mochila de Aldarion, ou com o tal Ethoras.

_________________

Força: D
Energia: F
Destreza: D
Agilidade: C
Vigor: D
L$: 0
avatar
Saphira

Mensagens : 131
Idade : 23
Localização : Rio de janeiro

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Lyza Simons em Qui Jun 25, 2015 2:58 pm


A verdade revelada

Se passou uma semana desde que Saphira havia deixado o grupo para buscar respostas. E quando todos menos esperavam, ou já tinham, talvez, perdido as esperanças de vê-la de novo, ela voltou com algo surpreendente. As respostas que todos ansiavam. Ela chegou explicando tudo que havia visto e acontecido, e consigo, ela trazia também um artefato magico, dizendo que este poderia nos mostrar tudo, da mesma forma como ela havia visto. Lyza respirou fundo, e foi a primeira a pegar a esfera das mãos da elfa, e assim que o fez, caiu no mesmo transe que a mulher, e pôde ver em detalhes Aldarion e toda a historia antes contada. Lyza acordou com um susto daquele sonho, como se estivesse em batalha, pois fora tão real, que teve a sensação que seria atacada a qualquer momento durante aquele sonho.

- Devemos então ir atrás dessa chave? - Completou perguntando à própria líder se deveríamos correr atrás daquele novo objetivo. Se era isto mesmo que os orcs queriam desde o inicio, bombardear as montanhas de nada adiantariam. O exercito possuído seguiria em frente, atravessando cada obstáculo, e no fim, mataria a todos. No coração da maga ruiva, batia um forte sentimento de querer ir atrás daquela chave e destruir o portal, mas como uma boa guerreira, e uma boa companheira, esperou que a líder lhe dissesse o que fazer.

_________________


Força: D Energia: B Agilidade: D Destreza: D Vigor: E
M.O: 1500
avatar
Lyza Simons

Pontos de Medalhas : 80
Mensagens : 228
Idade : 28
Localização : Rio de janeiro, RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 6
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Laser Beetle em Sab Jun 27, 2015 12:45 pm

Durante os dias sem Sapphira, a caminhada havia tomado um ânimo completamente diferente. Ainda viajavam a noite, por que era cômodo e efetivo, e também por que Eric havia feito um ponto bastante forte de serem o mais lentos e fáceis de achar quanto possível, sem colocar em risco a segurança do grupo.

Foram dias em que ele se perguntou se devia ter ido com ela, mesmo que ninguém tivesse mostrado interesse. Apesar de achar que dividir o grupo era a pior das ideias, não conseguia afastar o sentimento ruim de abandono quando a mulher pálida foi embora. Esperava encontrá-la de novo, mas no anoitecer do terceiro dia decidiu que retomariam a velocidade de caminhada normal depois de uma semana.

Em um dos momentos de descanso, de montagem de acampamento, etc; Eric tentaria começar conversas. O ânimo de todos estava um pouco mais baixo a cada dia que passava, agora que estavam com dois a menos e nenhum Orc a vista pra solidificar a importância da missão.

Por sorte, Sapphira apareceu antes que qualquer coisa desse errado, e Eric não conseguiu conter o sorriso e o alívio, mas conseguiu conter a vontade de abraçá-la. Ele se orgulhava da sua capacidade de ler as pessoas, e sentia que não seria um gesto apreciado. Se acomodou por erguer a mão e dizer um...
- É bom te ter aqui de novo! - ... que resumia tudo. Ouviu a história da elfa e se impressionou com tudo, mas não quis tocar a esfera. Ainda não sabia se confiava cem por cento naquele tipo e magia, tão ligada à morte e à Deuses desconhecidos. Optou por pedir uma explicação dos companheiros que fossem ousados o suficiente pra experimentar a visão, assim como fez com Sérpico no observatório de Mestre Guinle.

E o que ouviu foi aterrorizante. Ergueu os olhos para as estrelas e tocou o peito. Conseguia ver uma que brilhava muito mais intensa do que as outras, e a escolheu como foco quando agradeceu por aquela oportunidade.

Por que, se aquilo fosse verdade, ele não estava ali pra enfrentar Orcs, mas sim demônios. E não havia uma Cruzada mais gloriosa do que uma feita contra as forças sombrias do submundo. Agora só restava seguir o mapa e chegar ao fundo do mistério.

Ainda que tudo aquilo pudesse ser uma armadilha dos feiticeiros inimigos.

_________________
Eric Chamado da Luz
Cruzado Solar
Porto Real

Força: E
Energia: D
Agilidade: E
Destreza: C
Vigor: D

0 Moedas
avatar
Laser Beetle

Mensagens : 131
Idade : 23

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 2
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Kamui Black em Sab Jun 27, 2015 7:14 pm


- C36 -



No final das contas, Saphira voltou com as muitas informações novas. Para ser sincero, eu não esperava que ela realmente voltasse. Já estava certo de que ela havia sido morta pelos orcs, mas isto não aconteceu. Depois que Lyza tocou a esfera e eu pude ver que era algo seguro de se fazer, também decidi que deveria ver o que quer que ela nos trouxesse de informação.

O que Aldarion revelou em suas lembranças se parecia muito com a história que me deu origem, só que em uma escala maior. Garlany, uma vez, também tentou invocar o demônio Hirshin, meu pai. Mas ao contrario da história que eu presenciei, Hirshin ainda está solto por Lodoss e pelo que parece não possui nenhum interesse em dominar a ilha, muito menos o restante do mundo.

- Talvez encontrar a chave do portal seja algo importante, mas como poderíamos encontrar esse demônio que a detêm? Talvez o mais fácil seria avançar até o portal e encontrar uma forma de destruí-lo. - Expressei minha opinião. - Mas, para ser sincero, também não sei o que fazer, então apenas farei o que sei fazer de melhor: lutar, e deixarei esta decisão por conta de vocês.

Em seguida, olhei para Sérpico, pois, apesar de Saphira ser a líder, ele era o que eu considerava o melhor estrategista do grupo.

_________________
 

Habilidades Especiais:
Daemon Touch / Daemon Claw / Daemon Regeneration

FOR D / ENE B / AGI E / DES D / VIG D

Lodians (L$): 1.600

[FICHA]
avatar
Kamui Black

Pontos de Medalhas : 20
Mensagens : 185

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Sérpico em Dom Jun 28, 2015 2:18 pm

Mais quatro dias. Sérpico estava impaciente demais. Não sabia ao certo se era com o sumiço de Saphira ou com a perspectiva de ainda restar (mais ou menos) 10 dias de caminho. Sim, Sérpico estava contando as horas.

Então Saphira apareceu. Ótimo. Sobrevivera a armadilha. Exceto que não era uma armadilha. Sérpico escutou tudo em silêncio, desconfiado. Saphira parecia Saphira, então suas dúvidas não eram sobre ela, mas sobre a mensagem. Se era realmente Aldarion, como ele sabia de tanto? Resolveu tocar na coisa mágica que a líder trouxera. Viu tudo em silêncio, olhos apertados, atento aos sinais. Parecia mesmo Aldarion. Bem real. Mas por algum motivo Sérpico ainda não conseguia aceitar tudo aquilo. Estava doente e no gelo ─ dias ruins para se ter fé. Precisava de algo mais concreto para poder crer. Aquilo tudo poderia ser forjado, mais falso que uma temporada de calor em Calm.  

E também estava em dúvida sobre o que fazer agora. Por ora, escutou. Kirshin tirou o corpo fora, esperto. Parecia esperar algo de Sérpico, que não fazia ideia do que fazer. Queria a cura ─ e o quão longe essa nova odisseia o deixaria da cura? Quanto tempo ele ainda tinha? A próxima onda de dor poderia ser fatal, pois a enfermidade crescia de forma progressiva. Ele se desviou, olhando para as montanhas, querendo enxergar a Academia de Magia, sua salvação mais próxima. Não a viu. Fechou os olhos.

Aldarion...

Eu o vi chegando no Vilarejo, e depois o vi saindo apressado, cavalgando. ─ Abriu os olhos. Olhou para Lyza e Kirshin, que estavam junto de Aldarion naquele dia. ─ Para onde ele foi, tão apressado? E com qual objetivo? O que ele sabia?

Tentar entender a motivação de Aldarion poderia lhe ajudar a crer na mensagem mágica. Ou em parte dela ─ afinal, não acreditava que o guerreiro poderia estar morto... os demônios tinham habilidades possessivas, certo? Aquele Aldarion poderia ser um demônio em posse do corpo e das memórias do guerreiro fazendo uma encenação? Hm. Se Sérpico fosse um demônio e tivesse a chance de possuir algo melhor que um orc, ele sem dúvida o faria...

O mapa apontando o portal do norte... se fosse uma nova armadilha, qual seria o propósito? Possuir o grupo, como fizeram com Aldarion? “Não, se for isso, não é o grupo inteiro que eles querem”, pensou, pois no último confronto, quase morrera. E ele achava que um quase morto não prestaria como receptáculo. Tentou lembrar do confronto. Na ocasião, nem Lyza nem Eric se feriram. Hm...

O portal do norte... Se o relato estivesse certo, seria uma localização comprometida, patrulhada... Sim!

As patrulhas! ─ disse, de repente. ─ Talvez algumas patrulhas marcadas no outro mapa... Sim... Talvez uma ou outra esteja na localização de um portal. ─ E nesse ponto ele era da mesma opinião que Olhos Brancos: ─ Talvez fosse mais fácil ir direto no portal, ao invés de buscar a chave. E talvez haja outros meios... ─ remexeu a bolsa que carregava... já que não ia mais explodir montanhas, as bombas poderiam servir como “chaves” alternativas? ─ ...de fechar um portal, ou ao menos surpreender a viagem dos demônios, se é que me entendem... e a chave, bem, talvez ela esteja com o demônio chefão da visão. E seria complicado recuperá-la. Acho. E se não estiver com ele, pode estar com qualquer uma dessas patrulhas. De qualquer forma, acho que vamos ter de abordar um grupo deles e... ─ Olhou para Saphira, não somente por ela ser a líder, mas por ter a impressão de que ela, em algum grau, mais ou menos como Kirshin, gostaria do que estava prestes a sugerir: ─ ...fazê-los falar.  

Ou então podiam ir direto para o norte, para essa localização apontada no novo mapa.

Ele estava quase acreditando naquele novo rumo. Na verdade, não havia muitas escolhas. Era um salto de fé. Que ele ficasse tempo suficiente no ar, antes de pousar e então não ter mais tempo para nada...

Para Saphira:

Você consegue... o que?... sentir o cheiro das pessoas e rastreá-los? Pode localizar Aldarion, ou as coisas dele, através dessa esfera aí?

Spoiler:
Gold, Saphira achou alguma pista do Bjorn?

_________________
Sérpico Vandimion
Habilidades
L$:
Atributos: Força: C (8), Energia: C (8), Agilidade: C (8), Destreza: C (8), Vigor: C (8)

Senso de direção: sempre sabe para onde é o norte, e sempre sabe voltar por qualquer caminho que tenha feito.
Senso de distância: pode julgar distâncias exata e automaticamente.
Sentido temporal: sempre sabe que horas são, e pode cronometrar eventos como se tivesse um relógio exato.

Itens: Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho
Itens (UAOM): Cinto com (8) adagas (nível 1), Espada curta (nível 1), Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho, Berrante, Poção de cura menor.
avatar
Sérpico

Mensagens : 201

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 14
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Saphira em Ter Jul 07, 2015 10:24 am

- Sim, ir ao portal é uma ótimo opção. Talvez a única que tenhamos no momento, e Serpico. Sua ideia de usar os explosivos pode ser útil, mas quando chegarmos lá veremos o que vamos fazer. Afinal, se Aldarion estiver correto. Haverá um exercito de orcs em frente ao portal, todos esperando para serem possuídos, talvez as bombas precisem ser explodidas antes, dependendo da situação. - Falei pensando numa possível armadilha, mas apenas caso fosse necessário. Pois dependendo do numero de inimigos, talvez as bombas fossem a nossa única chance de realmente abrir um buraco nas defesas deles.

Me voltando agora à pergunta de Serpico, achei que seria prudente responde-lo, mas não em detalhes, pois isso poderia comprometer meu disfarce. - Posso sentir meu alvo, uma espécie de sexto sentido. Posso dizer se está perto ou longe, se está fugindo... Entre outras coisas. - A parte de poder ingerir o sangue da criatura eu deixaria de lado, não era necessário dar tantos detalhes. - Infelizmente não consigo localizar objetos, apenas seres vivos, mas creio que Aldarion não esteja mais entre nós... Porem, posso localizar esse demônio, o qual matou ele. Vi o rosto dele por tempo suficiente para marca-lo.

_________________

Força: D
Energia: F
Destreza: D
Agilidade: C
Vigor: D
L$: 0
avatar
Saphira

Mensagens : 131
Idade : 23
Localização : Rio de janeiro

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Lyza Simons em Ter Jul 07, 2015 11:02 am

O grupo parecia decidido a seguir a pista dada pelo fantasma de Aldarion, mas Serpico ainda tinha algumas duvidas sobre o ocorrido. Lyza tentou buscar em sua memoria a motivação do guerreiro no momento que este saiu de Calm, mas tudo que se lembrava era de sua ultima frase antes de partir “Preciso resolver um assunto particular...” A ruiva então balançou a cabeça negativamente para o rapaz loiro, e completou com sua resposta. - No dia, ele apenas falou que resolveria um assunto particular. Mas ele realmente parecia conhecer mais do que nós sobre essa invasão. - Lyza lembrou-se de como ele falava sobre as criaturas que os atacaram. Como ele descrevia detalhadamente os gnolls e as outras criaturas. A ruiva não poderia dar a Serpico as respostas que ele queria, pois nem ela mesma tinha certeza de tudo. Mas de uma coisa Lyza tinha certeza, ficar ali parados debatendo as duvidas que cada um tinha não os levaria ao fim da missão. - Se formos fazer isso, sugiro que vamos rápido, perder tempo demais debatendo as questões envolvidas não irá parar essa invasão. - E pela primeira vez, Lyza tomou uma atitude um pouco mais autoritária no grupo, apenas para enfatizar a importância de seguirem rápido com a decisão, seja qual fosse.

_________________


Força: D Energia: B Agilidade: D Destreza: D Vigor: E
M.O: 1500
avatar
Lyza Simons

Pontos de Medalhas : 80
Mensagens : 228
Idade : 28
Localização : Rio de janeiro, RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 6
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por NR Nayruni em Ter Jul 07, 2015 3:05 pm

@ Todos

Enquanto o grupo discutia o que fazer foram surpreendidos por um clarão seguido de uma ventania rápida. Quando olharam viram pra sua surpresa um círculo luminoso surgir ha cerca de 10m deles e de dentro desse círculo uma silhueta se formar. Tão rápido como surgiu, o círculo sumiu, mas o que ele havia trazido ainda permanecia ali. Era uma jovem mulher de beleza estonteante e olhos verdes e brilhantes como esmeraldas. Sua pele era branca quase como a neve, o corpo esguio e suave, a cabeleira negra e lisa escorria pelas costas até a cintura. Ela parecia quase inofensiva, não fossem as suas vestimentas denunciando que ela era uma ventureira.

*Sabrina entrou em cena*

Informações: Podem interagir e conversar entre si.

_________________
Aproveito este espaço para deixar meus préstimos ao meu colega de equipe GM Zato por ter lido toda a história escrita na ficha do Bluesday!!!

Parabéns fera! Você é mitológico!
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Sassa em Qua Jul 08, 2015 9:14 am

Quando Yolavos disse que usaria uma técnica de transporte para me levar onde deveria, apenas concordei. Silmeria ficou no quarto, preferia descansar antes de partir para sua própria missão, então não discuti. Me preparei da forma como podia para ir ao norte, principalmente com roupas, pois já conhecia o lugar e sabia que sentiria frio lá. Quando estava preparada, voltei até o mago e ele lançou seu feitiço, me levando direto ao local onde estava o grupo. A viagem não fora uma das melhores que já experimentei, mas ao menos havia sido rápida e fácil, sem inimigos, sem cansaço.

Quando ressurgi no lugar, uma onda de frio invadiu meu corpo, mesmo que amenizada pelas roupas que pegara na torre de Yolavos, o choque térmico de ter saído de um local quente e aconchegante ainda era o suficiente para arrepiar todos os meus cabelos. Mais a frente, havia um pequeno grupo de pessoas, os quais imaginei que seriam os aventureiros designados a destruir o portal do norte. Eles estavam parados em meio a neve, pareciam discutir algo, talvez planejando o próximo passo.

O problema agora seria como me anunciar ao grupo, pois eu sabia que lidar com pessoas sob estresse e pressão muito grandes, era algo delicado. E esta é exatamente a situação destas pessoas, sob um enorme estresse por estar há dias longe de suas casas, de civilização, correndo perigo constante. Além da pressão sobre seus ombros, a pressão de alguém que carregava a fardo de salvar uma multidão.

Então, antes mesmo de surgir, preparei-me para lidar com todas as situações, inclusive a de uma atitude hostil por parte do grupo. Preparando minha habilidade de telecinese para defletir qualquer ataque lançado contra mim. Eu não os atacaria diretamente, ao menos por enquanto essa não era minha vontade. Se a aproximação fosse um sucesso, e não necessitasse me defender de nada, simplesmente me apresentaria. - Vocês são o grupo de aventureiros que foi enviado para destruir o portal do norte? Me chamo Sabrina, vim aqui para auxilia-los nisso. - Observei cada um deles, analisando-os de cabo a rabo e prejulgando cada um, mas no fim, todos pareciam fracos demais para completar aquela tarefa sozinhos.

_________________

Sabrina | Narração | Alice | "Pensamentos"
My invincible champion.

For.: E En.: S Agi.: D Dex.: D Vig.: D
L$: 1975
avatar
Sassa

Pontos de Medalhas : 200
Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : Ao lado do meu biscoitão *-*

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Saphira em Ter Jul 14, 2015 11:51 am

A decisão já estava praticamente tomada, seguiríamos para o portal, faltava apenas ajeitar os detalhes de como faríamos depois que chegássemos lá. Mas subitamente fomos interrompidos pela aparição de uma garota. Que chegara de forma completamente indiscreta, para não dizer extremamente espalhafatosa, com muita luz, barulho e ventania. A jovem em si parecia ser inofensiva em sua aparência, mas havia aprendido a duras penas que as aparências enganam, portanto me coloquei em alerta.

A garota veio se aproximando devagar, parecia querer chegar até nós, e não pude deixar de puxar a adaga para um possível confronto. A jovem parou ainda distante e então começou a falar. “Então ela também sabe do portal... Pode ser que ela esteja falando a verdade, mas... Da forma como apareceu. Pode muito bem ser uma armadilha do inimigo.”

- Quem é você? Como nos encontrou? Quem te enviou?
- Perguntas pertinentes, mas que uma falsa ajuda seria capaz de mentir facilmente. Mas ainda assim, as respostas talvez nos ajudassem a ter uma melhor ideia de quem estava a nossa frente. “Sabrina... Já ouvi esse nome antes...”

_________________

Força: D
Energia: F
Destreza: D
Agilidade: C
Vigor: D
L$: 0
avatar
Saphira

Mensagens : 131
Idade : 23
Localização : Rio de janeiro

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Lyza Simons em Ter Jul 21, 2015 10:55 am


Sabrina?

Enquanto o grupo discutia os detalhes da missão, uma coisa aconteceu perto deles. Um clarão enorme, seguido de um grande estrondo e muito vento aconteceu perto do grupo. Todos ficaram em alerta imediato, inclusive Lyza, que já estava com sua foice preparada para atacar quem quer que fosse. Mas assim que o clarão sumiu, tudo que restou foi uma jovem, muito bela por sinal, mas que aparentemente estava sozinha.

Todos ficaram atentos à movimentação dela, e quando ela terminou sua aproximação do grupo e anunciou seu nome, e o motivo de sua vinda, a maga rapidamente processou as informações. “Sabrina? De onde já ouvi este nome?” Aldarion. Aldarion havia dito este nome não uma, mas varias vezes. E em todas as frases que este nome surgia, a palavra “amor” também estava presente. “Seria essa jovem a mulher de Aldarion?” Lyza apenas esperou as respostas que Sabrina daria às perguntas de Saphira, mas quando achasse prudente, interromperia para das alguma informação.

_________________


Força: D Energia: B Agilidade: D Destreza: D Vigor: E
M.O: 1500
avatar
Lyza Simons

Pontos de Medalhas : 80
Mensagens : 228
Idade : 28
Localização : Rio de janeiro, RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 6
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Kamui Black em Ter Jul 21, 2015 7:42 pm

- C37 -

Por puro reflexo, minha espada quase deixou sua bainha para enfrentar um novo inimigo. Mas, então, percebi que o que aparecia em nossa frente era uma humana e não um orc ou um demônio. Não que isso significasse que humanos não poderiam ser uma ameaça, mas o que ela disse levou-nos a acreditar que ela sabia algo sobre o portal que procuramos e que seu objetivo aparentava ser o mesmo que o nosso.

Eu estava cansado de todo aquele enigma. Tudo o que queria era encontrar logo o tal portal e destruí-lo. Se no caminho tivéssemos que matar alguns orcs ou demônios, por mim tudo bem, eu não tinha nenhum problema em eliminar os de minha própria raça. Eu iria questionar a garota chamada Sabrina para tentar descobrir o que ela sabia, mas Saphira o fez primeiro, então apenas aguardei as respostas.

OFF - Desculpem a demora, a preguiça predomina.

_________________
 

Habilidades Especiais:
Daemon Touch / Daemon Claw / Daemon Regeneration

FOR D / ENE B / AGI E / DES D / VIG D

Lodians (L$): 1.600

[FICHA]
avatar
Kamui Black

Pontos de Medalhas : 20
Mensagens : 185

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Sérpico em Ter Jul 21, 2015 8:51 pm

Era isso. Estavam quase indo. Para o norte, certo? É, Sérpico achava que essa seria a decisão coletiva. Ele ouviu em silêncio sobre a habilidade de Saphira e sobre o sumiço de Aldarion, que, segundo Lyza, foi resolver um assunto particular. “Como assim?”, Sérpico pensou, “resolver um assunto no meio do gelo?”

Que essas questões ficassem para outro instante, pois agora tinha uma mulher teleporter bem ali perto. Parecia saber sobre os portais, sobre a história contada pelo fantasma de Aldarion. Até se apresentou. Mas... as questões foram feitas por Saphira e Sérpico aguardou as respostas. Não somente. Olhou ao redor, ao longe, para trás, procurando por outros, por qualquer coisa, por um ataque. Se fosse uma armadilha, que tipo de fera viria após a bela?

Não viu nada. Vai ver era só ela mesmo.

_________________
Sérpico Vandimion
Habilidades
L$:
Atributos: Força: C (8), Energia: C (8), Agilidade: C (8), Destreza: C (8), Vigor: C (8)

Senso de direção: sempre sabe para onde é o norte, e sempre sabe voltar por qualquer caminho que tenha feito.
Senso de distância: pode julgar distâncias exata e automaticamente.
Sentido temporal: sempre sabe que horas são, e pode cronometrar eventos como se tivesse um relógio exato.

Itens: Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho
Itens (UAOM): Cinto com (8) adagas (nível 1), Espada curta (nível 1), Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho, Berrante, Poção de cura menor.
avatar
Sérpico

Mensagens : 201

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 14
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Sassa em Qua Jul 22, 2015 9:47 am

Quem é você? Como assim quem é você, acabei de me apresentar, mula! Foi o pensamento que veio à minha cabeça quando ouvi a primeira das perguntas. Mas assumi que o frio deveria ter congelado um ou dois pedaços do cérebro daquela elfa exibida e apenas ignorei a primeira, respondendo às demais. - Yolavos me enviou até aqui para ajuda-los. Estava em Hilydrus cuidando do primeiro dos portais, e assim que finalizei minha tarefa lá, ele me enviou para cá.

Dei uma passada no rosto de cada um deles ali, mas consegui identificar apenas um conhecido, o rapaz que estava entre eles, lembrava vagamente de seu rosto, mas não podia dizer ao certo quem era. Cessada a etapa de apresentações, me aproximei novamente, ainda com minha habilidade no gatilho para ser usada a qualquer momento, mas pelo visto, eles não estavam afim de uma luta, caso contrario já teriam começado uma assim que me vissem. - Sugiro que vamos rápido, ainda há um terceiro portal após este. Quero terminar logo com isto, pois tenho outros assuntos a resolver. - Depois que isso acabasse, precisava arrumar um jeito de me encontrar com Nayrun novamente e pedir a ele meu desejo.

_________________

Sabrina | Narração | Alice | "Pensamentos"
My invincible champion.

For.: E En.: S Agi.: D Dex.: D Vig.: D
L$: 1975
avatar
Sassa

Pontos de Medalhas : 200
Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : Ao lado do meu biscoitão *-*

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Lyza Simons em Sex Jul 24, 2015 11:42 am

Yolavos? Enfim uma pista concreta. Lyza olhou para Kirshin na esperança que ele também tivesse se lembrado da conversa que tiveram com Lisbeth na cabana do gigante. - Kirshin. Lembra da conversa que tivemos com a elfa na cabana do gigante? - Agora tudo começava a fazer sentido. Um dos portais estava em Hilydrus, logo, a invasão estava ocorrendo lá e também aqui. Ambos com o mesmo objetivo, abrir os portais e liberar os demônios do submundo. - Acho que ela tem razão, não devemos perder mais tempo. Eu confio nela, por mim não tenho problemas dela ir conosco. - Aquela decisão poderia colocar a todos em perigo. Porem mais perigoso que isso, era permanecer parados ali, congelando aos poucos em meio à neve e ao vazio das montanhas.

_________________


Força: D Energia: B Agilidade: D Destreza: D Vigor: E
M.O: 1500
avatar
Lyza Simons

Pontos de Medalhas : 80
Mensagens : 228
Idade : 28
Localização : Rio de janeiro, RJ

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 6
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Saphira em Sex Jul 24, 2015 12:32 pm

Suspirei fundo diante daquela situação. Cansada. Com frio. Com sede. Essa situação estava ficando insustentável. Estava na hora de tomar algumas atitudes. - Certo, pode vir com a gente. Vamos andando. - Tomei a dianteira e parti em direção ao demônio, não olharia mapas, não pediria direções. Usaria minha habilidade para localizar o demônio. Quanto mais rápido chegássemos, mais rápido acabaríamos com aquele tormento.

_________________

Força: D
Energia: F
Destreza: D
Agilidade: C
Vigor: D
L$: 0
avatar
Saphira

Mensagens : 131
Idade : 23
Localização : Rio de janeiro

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por NR Nayruni em Seg Ago 03, 2015 2:20 am

@ Todos

Depois de uma rápida discussão o grupo se decidiu por confiar em Sabrina e seguir em frente, Saphira agora tinha um mapa e sabia as direções, na hora que puxou o pergaminho acidentalmente deixou a orbe de Aldarion cair do bolso. A esfera cristalina rolou pela neve em direção a Sabrina como uma peça de metal sendo atraída por um grande imã. Antes que Saphira pudesse recuperar o artefato Sabrina se apoderou dele, com um simples comando de mão a esfera voou do chão para a mão da maga como se a gravidade tivesse sido invertida: um truque de telecinesia.

No momento que Sabrina tocou a esfera, sentiu um calor estranho emanando e então sua visão mudou, tudo mudou e ela viu o que a esfera tinha registrado, ela viu a ultima batalha de Aldarion, mas antes disso ela viu algo a mais, algo que estava escondido e reservado apenas para ela. Muito antes da batalha começar e da mensagem de Aldarion aos outros começar a ser registrada, uma outra mensagem oculta revelou-se.

Apenas para Sabrina:
Sabrina viu Aldarion em um lugar que lhe era muito familiar, a torre de magia de Cobernick. O espadachim estava em frente ao mago e este lhe dava a esfera.

- Aldarion, a esfera está gravando seus passos a partir de agora, mas esta primeira parte está restrita, apenas sua mulher poderá ver quando receber a orbe. - Disse o mago.

- Qual o motivo disso Cobernick? Por que não quer revelar seu envolvimento e o que vai fazer? - Questionou o guerreiro já segurando a orbe cristalina.

- Aldarion, se os outros souberem de tudo pode ser que minha missão fracasse, eles mal estão confiando uns nos outros e em si próprios quanto mais em mim. Daqui pra frente eles vão desconfiar até mesmo da própria sombra porque o medo domina o coração deles. - Respondeu o mago.

- E como farei eles confiarem em mim?

- Muito provavelmente não vão confiar em você quando chegar com a história dos demônios, por esse motivo você terá que tentar matar o general sozinho. - Respondeu o mago olhando Aldarion nos olhos.

- E se eu falhar? - Perguntou Aldarion guardando a esfera.

- A esfera será sua testemunha. Guarde-a bem e faça exatamente como te expliquei. Enquanto isso eu vou distrair os orcs e ajudar alguns vikings. - Respondeu o mago conduzindo Aldarion até a saída da torre. - Fora da torre eu preparei um cavalo especial que vai te levar ao encontro do general demoníaco. Aldarion será uma batalha difícil mas não conheço nenhum espadachim melhor qualificado que você pra enfrentar aquele monstro sozinho. - Disse Cobernick sem conseguir esconder a preocupação no rosto.

- Conte comigo mago maldito, mas saiba que só farei isso em nome dela. - Respondeu o guerreiro.

Em seguida Aldarion saiu da torre ficando sozinho, nesse momento o espadachim olhou de uma forma como se estivesse olhando para Sabrina.

- Eu amo você, se eu perecer nesta batalha minha alma irá até você e eu vou te proteger para todo o sempre.

Depois destas palavras o espadachim subiu na montaria, as imagens se distorceram para o restante da visão que o grupo todo viu. Terminada a sequência de imagens, Sabrina voltou a si e a esfera de cristal explodiu e desapareceu em raios de luz. Sem mais o que falar, Sabrina seguiu em frente, agora que as coisas estavam mais calmas todos notaram que nas costas ela carregava uma enorme espada com aproximadamente 2 metros, era a espada de Aldarion!

Dois dias se passaram, as montanhas que antes se erguiam no horizonte, agora estavam eretas em frente ao grupo, era dia, ficou decidido que viajariam sempre que pudessem e por isso reduziram suas horas de sono para apenas 4 e não obstante, intercalavam os dias, ora metade do grupo dormia e outra metade viajava sem descanso ficando de vigia durante as paradas, ora a outra metade descansava enquanto era vigiada no revezamento. Com isso adiantaram a viajem e o que era pra ter sido feito em 5 dias conseguiram fazer em dois. Saphira sentia um resquício da presença de Bjorn sempre a frente, sempre ao norte e sempre dois dias adiante, mas desta vez com a aceleração da marcha a vantagem de Bjorn sobre o grupo era menor sendo reduzida para apenas 1 dia. Quanto ao demônio da visão de Aldarion, esse Saphira não conseguia detectar, sempre que tentava fazê-lo ela sentia uma barreira sobrenatural bloqueando a tentativa, nada de novo para ela, a vampira já havia lidado com isso antes quando caçou alguns magos, ela sabia que algumas pessoas possuíam habilidades que previnem a detecção.

Quanto a Lyza, ela havia se lembrado de um colar mágico que tinha sido encontrado por Sérpico no pescoço de um orc morto, apesar do colar estar nas mãos dela para análise e estudo, o objeto era de Sérpico por direito. O colar possuía uma magia de proteção superficial que Lyza identificou facilmente, tratava-se de uma magia da entropia e da sorte, uma magia que dava a chance de todo ataque direcionado ao seu dono ser desviado, a chance era de 10% apenas, mas era melhor que nada. O colar também tonha uma magia da escola do ar, mas Lyza não conseguia discerni o que era, pensou que talvez fosse uma magia para proteger do clima, o que faria sentido. Restava decidir se manteriam o colar fora de uso ou se finalmente o colocariam no pescoço.

A viagem durante os dois dias foi marcada por um silêncio ainda mais pesado do que o anterior, Sabrina era uma moça muito bonita, mas ela tinha uma aura de poder indistinguível que deixava claro a todos que ela era poderosa, muito poderosa. As vezes durante as poucas paradas, o grupo via Sabrina limpando a espada de Aldarion com tanto carinho que parecia estar cuidando de um bebe ou de um amado, houve um momento muito íntimo em que Saphira notou uma lágrima escorrer pelo rosto da maga, uma lágrima tímida de tristeza.

Agora estavam todos ali, diante das montanhas, eles agora poderiam escolher o fim derradeiro de seus passos, seguir para a passagem para executar o plano original ou seguir o mapa que apontava para a encosta de uma das montanhas? Saphira sentia a presença de Bejonr na passagem.


Última edição por NR Lima Limão em Seg Ago 03, 2015 12:43 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Corrigindo um erro de de BBcode)

_________________
Aproveito este espaço para deixar meus préstimos ao meu colega de equipe GM Zato por ter lido toda a história escrita na ficha do Bluesday!!!

Parabéns fera! Você é mitológico!
avatar
NR Nayruni
Narrador

Pontos de Medalhas : 0
Mensagens : 431
Localização : Lodoss RPG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Sérpico em Qua Ago 12, 2015 9:35 pm

A moça tocou no troço mágico. “E lá vai você”, Sérpico pensou e esperou até ela sair do transe. Foi rápido. Antes, quando aconteceu com ele, pareceu que ficou um bom tempo lá, no mundo das mensagens mágicas. Vai ver não funcionava direito com ela, hm. É. E além de não funcionar, pifou de vez. Ou será que foi que destruiu a orbe? Besteira, essas coisas. O mais importante era a espada. Sérpico ficou olhando, olhando. Teve um sobressalto.

Ei ─ disse, correu atrás dela. ─ Sabrina, certo? Essa espada aí...? Onde...? ─ Não sabia como perguntar. ─ Como tirou a espada do Aldarion de dentro da visão?

Foi mais um pensamento alto do que uma indagação direta. Se ela não respondesse, ele não tentaria de novo. Ficaria remoendo aquilo sozinho. E continuaria remoendo por mais dois dias, principalmente ao ver, ocasionalmente, Sabrina cuidando da arma. O que significava? A espada nem era dela.

As montanhas. Enfim, tão perto. Estavam num bom ritmo. Talvez salvassem a ilha antes da virada da lua, hm. Isso era otimismo? Talvez. Mesmo assim, Sérpico não deixou de olhar ao redor, buscando por qualquer coisa diferente da neve.

Essa Academia fica muito bem escondida ─ murmurou, baixo. ─ Eles não devem ter problemas com vendedores ambulantes, hm.

_________________
Sérpico Vandimion
Habilidades
L$:
Atributos: Força: C (8), Energia: C (8), Agilidade: C (8), Destreza: C (8), Vigor: C (8)

Senso de direção: sempre sabe para onde é o norte, e sempre sabe voltar por qualquer caminho que tenha feito.
Senso de distância: pode julgar distâncias exata e automaticamente.
Sentido temporal: sempre sabe que horas são, e pode cronometrar eventos como se tivesse um relógio exato.

Itens: Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho
Itens (UAOM): Cinto com (8) adagas (nível 1), Espada curta (nível 1), Faca (nível 1), Sobretudo de couro rígido (nível 1), Amuleto do Conselho, Berrante, Poção de cura menor.
avatar
Sérpico

Mensagens : 201

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 14
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Sassa em Sex Ago 14, 2015 10:43 pm

Por fim, o grupo decidiu que seria prudente confiar em mim... Tolos. Em outra ocasião teria os matado, mas como não era esse meu objetivo ali, segui com minha missão sem maiores problemas. No decorrer daquela discussão toda, a mulher de cabelos brancos deixou cair um artefato no chão. Parecia algo mágico, podia sentir isso nele, mas antes que ela pudesse recupera-lo, eu o peguei usando a telecinese. Mas assim que toquei no objeto, aquelas memórias vieram a minha mente como se eu as estivesse vivendo ao vivo. Eu o via, nitidamente, meu amor estava ali na minha frente de novo. Vivo, mas era só uma lembrança. Por impulso tentei toca-lo, abraça-lo e beija-lo, mas passei por seu corpo como se atravessasse um véu de luz.

Fiquei chateada, ele nem ao menos podia me ouvir, era somente uma memória do passado, gravada naquela pedra. Mas a mensagem deixada fora o suficiente, a mensagem, e também a saudade. Quando retornei a mim, estava novamente na neve fria, sozinha, ao lado daquela gente desconhecida, gente que eu não hesitaria em matar, e que talvez não hesitassem em tirar minha vida. Indo em direção ao desconhecido, uma missão que já tirou minha vida uma vez, e poderia tirar de novo. “Mas dessa vez não haverá nenhum anjo para salvar minha alma” Pensei comigo mesma. Pensando se realmente valia a pena estar ali, correr aquele risco, novamente. “Você o quer de volta, não quer? Você tem que fazer isso” Alice sibilou na minha cabeça. Como uma cobra mansa, ela não cansava de me lembrar das coisas que eu tinha que fazer. Mas eu não a odiava por isto. Muito pelo contrario, não fosse tê-la como minha mentora, talvez nem viva eu estivesse.

- Isto? - Dei um meio sorriso, o mais simpático que consegui. - Eu não a tirei, ele que me entregou. - E eu devolveria a ele assim que o trouxesse de volta. O restante da viagem passou comigo em silencio, respondia somente ao que me perguntavam, e ficava na minha o restante do tempo. Vez ou outra, pousava a espada no colo e ficava limpando-a com um pano velho que carregava comigo. Apesar de não ser necessário, era algo que eu fazia pelo simples prazer de ter uma lembrança dele comigo. Uma vez uma lágrima rolou, enquanto me lembrava de momentos passados, mas fora algo momentâneo. Não queria deixar que os outros vissem aquele momento de fraqueza. “Você tem que ser forte, Sabrina...”

Chegamos então ao pé da cordilheira, a partir dali, seria uma longa subida. Ou seja lá para que direção fosse o tal portal. “Acho que seria mais provável uma caverna. Menos gelo, mais umidade e escuridão... Não acredito que o portal esteja a céu aberto.” Pensei comigo mesma, cogitando a possibilidade de não termos que escalar toda a montanha.

_________________

Sabrina | Narração | Alice | "Pensamentos"
My invincible champion.

For.: E En.: S Agi.: D Dex.: D Vig.: D
L$: 1975
avatar
Sassa

Pontos de Medalhas : 200
Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : Ao lado do meu biscoitão *-*

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 10
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Saphira em Qui Ago 20, 2015 8:40 pm

Em frente era o que eu diria, mas o caminho não era esse. Tudo indicava que deveríamos ir até o lugar do tal portal, e até mesmo Bjorn, estava naquela direção. “Ele já sabia então...” Dei um meio sorriso enquanto pensava na possibilidade de ele saber de tudo, mas não ter nos contado. Um sábio tolo. Sábio por ter presumido que nós não acreditaríamos na historia sem ter provas, e tolo por ter ido sozinho. Mas não o condenaria por isso, até porque ele ainda estava vivo, sinal que ele estava se virando bem mesmo sozinho.

- Vamos indo, temos um trabalho a fazer. – Segui pelo caminho que nos levaria ao portal, ainda pensando em como faríamos para lidar com aquela situação inusitada que nos surgia. O frio já nos abatia novamente, estávamos cansados de toda aquela viagem sem fim, todo aquele gelo, e de batalhas e dias mal dormidos. Mas o surgimento daquela garota misteriosa talvez fosse algo bom. Ela era amiga do tal de Aldarion, mas sua aura de mistério era intrigante.

Um belo dia a avistei limpando a espada do guerreiro morto, mas em um dado momento, vi uma lagrima rolar seu rosto e rapidamente a jovem tentou esconder aquilo. “Ela gostava muito dele... Talvez fossem amantes, ou algo assim.” Lembrei-me da visão. Dele ter dito que amava Sabrina. Essa jovem se chamava Sabrina. E agora estava com sua espada, que por sinal aparecera misticamente em suas mãos após ter visto a orbe magica. “Será que havia algo mais naquela orbe que era só dela? Quem sabe.” Não me importei com isso, afinal não era da minha conta, eu só queria terminar tudo aquilo e voltar para a escuridão de onde eu vinha.

_________________

Força: D
Energia: F
Destreza: D
Agilidade: C
Vigor: D
L$: 0
avatar
Saphira

Mensagens : 131
Idade : 23
Localização : Rio de janeiro

Ficha Secundária
Título: Nenhum
Lvl: 2
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Kamui Black em Qui Ago 20, 2015 9:22 pm


- C38 -



Mais dias de frio e caminhada. Aquilo realmente estava me cansando não apenas física como também mentalmente. Eu estava bem irritado e evitava o contato com os demais do grupo, permanecendo sozinho nas horas de descanso e não falando nada enquanto caminhávamos. Na verdade eu dificilmente falava exceto quando necessário, então aquilo não era algo difícil para mim.

Por fim, finalmente chegamos no local em que as coisas poderiam se aproximar do fim. Felizmente o grupo parecia gostar da ideia de seguir até o portal, assim como eu. E foi por este caminho que decidimos seguir. Saphira ainda era a líder daquele grupo, mas sua liderança não parecia ser necessária naquele momento. Todos sabiam o que devia ser feito. Todos estavam ansiosos para ver o fim daquilo.

E assim prosseguimos para onde o mapa apontava para um portal. A batalha estava próxima. Ela seria sangrenta, mortal e inevitável.

_________________
 

Habilidades Especiais:
Daemon Touch / Daemon Claw / Daemon Regeneration

FOR D / ENE B / AGI E / DES D / VIG D

Lodians (L$): 1.600

[FICHA]
avatar
Kamui Black

Pontos de Medalhas : 20
Mensagens : 185

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Comum] UAOM - In The North of The Island

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum