Fórum Inativo!

Atualmente Lodoss se encontra inativo. Saiba mais clicando aqui.










Vagas Ocupadas / Vagas Totais
-- / 25

Fórum Inativo!

Saiba Mais
Quadro de Avisos

>Dizem as más línguas que o anão Rookar, que fica no Porto Rangestaca, está procurando por mercenários corajosos - ou loucos - que estejam afim de sujar as mãos com trabalhos "irregulares". Paga-se bem.

> Há rumores sobre movimentações estranhas próximas aos Rochedos Tempestuosos. Alguns dizem que lá fica a Gruta dos Ladrões, lar de uma ordem secreta. Palavra de goblin!

> Se quer dinheiro rápido, precisa ser rápido também! O Corcel Expresso está contratando aventureiros corajosos para fazer entregas perigosas. Por conta da demanda, os pagamentos aumentaram!

> Honra e glória! Abre-se a nova temporada da Arena de Calm! Guerreiros e bravos de toda a ilha reúnem-se para este evento acirrado. Façam suas apostas ou tente sua sorte em um dos eventos mais intensos de toda ilha!




Quer continuar ouvindo as trilhas enquanto navega pelo fórum? Clique no botão acima!

As Crônicas de Kirshin

Ir em baixo

As Crônicas de Kirshin

Mensagem por Kamui Black em Dom Mar 09, 2014 10:08 am



AS CRÔNICAS DE KIRSHIN




Resolvi escrever a história de Kirshin neste tópico. O prólogo e o primeiro capítulo conterão a história da ficha em uma versão mais detalhada. A partir daí pretendo escrever e relatar o que ocorrer durante o jogo nas áreas e encaixar cronologicamente as campanhas.

Se por um improvável acaso alguém ler e quiser comentar algo, peço que me mandem por PM para manter a linearidade do tópico.

Atenciosamente,


Kamui Black

_________________
 

Habilidades Especiais:
Daemon Touch / Daemon Claw / Daemon Regeneration

FOR D / ENE B / AGI E / DES D / VIG D

Lodians (L$): 1.600

[FICHA]
avatar
Kamui Black

Pontos de Medalhas : 20
Mensagens : 185

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas de Kirshin

Mensagem por Kamui Black em Dom Mar 09, 2014 10:19 am



Prologue
O despertar do demônio




O espaçoso porão do templo de Janiya estava repleto de círculos mágicos de um tom grafite. O homem de cabelos negros ainda escrevia alguns versos dentro deles enquanto lia-os em um grosso grimório de capa de couro que ele mesmo escrevera.

Garlany Arcroem devia ter por volta de seus quarenta e cinco anos e ainda era vigoroso e, sobretudo, sábio. Tinha uma barba rala e já salpicada de branco e seus olhos eram de um castanho acobreado. Tinha um porte físico bem desenvolvido para um mago, apesar da barriga que começava a ganhar uma pequena forma arredondada devido o excesso de vinho. Usava uma túnica de linho de cor verde escuro e marfim e calçava botas de couro e calças de mesmo material.

Ao centro da sala, sobre um altar de pedra, Sellya deitava-se, esperando o pai terminar sua parte do ritual para poder completar a sua. A moça tinha os cabelos cinzentos e lisos, e ela estava nua como viera ao mundo. Realmente era uma garota bonita com seus dezessete anos e sua pureza permanecia-se intacta. Tinha os quadris largos e os seios pequenos, apesar de bem formados. Seus olhos eram de um belo tom de castanho e os lábios rosados.

O que pai e filha faziam era certamente muito perigoso, embora poderia garantir-lhes muito poder. Garlany fez um pequeno corte em seu dedo indicador e pingou um pouco de seu sangue em alguns pontos específicos e o circulo estava pronto. Em seguida, ele começou a cantar sua canção macabra que servia para concluir seu ritual de invocação.

Em pouco tempo o ambiente começou a se alterar. As paredes começaram a verter sangue e a escuridão tomou conta do local quando um vento surgido de lugar algum apagou as velas. A seguir, o circulo mágico começou a brilhar intensamente até que o portal se abriu e o ambiente encheu-se de luz, calor e o cheiro do enxofre.

Hirshin fora invocado para o plano da média Lodoss e lá estava ele. Um de seus joelhos estava apoiado no chão enquanto as garras enegrecidas do pé oposto àquela perna perfuravam o granito do chão. Sua pele era acinzentada e os cabelos totalmente negros e muito longos, chegando até a sua cintura. Possuía os braços fortes, com unhas afiadas. Seus olhos eram completamente brancos, inclusive suas pupilas e ele tinha dois pares de chifres, sendo que um deles acompanhava seus cabelos para trás da cabeça, dando a volta por cima da mesma e o outro par saia das têmporas e formava um caracol sob suas orelhas tendo suas pontas terminadas pouco abaixo da direção dos olhos. Às suas costas haviam grandiosas asas parecidas com a dos morcegos, que ele mantinha bem abertas, preenchendo quase toda a extensão do ambiente.

A ação que ele tomou a seguir foi exatamente a esperada pelos humanos que arquitetaram o ritual: tomou Sellya como um homem toma uma mulher. De fato ela era muito bonita e desejável e a maioria dos demônios têm apetites sexuais intensos. Ao menos os que Garlany conhecia eram assim. Logo o ato estava feito e Sellya encontrava-se desacordada devido a violência com a qual fora submetida.

O mago das trevas, então, prosseguiu com sua parte e ofereceu à Hirshin um anel de prata com uma grande esmeralda incrustada. Enquanto o fazia, conjurava secretamente um feitiço que servia para dobrar o demônio à sua vontade, mesmo que sutilmente. Hirshin desdenhou dele.

- Humano tolo! – disse com sua voz grossa e assustadora. – Acredita mesmo que pode invocar um dos mais poderosos demônios do inferno e subjugá-lo a sua vontade? Sua magia é fraca perante a minha e tens sorte de não ser morto aqui e agora. De fato, sua oferenda muito me agradou e vir a este mundo também me é agradável. Apenas por isso recompensarei vocês com um filho meu.

Ele, então, passou ao lado de Garlany, que estava paralisado de medo. Ou talvez fosse um feitiço que Hirshin havia lançado sobre ele. Isto ele nunca descobriu, mas guardou bem as palavras que o demônio proferiu a seguir.

- Chame-o Kirshin e crie-o bem e forte. De princípio talvez consiga usá-lo para os seus fins, mas no final ele se tornará poderoso demais para você controlá-lo. Afinal de contas, meio humano ou não, ele ainda será meu filho.

Após este bizarro acontecimento, Garlany e sua filha foram expulsos do templo de Janiya e estabeleceram sua residência em Vila Solstício. Nove meses se passaram desde então e as contrações de Sellya começaram a indicar que o bebe estava pronto para nascer. Garlany pretendia ele próprio fazer o parto, uma vez que possuía bons conhecimentos sobre a anatomia humana.

Apesar disso, não foi necessário que ele interviesse, pois pouco depois que sua filha começou a gritar de dor uma pequena mão demoníaca de tons acinzentados trespassou as camadas de tecido vivo desde as entranhas até a superfície da barriga da garota humana. Unhas negras e afiadas despontaram primeiro, após isso um braço cinza com alguns veios vermelhos içou um pequenino corpo humano para fora de sua mão.

Era provável que Garlany ficasse desesperado ao ver a única filha sendo morta ou, talvez, furioso. Mas tudo o que ele via era as possibilidades que aquela criança podia lhe trazer. Afinal de contas, Kirshin era um meio-demônio e filho de um ser com um poder imenso, era provável que ele se tornasse tão poderoso quando o próprio progenitor.

E assim se iniciou a vida de Kirshin, em meio a muito sangue, morte e uma enorme ganância por poder.

_________________
 

Habilidades Especiais:
Daemon Touch / Daemon Claw / Daemon Regeneration

FOR D / ENE B / AGI E / DES D / VIG D

Lodians (L$): 1.600

[FICHA]
avatar
Kamui Black

Pontos de Medalhas : 20
Mensagens : 185

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum