Fórum Inativo!

Atualmente Lodoss se encontra inativo. Saiba mais clicando aqui.










Vagas Ocupadas / Vagas Totais
-- / 25

Fórum Inativo!

Saiba Mais
Quadro de Avisos

>Dizem as más línguas que o anão Rookar, que fica no Porto Rangestaca, está procurando por mercenários corajosos - ou loucos - que estejam afim de sujar as mãos com trabalhos "irregulares". Paga-se bem.

> Há rumores sobre movimentações estranhas próximas aos Rochedos Tempestuosos. Alguns dizem que lá fica a Gruta dos Ladrões, lar de uma ordem secreta. Palavra de goblin!

> Se quer dinheiro rápido, precisa ser rápido também! O Corcel Expresso está contratando aventureiros corajosos para fazer entregas perigosas. Por conta da demanda, os pagamentos aumentaram!

> Honra e glória! Abre-se a nova temporada da Arena de Calm! Guerreiros e bravos de toda a ilha reúnem-se para este evento acirrado. Façam suas apostas ou tente sua sorte em um dos eventos mais intensos de toda ilha!




Quer continuar ouvindo as trilhas enquanto navega pelo fórum? Clique no botão acima!

Porto Rangestaca

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Porto Rangestaca

Mensagem por ADM GabZ em Seg Dez 03, 2012 12:11 am

Relembrando a primeira mensagem :


O Porto Rangestaca, apesar de mal cuidado, costuma estar sempre bem movimentado. Piratas, falsários e até mesmo grandes comerciantes se aventuram no lugar. Mercadores costumam levar à Takaras alimentos em gigantescas quantidades, uma vez que o reino sequer possui boas terras para plantio. Escravos também são livremente comercializados aqui, muitas raças estão à disposição para compra. Que tal um escravo orc para ser um guarda-costas? Por um preço justo, você conseguirá o que quer. Mercenários também circulam o lugar com frequência, procurando por trabalhos em terra ou em mar aberto. Piratas negociam especiarias roubadas de todos os cantos do mundo — e da ilha.

Comprar barcos não é uma tarefa fácil, uma vez que é necessário mais do que dinheiro vivo: ter a confiança dos construtores é essencial, ou é capaz de comprar um barco mal feito que afundará a 100 metros do porto. Será mais fácil mergulhar e buscar peça por peça do que conseguir seu dinheiro de volta.

Trabalhos temporários é o que não falta, e paga-se bem por produtos roubados. Rookar, um anão troncudo com a lateral direita do rosto totalmente queimada — e por isso levando o apelido de Rookar Meia-Barba — é o melhor comerciante do local. Compra e venda é com ele mesmo. Se ele não tiver o que você procura, tenha certeza de que ele irá conseguir, apesar de não cobrar barato. No entanto, tesouros e peças valiosas serão pagas devidamente pelo anão.


Última edição por ADM GabZ em Sab Jul 15, 2017 7:29 pm, editado 1 vez(es)
avatar
ADM GabZ

Pontos de Medalhas : 999
Mensagens : 912
Localização : Extrema - MG

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Humano

Ver perfil do usuário http://www.flickr.com/photos/gabzero

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Dom Set 15, 2013 5:55 pm

Logo que Akkin chegou à sala de jantar deparou-se com Dachi tomando café. A mesa estava sendo posta e a empregada entrava e saía colocando a comida para o jantar. A tensão era grande e bem incômoda, ainda mais pelo fato de que um grau de parentesco havia aumentado entre ambos.

O Pai de Alice entrou na sala de jantar quando a empregada havia colocado o último prato à mesa. Desta vez era um jantar mais formoso e cheio de alimento, mais carne e pães para haver mais sustância, afinal tinham tido uma batalha longa e ainda era a última de todos juntos.

— Ora mas já estão aqui? Vejo que estão com fome então. Comemos e depois nos falamos. — Assim que sentou e começou a se servir, sua filha desceu as escadas o mais radiante que nunca. Seu semblante mudara e ela tinha um sorriso no canto do rosto, era uma certa felicidade. Cumprimentou-os com um aceno e juntou-se à mesa preparando seu prato.

Mais para o final do jantar ele resolveu abrir a boca:

— Devo agradecê-los por estarem comigo e terem me ajudado a terminar com esta aventura incrível. Tão cedo ela não sairá de onde a coloquei e muito mais, seus bonecos já foram descartados e ninguém poderá controlá-los tão cedo. — Mostrava um sorriso no rosto e terminava de comer.

— Eu, Edgar, estou muito satisfeito em conhecê-los e tê-los ajudado em combate e... — Mas antes que pudesse terminar a frase, algumas batidas violentas surgiram do lado de fora. A empregada correu para a porta uma vez que parecia que o indivíduo lá fora iria quebrar a porta. Ela sussurrou alguma coisa quando abriu e uma voz masculina soou de la. Todos na mesa escutaram ela pedir um minuto para quem estivesse lá fora para então comunicar à Edgar.

Mas antes que pudesse chegar à mesa um homem a acompanhou e estava todo encharcado de água. Usava um sobretudo preto e um chapéu que fez questão de tirar, arrancando olhares desgostosos da empregada que teria de limpar o chão sujo de lama e água. Edgar abriu um sorriso amistoso.

Spoiler:

— Hora a que devo a honra de sua visita, Simon?! — Mas então, ao perceber a expressão aterrorizada nos olhos do homem que contorcia o chapéu em mãos, ficou mais sério. — Não me diz que...

— Sim, mestre, Ele fugiu. — Interrompeu-o Simon, sem nem se apresentar para o restante.

Alice e Edgar levantaram ao mesmo tempo da mesa de supetão. Alice levou as mãos à boca e seus olhos se arregalaram pouco. Já Edgar simplesmente enrubesceu as bochechas e ficou irado.

— Impossível! — quase berrou — Ele não teria tanta inteligência em sair daquela cela em mil anos ou mais!

— Senhor, não sabemos há quanto tempo nem como ele fugiu, muito menos se foi ajudado...e — tentou dizer Simon, mas foi interrompido novamente por Edgar.

— Tem que ter alguma pista, não é possível ele ter escapado depois de tantos anos trancafiado, vamos verificar isso agora mesmo.

— Não, eu vou no seu lugar, pai. — Interrompeu Alice, olhando para ambos. — Tenho assuntos pendentes com Ele, me dê esta chance pai.

A garota fixou o olhar no pai e na hora abriu a boca para intervir, mas pensou por um longo momento observando-a. Naquele instante percebia o quão sua menina havia crescido e a tinha treinado tão bem. As coisas agora haviam mudado e nada melhor que dar um voto de confiança.

— Tudo bem, mas tente ser rápida. Já sabe como se comunicar comigo então assim que terminarmos o jantar, vá direto para lá. Simon, deve estar com fome depois de horas de viagem, sente-se e coma.

O homem ficou com um sorriso grato e juntou-se à mesa e comeu praticamente de tudo um bom bocado. Pai e filha sentaram-se novamente e tensão ficou ainda maior. Alice tornaria a sair, mas desta vez sozinha com Simon atrás de algo que nem se quer explicaram aos dois amigos - ou como deveria dizer, irmãos -, mas ambos achavam que iriam embora.

— Carmem, alugue dois cavalos e trague aqui para que Akkin e Dachi possam ir até a cidade, por favor. — Olhou para a empregada com seu olhar ainda preocupado. — Podem dormir aqui esta noite e sair ao amanhecer sem problemas, fiquem o tempo que desejarem.

— alias, traga quatro, Alice e Simon também deverão ter um. — Disse com um sorriso à filha, recebendo logo um olhar feliz de Simon, a pé ele não estaria mais.

Alice terminou seu jantar sem pressa, precisaria estar bem alimentada para aquela viagem. Levantou-se e se aproximou da empregada e pediu suplementos para a viagem, pelo visto ela seria demorada. E subiu para o quarto um pouco às pressas. Simon terminava e comer e foi chamado por Edgar ofereceu uma boa quantia de bebida para Simon, Akkin e Dachi.

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Ter Set 17, 2013 3:48 pm

A conversa rolava entre eles com toda a intensidade e emoção que deveria ter, ainda mais na chegada do novo homem chamado Simon com noticias não tão boas quanto deveriam ser no nosso atual momento de felicidade.

Acho que perdi algumas partes, mas esses meus ouvidos não me decepcionam. Não sabia ao certo se iriamos junto com Alice para sua missão, ou se seguiríamos nossos rumos com um bônus, sendo eles os cavalos. Realmente não estava pensando direito com tanta comida e bebida boa e suculenta, que antes mesmo de chegar em minha boca, estava salivando quase que em excesso, deixando cair sobre a mesa. A distração só era maior por eu estar com algumas pedras em mãos movendo e modelando com o meu poder, para que eu pudesse ter mais controle sobre ele.

Com o fim da conversa, juntei as três pedras formando uma faca e atirando sobre um pedaço de pão, ao erguer a faca, arremessei novamente em um pedaço de carne trazendo para minhas mãos em seguida, retirando as comidas da faca.

-- Que? To treinando um novo tipo de ataque...-- Mordendo o pão e em seguida a carne -- Então...cavalos é? Seremos o reforço deles também?

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Akkin em Qui Set 19, 2013 11:29 am

O pai de Alice então chegou na mesa e não muito depois, a maga também sentou entre eles. Parecia estar melhor do que antes, mas Akkin não atentou pra isso. Ainda estava um pouco apático da situação. A empregada ia colocando a comida na mesa e por fim, Edgar, o pai de Alice, ia agradecendo aos garotos pela ajuda com toda a situação que tinha ocorrido. Para a sorte dos dois, os bonecos enfeitiçados na seriam mais nenhum problema, então eles poderiam seguir viajem tranquilos. Akkin continuou fazendo seu prato, um tanto modesto. Pegou um pouco de suco e comeu algumas colheradas. Estava prestes a colocar o copo na boca para mais um gole quando alguém bateu violentamente na porta.

Quem entrou não era conhecido de Dachi ou Akkin, mas sim de Egdar e ao que parecia as notícias não eram muito boas. Dachi não ficou muito impressionado e começou a treinar seus poderes com a própria comida. Akkin também não ficou desesperado. Continuou a comer tranquilamente até acabar seu prato. Ao que parecia, Alice iria em missão novamente junto com o convidado Simon. Akkin não sabia o que deveria fazer. Não sabia se deveria se candidatar para ir junto ou não. Olhou para Dachi, mas também não esperou nenhuma resposta. Ao que parecia, teríamos alguns cavalos para partimos... Ou nos juntarmos naquela nova aventura. Não sabia, tinha de pensar.

Logo que terminou, Alice subiu. Akkin não desviou o olhar. Estava um tanto preocupado. Esperou servirem a bebida e pegou o seu copo, levantando-se da mesa. - Vou me retirar. Preciso descansar e pensar no que fazer. Ao que parece, Dachi tem interesse em acompanhá-los, mas não sei quanto a mim. Decidirei esta noite. - E dito isso, partiu para o se quarto. Tomou um gole da bebida fazendo uma careta. Era forte, mas era boa. Jogou-se então em sua cama e olhou para o teto em busca de respostas.

_________________


Força - 3 [F] // Energia - 2 [F] // Agilidade - 5 [E] // Destreza - 7 [E] // Vigor - 7 [E]
MO: 200. ~ Akkin ~ #0076A3
avatar
Akkin

Mensagens : 57

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 06
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Qui Set 19, 2013 12:08 pm

Pelo visto Dachi havia se candidatado para ir com Alice e Simon para resolver o problema que por falar nisso nem sabia do que se tratava. Akkin se levantou logo depois de Alice e foi para seu quarto, estava mais interessado em descansar do que propriamente seguir em frente.

— Enfim, Simon, prefiro que descanse por algumas horas antes de irem, sair de madrugada seria o mais indicado para chegarem lá ao amanhecer. Com Ele a solta, esta hora da noite não é bom.

Simon concordou e Edgar pedir para a empregada avisar Alice de que sairiam de madrugada. Alice gostou da ideia, trocou de roupa e então fechou seu quarto para dormir.

A mulher ajeitou o quarto para Simon e deixou algumas roupas limpas, o homem teria de tomar um banho antes de descansar, algumas horas seriam o suficiente.

Edgar preferiu não comentar muito sobre o que estaria por vim, estava preocupado suficiente para isto. Logo Simon deixou-os sozinho e foi lavar-se para dormir, deixando Dachi e ele sozinhos.

— Vejo que gostou do livro, fico feliz. Leve com vocês que poderá ser útil. Agora deve dormir, daqui a pouco terão de levantar.

Despediu-se e levantou da mesa indo direto para seu quarto, a casa estava silenciosa e tudo que poderiam fazer era descansar. Dachi quando subiu ao seu quarto e resolveu dormir foi mais rápido do que da primeira vez que tentara, o cansaço tomou conta muito rápido. Entretanto, não foi uma boa ideia. Sonhou com Kassandra segurando um boneco de vudu parecido com ele, e espetava-o sem parar. Dachi sentia todas as dores mas não escutava o que ela dizia, apenas sua boca gesticulava.

Dachi não era o único a sofrer, Akkin em seu quarto dormiu em certo tempo, mas quando o quarto tornou-se escuro, teve a impressão de estar sendo vigiado, e quando abriu os olhos, viu uma silhueta feminina parada perto de sua janela. Tinha cabelos compridos e era alta, usava uma roupa negra apertada: era Alice.

Ela tinha na mão esquerda uma faca e sorria docemente para Akkin. Se aproximou devagar da cama onde estava e aproximou a boca do seu ouvido e ergueu a mão com a arma e sussurrou:

— Vim te visitar, como prefere que eu o mate... — E no instante em que desceu a faca em seu peito Akkin acordou e olhou na mesma direção donde tinha visto Alice e não viu nada. Seria apenas um sonho? Difícil dizer, pois o cheiro da garota rondava o quarto.


[ Para meus dois homens lindos q amo tanto...Tia Shao dá EXP *-*
A aventura foi ótima e adorei ver vcs se ferrarem kkkk
Dachi. vc está se superando a cada dia e a cada dia adoro mais ler seus posts, Akkin não fica atrás hein!
Seus posts são grandes mas não enchem tanta linguiça assim, alguma coisa é normal, mas tudo bem.
Agora seus personagens descobriram algo importante sobre a relação dos dois, cabe a vcs procurar a fundo isso ou nao.
Também descobriram Kassandra, pessoa que pode fazer mal a vcs mais tarde, e também descobriram algo sobre o velho que procuravam.

Por tudo isso, lhes darei em conjunto, 1k de exp, pois tais informações serão ouro mais tarde em suas aventuras, caso continuem cmg ou outro gm.

Espero que tenham gostado e se forem continuar nesta agora, me avisem! =*]

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Akkin em Sex Set 20, 2013 9:37 pm

Deitou na cama e adormeceu. Não sabia quanto tempo tinha passado ou quando tempo ainda iria passar, mas os seus sentidos tinham sido levados embora completamente. Certamente ainda não tinha descansado o suficiente devido ao término da missão do dia anterior. Pensava que iria conseguir uma boa noite de sono, mas as coisas não funcionavam daquela forma. Akkin não notou, mas o quarto ficou mais escuro; soturno. Acordou quando ouviu um barulho da janela. Ergueu-se levemente e olhou para o local de onde veio o som, dando de cara com Alice. Vestia uma roupa preta colada, estava com uma adaga nas mãos e seu olhar era feroz. Ela se aproximou rápido e sussurrou em seu ouvido aquela frase assustadoramente desconexa. A mente de Akkin se encheu de perguntas aleatórias e sem respostas e tudo acabou quando Alice cravou a arma em seu peito.

E ele acordou.

Suava ligeiramente e tinha os olhos arregalados. Passou a mão pelo peito e estava intacto. Olhou para a janela e não tinha sido aberta e nem tinha uma alma viva ali. Olhou para a porta  e ela estava fechada. Mas algo em particular indicada que Alice esteve ali... Seu cheiro. Inundava todo o quarto, um cheiro viciante. Akkin ficou confuso com aquilo. Levantou-se e abriu a porta calmamente. Deu alguns passos no corredor e bateu na porta de Alice. Se ela não abrisse, Akkin o faria. Quando deu de cara com ela, perguntou diretamente e sem nenhum rodeio. - Você esteve no meu quarto? - O guerreiro estava sério. Seus olhos fitavam o de Alice com ferocidade e desconfiança. O corpo retesado como se esperasse ela fazer alguma coisa e estivesse pronto para se defender. - Sim ou não? - Insistiu.

_________________


Força - 3 [F] // Energia - 2 [F] // Agilidade - 5 [E] // Destreza - 7 [E] // Vigor - 7 [E]
MO: 200. ~ Akkin ~ #0076A3
avatar
Akkin

Mensagens : 57

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 06
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Sab Set 21, 2013 2:18 pm

Provavelmente não havia me atordoado com aquilo, mesmo sentindo a dor de forma inconsciente ou consciente. Uma fúria vinha não só de minha mente, mas de meu corpo todo. Podia sentir aquele ódio se espalhar pelo corpo sem contradições e que provavelmente era transmitido pelo externo de meu corpo, pelos meus poderes, destruindo casas alheias ou deformando terrenos do lado de fora. Se Kassandra estiver viva, suas chances de morrer por minhas mãos é muito mais acima do que ela pode esperar.

Antes disso tudo, nem sabia que havia adormecido, muito menos ter ido ao quarto deitar na cama, minha mente estava muito concentrada no livro e em seus ensinamentos sobre o poder dos elementalistas, e poder cultivar a força da terra em meu corpo era algo que desde de pequeno tive vontade, realmente queria ser ensinado por meus pais, mas percebi que alguns momentos devem existir quando devem existir. Uma parte minha que sempre foi otimista dizia e me fazia sentir que seria mais forte se procurasse sozinho os ensinamentos sobre meu poder. Estava certo.

Sem dormir muito bem, cheguei a cozinha com os olhos meios fechados e com o livro na mão ainda. Escutei algumas palavra vindo das pessoas presentes mas sem entender muito bem. Akkin, provavelmente, estava conversando com Alice como era de costume, o pai dela com Simon pela intimidade existente. Olhei rápido pelo ambiente, tomei um pouco de café e bati a cabeça na mesa tentando voltar a dormir.

Mesmo com sono minha barriga disputava pela atenção, com esforço, virei a cabeça um pouco para o lado, estiquei a linguá tentando alcançar o pão que me foi entregue.

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Dom Out 06, 2013 10:35 am


@ Yoda

Poderia ser um sinal sonhar com Kassandra, mas ultimamente sonhar com os mortos era moda e tudo em nossos sonhos tudo que queremos e almejamos torna-se realidade, isto que torna os sonhos belos e maravilhosos, até mesmo os mais terríveis, assim como o que Dachi teve, afinal o sonho acaba sempre do mesmo jeito: quando abrimos os olhos.

Estava querendo não dar atenção ao sono naquele momento, queria simplesmente descer e tomar alguma coisa, talvez até comer e aí sim cochilar até a hora de todos saírem. Enquanto isso no quarto de Alice estavam ela e Akkin iniciando uma nova discussão, esta que Dachi não prestou atenção.

Uma vez lá embaixo foi até a cozinha e pegou um pouco de café, servindo-se de pão. Estava frio, pois não era hora de comer naquele momento e a empregada dormia tranquilamente apesar de toda a confusão. Devia estar acostumada. O livro ainda estava nas mãos de Dachi quando desceu as escadas, parecia que não o largaria tão cedo pelo que ele representava, a curiosidade era tanta em aprender, mas nem sempre entendia o que estava escrito ali, precisava de alguém para ensiná-lo.

Enfiou a cabeça na mesa e, sentindo o cansaço em seus músculos e mente, adormeceu na mesa com o copo de café de um lado, farelos de pão e o livro embaixo da cabeça aberto.

Um tempo se passou e Dachi sentou uma mão masculina tocar em seu ombro e o acordar. Era o homem que chegara por último.

— Filho, vá deitar em seu quarto senão acordará com dores nas costas...— Seus olhos pairaram no livro e fixaram-se ali. O homem claramente mostrou interesse e engoliu em seco. Alguma coisa sobre o livro ele sabia, mas tentou fugir logo.

— Ham, tenho que ir dormir senão não acordaremos bem, vá! — Sorriu de canto, dando uma última olhada no livro e subiu.


@ Akkin e Alice

Quando ouviu a batida em sua porta, Alice demorou a abri-la pois estava adicionando algumas coisas dentro de sua bolsa, o sono não vinha mais e não tinha vontade de fazê-lo. Akkin não esperou que ela fosse abrir e muito menos respondesse, entrou e logo questionou-a. Sua primeira expressão foi surpresa por ele ter entrado de repente e em seguida ira, por acusá-la de algo tão impossível.

— Você está louco? Deve ter bebido demais lá embaixo. — Deu de ombros, voltando seu olhar para o que estava fazendo. Potes de poções colocava na bolsa, que estava um tanto cheia, coisas de vidro e mais importantes costumavam ser a últimas a se colocar.

— Está com sono, Akkin, volte ao seu quarto e durma, em quatro hora vamos sair. — Alice não tinha levado à serio o que ele tinha dito, afinal, não tinha mesmo estado em seu quarto. O que faria lá uma hora dessas?

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Akkin em Seg Out 21, 2013 12:03 am

A resposta de Alice apenas confundiu Akkin mais ainda. A olhou com certa desconfiança, mas afinal, o que ela ganharia matando-o? Será que toda aquela aventura tinha sido com outro propósito? Tinha suas dúvidas, afinal, Alice e se pai sofreram tanto quanto os Akkin e Dachi. - É... Dormir. Se eu conseguir e se ninguém entrar lá novamente. -  Disse irônico. Fechou a porta e voltou para o quarto. Não tinha certeza se iria conseguir dormir perfeitamente depois daquilo, mas deveria tentar. Jogou-se na cama e fechou os olhos tentando adormecer. De manhã arrumaria tudo o que tinha e então partiria com o grupo. Sentia que ainda tinha a ganhar com eles e que não era a hora de se separarem.

[Post pequeno. Não tinha muito o que fazer. Beijos =*]

_________________


Força - 3 [F] // Energia - 2 [F] // Agilidade - 5 [E] // Destreza - 7 [E] // Vigor - 7 [E]
MO: 200. ~ Akkin ~ #0076A3
avatar
Akkin

Mensagens : 57

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 06
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Ter Out 22, 2013 7:01 pm

Apos tudo, voltei a pequena rotina que criara apos chegar nessa residência, descer até a cozinha com o livro que pegara com a permissão do pai de Alice e lia até quando meus olhos permitissem. Mesmo com dificuldade, sempre relia até fixar as palavras na cabeça, quando era de grande interesse, caso contrario, passava em frente, mas voltava para tentar aprender.

Em momentos de compreensão e de como poderia utilizar as magias lidas, vez ou outra me perdia em outros pensamentos totalmente contrários ao que gostaria. A certo ponto, somente um me incomodava, sendo ele o que tinha sonhado a algum tempo, com a mulher ruiva que me levara a uma cabana. A comparação de seu rosto era sempre o de Kassandra, mas muito tempo se passara e muito ocorrera desde então.

-- Hum....-- Não havia dormido profundo o suficiente para ter que esfregar os olhos e estar com a visão turva. Ainda estava com a cabeça trabalhando em vários pensamentos, aquele toque somente fez meus olhos abrirem.

Não sei se era coisa da minha cabeça, se estava ficando psicótico com os atos alheios ou o sono realmente havia atacado e nem havia percebido, mas o olhar, o engolir e o modo de agir estranho perante o livro em que portava, deixou-me curioso, uma curiosidade tão intensa que minha vontade de aprender é que estava alimentando para não perder o controle.Deixei-o ir primeiro, esperando alguma reação contraria ou de espionagem.

Passei mais um tempo na cozinha, relendo e aprofundando o conhecimento de uma magia que havia conseguido aprender. Quando terminei fui ao quarto, esperando ter sorte em dormir um pouco.

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Dom Nov 03, 2013 12:31 pm

Toda a confusão passou e todos estavam descançando a seu modo. As horas passaram rápido e enfim ruídos surgiram pela casa acordando a todos. Um cheiro forte de café, pães derretidos em manteiga e carne entravam em seus quartos com força.

O Sol ainda não tinha nascido, o Pai de Alice já estava de pé e seu convidado também. Alice desceu correndo os degraus, parecia empolgada com a situação.

— Bom dia! Belo dia para uma caçada, não acha Simon?

— Pois é, só você mesmo para achar bom uma coisa dessas.

Ela sorriu de volta. Estava linda. Usava seu capuz vermelho até os pés e vestia uma roupa preta. Seus cabelos escorriam até a cintura e junto com seus olhos verdes passavam uma sensação selvagem. Sua mochila descansava aos seus pés. Queria comer rápido e sair o mais rápido que pudesse.

Os três começaram a comer conversando e rindo, como sempre com Simon fazendo piadas, os outros dois riam muito, apesar de, em seus olhos, o homem demonstrava tristeza ao olhar para a filha.

Quando os dois chegaram, o pai dela perguntou com um sorriso de canto.

— Como passaram a noite? Comam e arrumam suas coisas, sairão em seguida.

— Irá conosco também? — Perguntou Simon, olhando para Akkin.

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Dom Nov 03, 2013 4:19 pm

Somente abrira os olhos sem mover mais nenhuma parte do corpo apos ser acordado com os ruídos. Sentia que não havia dormido de verdade, somente relaxado naquela bela cama. Passei uma grande parte do tempo imóvel, cogitando sobre os últimos acontecimentos, mesmo que só tivesse feito isso nessa temporada calma.

-- hum....estranho... -- Levantei o braço rente ao meu rosto analisando-o, como se estivesse procurando alguma pista ou qualquer vestígio de como deveria seguir dali em diante. Acima de tudo que já havia passado, acabei fugindo do objetivo de encontrar meu pai. Nesses momentos é que gostaria de ter nascido com o cérebro dele e não com os braços.

Muito cogitamento me fez ir inconscientemente até a cozinha onde todos já estavam prontos e tomados café. Enquanto riam e se divertiam com as piadas, observava a todos sem que eles percebessem principalmente Simon e sua atitude suspeita em relação ao livro anteriormente.

Apos terminar de tomar café, voltei ao quarto pegar mais algumas coisas e me vestir por completo, além de colocar as faixas nos braços e os compartimentos para as esferas de terra. Já pronto, esperei do lado de fora preenchendo os compartimentos e praticando um pouco criando armas, criaturas e várias outras coisas, brincando com a terra para passar o tempo.

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Akkin em Ter Nov 12, 2013 12:31 am

Dormiu até um pouco mais. Depois da noite anterior e do susto que tinha levado, achou melhor curtir um pouco mais a sua cama. Quando enfim os barulhos e o cheiro de comida fizeram total efeito , Akkin se levantou e ainda sonolento caminhou para o banheiro. Lavou o rosto e, por fim, desceu.

Não estava lá no seu bom humor, primeiro por ter descoberto na noite anterior que não sabiam de nenhum vestígio do velho. Provavelmente ele nem existia ou já estava morto. Em segundo lugar, por causa de seu sonho bem realístico em relação à Alice. Sentou-se na mesa ainda calado e apenas balançou a cabeça quanto a pergunta de Simon. Comeu em silêncio e com o olhar distante. Teria de arrumar suas coisas em alguns minutos.

_________________


Força - 3 [F] // Energia - 2 [F] // Agilidade - 5 [E] // Destreza - 7 [E] // Vigor - 7 [E]
MO: 200. ~ Akkin ~ #0076A3
avatar
Akkin

Mensagens : 57

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 06
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Qua Nov 13, 2013 10:30 pm

Todos perceberam o silêncio entre os dois, principalmente a olhada que Dachi lançara para Simon que soube muito bem disfarçar. Terminaram o café e Alice reuniu-se a seu pai e conversaram durante quase vinte minutos. Simon já estava do lado de fora com Akkin e Dachi, montados cada um num cavalo e uma companhia que os traria de volta.

Quando Alice voltou estava séria com um olhar distante. Montou em seu cavalo e bateu de leve em sua barriga e o cavalo avançou. Simon seguiu logo aos seus calcanhares.

Apressando os cavalos foram direto para a floresta e cavalgaram por um tempo até diminuir o passo. Simon se juntou a ela e conversaram baixo por alguns instante apreensivos e cautelosos. Alice começou a falar para todos um tempo depois.

— A criatura que procuramos trata-se de um Lycan. Este por sua vez é mais inteligente do que qualquer outro. É uma experiência que não deu certo, para nós é claro.

— Como fugiu há algum tempo e pelo que temos ele está junto com um circo, um diferente dos outros. Este pessoal usa seus dons artísticos para o roubo e assassinato. Precisamos achá-los o mais rápido que pudermos. — Disse a garota e logo Simon continuou.

— A última vez que os viram foi no final desta floresta, no comércio de Takaras, lá no centro. Há um parque no final com uma casa abandonada, estão lá há quase dois dias. Ele está disfarçado por sua forma humanóide que surge durante o dia, pois a noite vira Lycan. — Alice suspirou, pensativa.

— Podemos começar por lá, desde que o conheço que ele dá trabalho. É esperto demais, temos que estar sempre um passo a sua frente.

— Ele sabe que é você que está atrás dele. — Disse Simon, ainda mais sério.

— Eu li a carta, ainda faz graça como sempre. Mas ignoro. — Suspirou fazendo seu cavalo correr e terminando o assunto.

============================

Não era nem meio dia quando chegaram na cidade. Alice parou seu cavalo e desceu, entregou para o senhor que os acompanhava e começou a entrar na cidade. Simon fez a mesma coisa e saiu.

A cidade estava vazia apesar de ainda ser cedo, parecia uma cidade fantasma. O vento frio não era tão convidativo e Simon por um momento quis voltar para casa.

Andaram pela cidade passando pelas ruas sem muita demora, indo direto para o parque. Era estranho ainda não ser o começo da tarde e não ter ninguém pelo parque, tinha muita coisa para acontecer então.

O parque chegou e ele estava vazio, como conseguiam ver desde que se aproximavam, não havia um indivíduo nem que seja para brincar ou roubar. Aquilo era estranho, mas nada que não se esperasse de um lugar onde um circo como aquele estava hospedado.

Já cautelosa, Aliuce atravessou o parque olhando para os lados e frente. No centro dele havia uma fonte de uma criatura alada donde saía água por sua boca aberta. A sua volta havia água e algumas pedras. Brinquedos estavam dispostos pelo lugar além de árvores e arbustos. No chão havia folhas e gravetos que faziam barulho ao serem pisados, o que não agradavam a todos pois poderiam denunciá-los.

Logo a frente marcas profundas de carruagem estavam dispostas no chão como se ela tivesse carregado coisas muito pesadas. Ela seguiu até o fim e deram em um espaço quase do tamanho de uma casa. A chuva tinha vindo horas atrás e só naquele espaço não estava molhado.

— Saíram a pouco tempo. — Disse Simon.

Alice apenas aquiesceu e apontou para uma casa antiga a alguns metros. A carruagem tinha saído dali pois tinha marcas perto da porta. Simon confirmou e andaram direto para lá. Era uma casa antiga de fazenda. As janelas estavam fechadas e a porta encostada.

Alice colocou uma mão para trás dentro da capa e segurou uma arma. Abriu a porta devagar e nada aconteceu. Ainda segurando-a, entrou e olhou para os lados chamando o restante. Era uma casa pequena coberta de poeira, mas seu chão estava cheio de marcas, o que confirmava tudo que sabiam. Havia caminhos para a esquerda, direita e um corredor a frente que dava para os fundos.

Alice deu sinal para se dividirem e foi para o lado direito; Simon logo fez o mesmo mas pelo esquerdo. Todos podiam sentir que alguém os observava.




Hall

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Dom Nov 17, 2013 4:34 pm

Depois que saímos minha vontade de conversar com Simon era grande, já que ainda estava curioso pelos seus atos em relação ao livro. Quando dei a ordem para que o cavalo se se emparelha com Simon, Alice começou a nos instruir mais sobre o motivo de nossa missão interrompendo-me e fazendo com que esquece mais sobre o assunto.

-----~~-----

Deixei a mercê de cada um escolher seu caminho, esperava que Akkin seguisse o corredor ao centro já que eu quisera ficar fixo no centro para tentar algo diferente, uma habilidade que havia lido no livro e testado um pouco antes deles partirem. Ajoelhando-me com a perna esquerda, repousei a mão direita sobre o chão e tentei fazer a magia de localização que se baseia como um radar na área em que estiver. Mesmo que quisesse só estava conseguindo utilizar ao meu redor, um raio de 1 metro. Isso não era muito útil.

Um pouco frustrado, continuei tentando enquanto servia de guarda na sala e observava o que tinha em minha volta, poderia encontrar alguma pista vendo as pinturas de pessoas ou ambientes, poderiam ter sidos retratados de pessoas próximas ou de lugares existentes, até mesmo se houvesse uma passagem secreta que havia sido mal escondida. Qualquer coisa serviria.

Como a casa não era muito grande e meus companheiros estavam demorando, em algum momento minha concentração havia aumentado e sem que notasse havia conseguido utilizar o radar podendo ver tudo de dentro da casa e fora também, sem contar de saber a localização de onde meus companheiros estavam, mas no momento em que tomei consciência disso voltou a ser de um raio de 1 metro. Mesmo sendo um relance, havia sido uma sensação boa de poder enxergar de uma forma mais ampla.

-- Preciso aperfeiçoar isso... – Olhando meio perdido para minhas mãos.

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Akkin em Qui Nov 21, 2013 12:07 am

Com tudo pronto, faltava apenas Alice que tinha ido conversar com o pai. Durante aquele tempo Akkin não abriu a boca pra falar absolutamente nada. Estava com o semblante normal, porém, seus olhos eram profundos e distantes. Enquanto esperava Alice, ficou acariciando a crina de seu cavalo negro que em pouco tempo iria partir. Quando ela enfim retornou, a mudança no seu humor foi totalmente perceptível, mas Akkin também percebeu que não era hora de perguntar alguma coisa e assim que Simon deu sua partida, o guerreiro foi logo atrás.

Na frente, já na floresta, Simon e Alice constantemente conversavam. O assunto parecia extremamente privado e isso irritava Akkin ligeiramente, porém, ele simplesmente tentava ignorar o acontecido, afinal, uma hora ou outro eles deveriam contar o propósito daquela missão... E foi o que aconteceu minutos depois. Estavam atrás de um Lycan de alta periculosidade. Ao que parecia, Alice e Simon tinham uma relação especial para com o monstro e isso, de certa forma, deixava as coisas mais difíceis. Akkin apenas balançou a cabeça concordado e seguiu adiante.

-----------------------

Por fim, chegamos na cidade antes do meio dia. A recepção não foi agradável, primeiro porque não tinha ninguém para nos receber na cidade e segundo que o clima estranhamente frio apesar do horário era uma coisa inusitada. Mesmo assim, seguiu em frente como grupo logo chegando ao parque e vendo que ele estava na mesma situação que a cidade: vazio. Akkin ficou imaginando o potencial de horror que aquele grupo de assassinos poderia trazer parar desabitar uma pequena província de Takaras, afinal, os moradores já estavam acostumados com os mais hediondos assassinatos. De qualquer forma, isso não devia ser questionado agora.

Seguiram mais a frente até encontrar marcas de rodas. Provavelmente uma carroça e segundo Simon, não tinha saído há muito tempo. As marcas levavam até uma antiga mansão. Alice foi a primeira a averiguar e, vendo que nada tinha de perigo, chamou o resto. Akkin entrou e tomou o caminho do centro como escolha. Caminhava com cuidado e sua mão já estava no cabo da espada pronto para qualquer ataque.

_________________


Força - 3 [F] // Energia - 2 [F] // Agilidade - 5 [E] // Destreza - 7 [E] // Vigor - 7 [E]
MO: 200. ~ Akkin ~ #0076A3
avatar
Akkin

Mensagens : 57

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 06
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Sab Nov 23, 2013 3:20 pm

[ Dachi, achei muito interessante a sua iniciativa de pegar uma habilidade vinda do livro, inventar uma, adorei o que fez. Por isso, lhe dou 150 de exp. ^^ ]


Todos seguiram um caminho e Dachi foi o único que sobrou, queria testar uma habilidade que tinha aprendido no livro.

Quando ela foi testada sentiu o impacto da sua força. Foi como se algo tivesse batido contra seu corpo. Sentiu sua força ser drenada pelo não-costume de usá-la, percebeu que as magias daquele livro eram fortes.

No momento que a habilidade funcionou, Dachi conseguiu ver todos os comodos da casa e também seus companheiros, via apenas suas sombras, mas o tempo foi tão curto que não conseguiu ver nada mais além; isto é, se havia mais pessoas na casa.

Quando acabou o efeito, Dachi sentiu cansaço, teve de respirar forte para se recompor, agora decidiria seu caminho, afinal não estava forte o suficiente nesta habilidade para confiar totalmente nela.

Porém mais alguém sentiu sua habilidade: Simon. Ele andava por um corredor onde havia vários quartos, e já tinha examinado três quando sentiu o mesmo impacto que Dachi. Parou na hora e olhou de canto para trás e abriu um sorriso. Era assunto para mais tarde.

Akkin se deparou com uma bela vista para um jardim, não era de todo bonito, mas parecia bem cuidado. Estava deserto, água saia de uma estátua de mulher que segurava um ramalhete.

Andando mais pelo jardim começou a ver mais estátuas, algumas eram até engraçadas, pois tinha algumas de criaturas que faziam caretas, gestos com as mãos como se quisesse deter alguém ou alguma coisa; outras tinham até as mãos nos olhos. Aos poucos Akkin foi descobrindo mais e mais delas.

De repente um grito feminino ecoou do andar de cima da casa, depois um barulho de móveis sendo jogados e uma porta batendo forte.

E então ela gritou de novo.

— MEDUSA!!! — E pôde ouvi-la correndo pelas escadas.

Porém assim que Akkin ouviu a voz dela, escutou um remexer de serpentes logo atrás de uma das estátuas. Era outra Medusa.

— Nem pense em escapar sem antes olhar em meus olhos, guerreiro...

Ao ouvir os berros, Simon ficou esperto e saiu donde estava para ajudar a garota, mal deu de cara com o corredor para o hall que viu Alice terminar de descer as escadas, puxar Dachi pelo colarinho e correr para o jardim enquanto que ouvia uma batida de porta donde ela estava.

Simon correu para fora também. Quando todos estavam no jardim Simon fechou a porta atrás de si e colocou uma madeira para segurar a criatura, enquanto isso, iam atrás de Akkin em alguma parte do jardim.

— Há mais de uma pelo visto — Disse Alice, olhando fixo para um amontoado de estátuas, quando um corpo veio de sopetão e deu de encontro com ela e caíram no chão, ela por baixo e uma outra Medusa por cima.

— Abra seus olhos criança...! — Dizia a criatura. Com Alice estava Dachi, enquanto que na porta, tentando impedir que a outra passasse, gritou o nome de Dachi, para que ajudasse a garota.

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Akkin em Ter Nov 26, 2013 11:12 pm


Um imenso jardim aguardava o guerreiro. Akkin estranhou aquele ambiente bem cuidado em contraste com um local tão assombroso, mas já tinha visto tantas coisas na vida que preferiu ignorar. Os olhos afiados passavam por todos os lados e a mão apertava um pouco mais o cabo da espada, apenas para ter certeza de que ela estava ali e que não a deixaria a cair. Aos poucos foi descobrindo mais e mais do jardim, que diga-se de passagem, era extenso. O que mais tinha para se admirar ali, eram as estátuas. Obras quase realistas e com um expressionismo muito glorioso. Akkin não gostava muito de arte porque não compreendia muito bem. Nasceu em meio a guerra e o combate com a adrenalina era do que o rapaz tinha sido feito. Mesmo assim, aquelas estátuas tomara um pouco de sua atenção.

Não por muito tempo, afinal, um grito bem conhecido ecoou no andar de cima. - Alice? - Akkin falou baixo para si mesmo. Logo em seguida, barulhos de móveis sendo derrubados e uma porta batendo. Ficou mais atento e olhou ao redor. Nada. Ouviu então um aviso que arrepiou os cabelos de seu corpo enquanto Alice descia as escadas. Virou-se mais uma vez e dessa vez viu, ou melhor, ouviu o silvo característico de serpente. No exato momento, Akkin fechou os olhos e segurou a espada em suas mãos com mais força e amaldiçoou mentalmente Zaltar por aquela viagem. Definitivamente, não queria terminar sua vida como uma estátua naquele jardim. Ouviu aquela voz desafiadora e abriu um pequeno sorriso no canto dos lábios e respondeu. - Tsc. Eu vejo lindos olhos verdes todo os dias. Não quero olhar nos seus nem ferrando. - Provocativo como sempre.

Foi então que outro barulho chamou sua atenção. As portas do jardim tinham sido abertas. Seria outra medusa? Quando ouviu a voz de Simon, porém, teve certeza de que não era. Akkin então procurou se lembrar do caminho que fez e se guiar pela voz de Simon. Para isso, gritou também. - SIMON! CONTINUE GRITANDO! PRECISO ME GUIAR PELA SUA VOZ! - E começou a andar.

_________________


Força - 3 [F] // Energia - 2 [F] // Agilidade - 5 [E] // Destreza - 7 [E] // Vigor - 7 [E]
MO: 200. ~ Akkin ~ #0076A3
avatar
Akkin

Mensagens : 57

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 06
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Qui Nov 28, 2013 11:10 pm

off: pois é...caguei no post antes, mas ta ai ._.

Ria. Ria alto e forte, de forma que fazia sentir-me mais fraco, mas com um orgulho que havia sumido e que reaparecera naquele instante. Mesmo que por um instante, ainda via a casa aos poucos, assim como a posição de cada um deles. Era estranho, mas ainda feliz.

Passei um bom tempo descansando sentindo aquela paz de espirito antes de escutar um grande grito ecoar até onde estava. Não sei se já estava acostumando, mas escutar o grito de Alice trouxe-me rapidamente para o estado normal, bufando o ar respirado e esperando o pior, ainda estava de joelhos por ainda pensar estar cansado, mais conseguia respirar normalmente antes do grito.
Puxado quase como se fosse perder a pele do corpo, fui deitado a forças em momentos seguintes por Alice.

-- Mulher, temos que repensar esses atos... sabe não gosto de...—Rapidamente virei o rosto para o lado direito e fechei o olho esquerdo (considerando que estou do lado direito de Alice).

Depois dos últimos acontecimentos em minha vida, não era de grande surpresa, mas a raiva vinha à tona por ser interrompido em minha conversa com Alice. Mal posso falar e quando vou falar sou interrompido? Com pessoas próximas tenho até paciência, mas com inimigos tendo a nem dar chance.

-- Olá dona. Que tal chegar um pouco mais perto para dizer o que queres? Sou meio surdo sabe. – Esperaria ela se mover, mas caso não acontecesse meu ato não mudaria. Cobriria rapidamente seu corpo com a terra e a puxaria para baixo, enterrando-a até seu pescoço para poder corta-lo depois e quem sabe poder utiliza-lo.

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Dom Dez 08, 2013 4:36 pm

A Medusa que estava de frente para Akkin ficou claramente brava pela audácia que ele tivera em dar aquela resposta, estava prestes a se aproximar e obriga-lo a abrir os olhos quando ouviu uma voz grave gritar e uma batida forte de porta. Isto fez a mulher virar o rosto para a direção do grito e perder a chance que tinha com Akkin, que sem esperar uma outra palavra andou na direção da voz.

Simon, Alice e Dachi ouviram a voz de Akkin e Simon começou a falar mais alto coisas sem sentido até vê-lo surgir na parte do jardim que estavam e começou a dar a direção de esquerda, direita ou vire para o lado, caso alguma estátua fosse atrapalha-lo. A esta altura já podia abrir os olhos e observar seu próprio caminho. E ao abri-los deu de cara com Alice no chão com uma medusa em cima, prestes a obriga-la abrir os olhos.

Dachi foi mais rápido para ajudar, tratou de usar a terra para cobrir o corpo da medusa e puxá-la para o chão, soterrá-la até o pescoço e cortar a sua cabeça. Um minuto a mais e tinha sido tarde demais.

— Obrigada. — Disse Alice abrindo os olhos e levantando batendo a mão na roupa tirando a areia.

Observou Akkin se aproximar e no fundo do jardim aparecer uma terceira medusa. Tirou o cabelo grudado no rosto e olhou para Simon, sorrindo.

— Saia da porta, deixe que saia! — Gritou para ele, que aquiesceu e correu, juntando-se com os demais.

No instante em que ele e Akkin chegam bem próximos de Dachi e Alice, Ambas Medusas se aproximam do grupo, suas serpentes se movendo ainda mais agitadas. Alice e Simon fecharam seus olhos e se aproximaram um do outro.

— Elas evitam se olhar. — Alice sussurrou, sacando sua espada. Pelo som da voz das duas, que agora riam ao ver os quatro encurralados, os quatro conseguiam saber que uma vinha de cada lado. Alice encostou costa com costa com Simon, esperando qualquer ataque vindo pelos dois lados.

Mas Simon foi o segundo a falar.

— Dachi, use o que usou hoje dentro da casa e diga as posições das medusas. — Falou rápido.

E então o ataque veio.

A que veio pela porta andou vitoriosa na direção de Simon, que também segurava sua espada e apontou para uma direção onde ela não estava. Ela sorria enquanto andava, chegando mais e mais próximo.

Já a outra, aproveitou para se aproximar de Alice e terminar o que sua amiga tinha feito, andava mais rápido, ignorando o fato de haver mais três juntos.

Assim que Dachi ouviu as palavras de Simon, não pôde acreditar como ele soube do uso da magia. Mas, se tratando de quem era e do que sabia sobre o livro, não podia recusar seu pedido.

Caso Dachi usasse a habilidade, teria a cobertura dos três e, fechando os olhos, poderia ver exatamente onde as duas estavam. A medusa que saira pela porta seguia na direção de Simon pois sabia que ele não enxergaria por onde ela estava indo e poderia dar um golpe fatal. Se Simon virasse a espada assim que ela desse o proximo passo, ele acertaria seu pescoço e a mataria.

O mesmo valia para Alice, mas quem faria o ataque era Akkin. Claramente ignorava a presença de Akkin e seguia para Alice, e como estava cada vez mais perto, se Akkin fizesse um movimento reto da direita para a esquerda, acertaria em cheio o pescoço dela e a mataria também.

Restava Dachi ser esperto e rapido para perceber os ataques possiveis, sabendo que esta habilidade era nova e suas imagens eram falhas e sua energia era muito drenada.


Dachi perde 15% de Mp ao usar habilidade. E caso use a nova, perde mais 35%, num total de 50 perdido.

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Dom Dez 15, 2013 4:31 pm

De inicial achei que as coisas iriam se acalmar, mas foi muito pelo contrario. Quando havia abatido uma medusa, ainda haviam outras duas e uma delas estava perseguindo Akkin a toda a velocidade e ferocidade que em momento em que a avistei minha vontade foi de criar varias estacas para perfura-la repetidamente, o cansaço começava a aparecer pela concentração exagerada em que estava tendo. Quando pensei em levantar o braço para fazer o movimento um barulho vindo da porta as minhas costas tirava a concentração, outra medusa esperava por nos se a outra falha-se e qualquer movimento imprudente levaria a todos a virar estatuas.

Aquele grito de Simon sobre a habilidade que nem ao menos contara para Akkin era muito suspeito. Como soubera? O que realmente Simon escondia de mim? Já não bastava a pouca suspeita sobre ele em que tinha, agora faria de tudo para arrancar o que quer que ele esconda. Sem mais delongas utilizei a habilidade, deixando-me quase inconsciente pela força em que ela suga minhas energias por falta de treino e pela novidade que ela era para meu corpo, até achei que não iria conseguir falar até que dei as coordenadas para ambos tão rápido que quase faço eu mesmo se não fosse o cansaço. Da forma como explique para eles, o ataque de ambos ia fazer com que o sangue delas espirrasse muito para todas as direções ainda mais em mim. Só esperaria o sangue respingar para saber que cumpriram e seguiram minhas palavras.

off: ta pequeno pq tem muita coisa pra ler e postar ainda ;-;

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Akkin em Sab Dez 28, 2013 12:37 am

As coisas se tornaram ligeiramente complicadas quando Akkin percebeu que a Medusa não tinha lhe atacado. Parecia ter seguido para o grupo que tinha acabado de chegar. Akkin não podia ficar parado e ouvindo a voz de Simon, seguiu pelo jardim tateando com a ponta da espada as estátuas que estavam no seu caminho. Em poucos minutos tinham chegado perto da porta onde o grupo estava e com as instruções finais de Simon conseguiu abrir os olhos apenas para ver uma Medusa decapitada no chão. Seria a que estava lhe perseguindo? Certamente não. Logo que ela se aproximou, Akkin fechou os olhos novamente. Ao que parecia, ainda existia mais uma e ela tinha acabado de passar pela porta.

Akkin não sabia como estava a situação no momento. Eram duas medusas, um grupo de quatro pessoas e todas elas com os olhos fechados. Como diabos poderiam escapar de suas investidas? Foi então que Simon gritou para Dachi. Deu-lhe uma ordem estranha. O Dachi tinha feito no início da casa? Estava tão distraído e com raiva andando diretamente para o jardim que nem sequer olhou para trás. Não importava. Parecia que Dachi seria o trunfo naquela luta, então tinha de confiar plenamente na sua capacidade. Ele era meio louco, mas Akkin também não era muito normal. Caso errasse as coordenadas não iria ferir ninguém do grupo... Certo?

Esperou o momento certo. Ficou estático em sua posição e segurou a espada com as duas mãos. Os músculos relaxaram e Akkin respirou fundo. Podia sentir os silvos cada vez mais próximos, mas ainda faltava o comando de Dachi. Eram segundos que se passavam, mas apenas esses segundos deixavam o guerreiros apreensivo. Por fim, as coordenadas vieram. Quase que automaticamente, Akkin deu um corte reto como fora designado na ordem que lhe tinha sido dada. Esperava sentir a espada atravessar a carne do inimigo somente e de mais ninguém, então quando teve certeza de que o movimento tinha terminado, estancou a espada no ar para que não acertasse mais ninguém.

_________________


Força - 3 [F] // Energia - 2 [F] // Agilidade - 5 [E] // Destreza - 7 [E] // Vigor - 7 [E]
MO: 200. ~ Akkin ~ #0076A3
avatar
Akkin

Mensagens : 57

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 06
Raça: Humano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Shaorin em Dom Jan 05, 2014 7:55 pm

Foi simplesmente magnífico de ver o grupo agindo em conjunto daquela forma. No instante em que Dachi sentiu aquela energia poderosa fluir de suas mãos e percorrer seu corpo direto para sua mente, passou as coordenadas para os dois que fizeram seu movimento e acertaram em cheio nas cabeças das medusas. Suas cabeças rolaram num grito estridente das criaturas. Alice abriu os olhos um pouco viu os corpos caídos e as cabeças nos cantos do jardim de olhos fechados. Com um suspiro, bateu a poeira de seu corpo e passou as mãos nos cabelos.

— Podem abrir. — Disse ela, dando uma boa olhada em cada um. — Que habilidade surpreendente Dachi! Quando o ensinou, Simon?

— Há um tempo atrás. — Disse Simon, dando uma olhada para Dachi e piscou, mudando o assunto.

— Vamos embora daqui antes que mais delas apareça. Aqui só tem armadilha.

E virou para ir para a porta e ir embora. Alice suspirou, pensando enquanto caminhava para a porta quando parou no hall.

— Dachi, segure a minha mão...— Falou, tirando de sua mochila um frasco e bebeu. Segurou a mão de Dachi e seus olhos ficaram brancos. Dachi só sentia um incômodo básico, nada de dor.

A cabeça de Alice começou a se mover e olhou para os lados como se olhasse alguém ali dentro. Ela abriu um sorriso e soltou da mão dele e seus olhos voltaram ao normal.

— Consegui. Obrigada pela ajuda. Foram eles mesmos que estiveram aqui e sabem que nós viríamos até eles e avisou a elas. Ouvi a última conversa que tiveram mais cedo, eles foram para a Floresta da Tortura, mas com destino ao Labirinto; vão encontrar alguém lá e pegar um objeto dentro, um pergaminho, é de uma cidade morta, a —

— Catedral das Almas...— Completou Simon, incrédulo. Alice olhou para ele, processando a informação.

— O que tem de importante?

— Tudo. Na cidade das almas morava um Deus-cão chamado Kodak, que escravizava todas as criaturas até a morte e após ela, com serviços ruins por toda ilha. Então o Rei mais alguns magos aprisionou em sua própria com suas almas e afundou-a, construindo este labirinto em cima. Ele tem seu próprio poder, claro e magnífico, mas algumas outras coisas que acontecem também por conta da cidade...Com este pergaminho ele consegue libertar Kodak e emergir a sua cidade...Mas, a quem vão se aliar?

Alice estava em silêncio. Ao menos tinha um destino final.

— É uma feiticeira, seu nome é Kassandra. Algumas pessoas daqui a conhecem, mas ouvi falar que é boa pessoa acima de tudo...

— Podemos encontrá-la antes deles e trazê-la para nosso lado, aliar-se a nós. O que acha?

— Uma boa. Dizem que ela tem um corpo, posso tentar contactá-lo e trazê-los até nós durante o caminho.

E saiu porta a fora. A garota assoviou chamando um pássaro da mesma espécie que ele. Levou alguns minutos para algum deles responder e vir até seu encontro. E quando veio, pousou em seu ombro e a garota segurou o animal em suas mãos e jogou um feitiço nele.

— Ache o corvo da feiticeira e conte que estamos indo até ela e conte tudo que te passei de importante. Faça-a encontrar conosco na entrada da floresta. — E jogou o animal para cima, que saiu voando.

— Estão todos bem? Próxima parada, Floresta da tortura. — E abriu um sorriso malicioso.

_________________
avatar
Shaorin
Administrador

Mensagens : 295

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Yoda em Seg Mar 17, 2014 12:35 pm

Só pude assentir com todas as coisas que estavam falando. Meu conhecimento sobre as coisas ali não eram nulos praticamente, nem ao menos entendi como o nome de Kasssandra e a palavra boa pessoa acabaram se encaixando na mesma frase, mas por não me sentir tão bem pela a moleza que ainda sentia apos utilizar o novo poder me preparei mentalmente para seguir viagem para onde quer que estivéssemos indo.

-- Espero que ocorra tudo bem até lá.-- Pensava olhando para Akkin.

[off: Imaginei o Akkin petrificado pela medusa, ja que ele não ta mais jogando ._. ...aié, voltei :l]

_________________

Força: 2 E
Energia: 2 E
Agilidade: 2 E (+1/2)
Destreza: 4 D  
Vigor: 4 D
avatar
Yoda

Mensagens : 58
Idade : 23
Localização : Em um canto ai

Ficha Secundária
Título:
Lvl: 1
Raça: Meio-Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porto Rangestaca

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum